Ir para o conteúdo principal

Artigo 5 min read

Quais podem ser os impactos da gestão de fornecedores no negócio?

Por Zendesk

Última atualização em 30 Agosto 2023

Os impactos da gestão de fornecedores no negócio podem ser tanto positivos quanto negativos, tudo depende de como essa administração é feita.

Por exemplo, bons gerenciamentos de empresas fornecedoras ajudam a aumentar a qualidade dos produtos e/ou serviços entregues aos clientes finais e a diminuir custos operacionais. Por outro lado, uma gestão incorreta ou superficial pode elevar os riscos para sua empresa.

Quanto a esses riscos, entenda ameaças financeiras, reputacionais, de imagem, judiciais, ambientais entre outras relacionadas que afetam sua marca em várias frentes.

Aqui, é fundamental você ter em mente que o relacionamento com as empresas fornecedoras que compõem sua supply chain deve ser visto e tratado como um dos pilares estratégicos de crescimento do seu negócio.

Um dos principais motivos para essa percepção é que, sem o fluxo correto de abastecimento de insumos e a contratação adequada de serviços, a dinâmica de produção e de entrega da sua companhia fica seriamente comprometida.

Quando isso acontece há o comprometimento do relacionamento com seus clientes, que ficam insatisfeitos com atrasos ou perda de qualidade e, por isso, podem migrar para um dos seus concorrentes.

Em resumo, os impactos da gestão de fornecedores no negócio são sérios, relevantes e devem ser analisados e trabalhados pontualmente, seja para proteger a empresa, seja para potencializar sua expansão.

De que maneira fazer isso? Quais podem ser esses reflexos? Siga a leitura deste artigo e confira tudo sobre este tema agora mesmo!

Quais os principais impactos da gestão de fornecedores no negócio? 12 exemplos!

Os impactos da gestão de fornecedores no negócio podem ser tanto bons quanto ruins. Para esse entendimento ficar mais claro, separamos alguns exemplos de consequências que podem ser sentidas, considerando esses dois possíveis cenários.

  • impactos positivos da gestão de fornecedores:
  • redução de custos operacionais;
  • melhora da qualidade dos produtos e serviços comercializados;
  • garantia de abastecimento de acordo com as necessidades da companhia;
  • aprimoramento do relacionamento com os consumidores;
  • aumento no volume de vendas e de faturamento;
  • aumento do interesse dos investidores, decorrente dos bons resultados financeiros alcançados;
  • melhora da imagem da marca e do seu posicionamento no mercado.
  • impactos negativos da gestão de fornecedores:
  • ameaça de desabastecimento, condição que afeta todo o fluxo operacional e as entregas dos itens finalizados aos compradores;
  • inadequação a leis e normas, refletindo diretamente no compliance da empresa;
  • aumento de riscos reputacionais, especialmente quando há envolvimento com fornecedores ligados a práticas ilícitas, como crimes de lavagem de dinheiro, uso de mão-de-obra escrava e outros relacionados;
  • elevação de riscos financeiros e jurídicos, pelos menos motivos citados;
  • prejuízo na relação com os stakeholders, decorrente da contratação de empresas fornecedoras comprovadamente envolvidas em atos ilegais.

Como usar a gestão de fornecedores a favor da sua empresa?

Como você pôde ver, os impactos da gestão de fornecedores no negócio refletem em diferentes pontos. A ideia, portanto, é trabalhar de forma que os reflexos positivos sejam acentuados e os negativos mitigados, ou mesmo eliminados definitivamente.

Nesse contexto, o gerenciamento correto de empresas fornecedoras requer alguns cuidados desde os primeiros passos. Um deles diz respeito ao alinhamento dos valores e princípios adotados por sua companhia.

Por exemplo, se o seu negócio trabalha sobre boas práticas voltadas para o cuidado com o meio ambiente, questões sociais e de governança, nada mais adequado do que seus fornecedores seguirem essa mesma linha de atuação.

No caso, estamos falando sobre amenizar, ou suprimir, potenciais riscos ESG de fornecedores

Sobre isso, tenha em mente que, se sua empresa se relacionar com uma que polui a natureza, desrespeita os direitos humanos, descumpre legislações vigentes, entre outros delitos relacionados, pode ser considerada conivente com essas práticas.

Quando isso acontece, os órgãos fiscalizadores podem aplicar multas e demais sanções legais contra o seu negócio, considerando que houve concordância, ou até mesmo ajuda, para realização dessas atitudes ilegais por parte dos fornecedores.

Esse é um cenário que impacta negativamente a imagem e a reputação da sua marca. Por consequência, a relação com clientes, investidores, parceiros de negócio, funcionários e sociedade de modo geral também é seriamente afetada.

O resultado, geralmente, é a perda de credibilidade, confiabilidade e autoridade no mercado. Isso, por sua vez, afeta o fechamento de negócios futuros, o volume de venda e, por fim, a rentabilidade da sua empresa.

Como mitigar os impactos negativos da gestão de fornecedores?

Dos impactos da gestão de fornecedores no negócio, certamente, os que requerem mais atenção e adoção de boas estratégias são os negativos. 

Por conta disso, é fundamental que esses parceiros sejam minuciosamente avaliados antes de fechar contrato, e acompanhados pontualmente durante todo o tempo que atenderem sua companhia.

Na prática, isso significa a realização de um processo de homologação de fornecedores refinado, com a verificação de todos os pontos do cadastro, validação de documentos, análise de certificações apresentadas, histórico de atendimento, consulta de sócios, entre outros critérios importantes de análise.

Uma vez que a empresa fornecedora está na sua base, é primordial acompanhar seu desempenho, a fim de evitar surpresas como queda na qualidade dos insumos ou serviços entregues, não identificação da participação dos fornecedores em práticas ilícitas, e outras relacionadas.

Todavia, dificilmente um negócio conta com apenas um fornecedor. Além disso, na hora de buscar o melhor, é preciso analisar e avaliar diferentes opções.

Fazer a gestão de fornecedores manualmente é uma prática que demanda muito tempo, além de elevar consideravelmente as chances de erros, por mais que os profissionais envolvidos tenham atenção nas tarefas.

Por isso, a melhor forma de mitigar os riscos gerados pela contratação de empresas fornecedoras, é contar com sistemas que automatizam esse processo e façam verificações automáticas.

Assim, além de elevar a produtividade desse setor, você terá a certeza de que nada deixará de ser analisado, elevando a proteção da sua empresa contra as ameaças que citamos neste artigo.

Este artigo foi escrito pela Linkana, a primeira fundação de dados de fornecedores compartilhada do Brasil. Nossa base de dados de perfis universais de fornecedores permite que compradores busquem, analisem e homologuem fornecedores em alguns cliques!

Histórias relacionadas

Artigo
10 min read

Equipe CSC: quais as principais vantagens da estrutura?

Descubra o que é uma equipe CSC, como um Centro de Serviços Compartilhados pode ajudar sua empresa + 4 passos para implementar a estrutura.

Artigo
7 min read

Quais são as competências do profissional de atendimento?

Conheça quais são as 10 principais competências do profissional de atendimento ao cliente e saiba como desenvolvê-las nos colaboradores.

Artigo
12 min read

Como o mau atendimento ao cliente pode afetar sua empresa?

Demora para ser atendido, poucos canais de contato etc. O que resulta em um mau atendimento ao cliente? Confira os motivos e como evitá-los.

Artigo
7 min read

4 dinâmicas para entrosamento de equipe para motivar seu time

Quer aumentar o engajamento dos colaboradores? Conheça as melhores dinâmicas para entrosamento de equipe, eleve a motivação e tenha mais resultado!