Artigo

Insights de marketing: entenda como o seu negócio pode mudar a partir de dados

Por Edney Souza, Diretor Acadêmico, Digital House, @interney

Publicado 30 Agosto 2021
Última atualização em 30 Agosto 2021

Os insights de marketing podem ser fundamentais para solucionar problemas que os seus consumidores estão enfrentando e mudar o rumo de um negócio.

Quem nunca assistiu um desenho animado em que um personagem tem uma ideia e uma lâmpada surge em sua cabeça? Os insights de marketing, na prática, podem ser representados dessa maneira.

O termo insight vem da língua inglesa e seu significado literal é “vista de dentro” ou “olhar por dentro”. No entanto, no dia a dia das empresas, a palavra é utilizada com o sentido de “ter uma sacada” ao compreender ou entender algo. Como isso funciona na área de marketing? Acompanhe este artigo, onde explicaremos isso com detalhes, além de te mostrar as 5 ferramentas mais utilizadas atualmente.

O que são os insights de marketing?

Como já introduzimos, as pessoas costumam usar a palavra “sacada” para descrever os insights de marketing. No dia a dia do profissional, o importante é saber que a essência disso tudo é o olhar para dentro, entendendo e compreendendo questões a partir de conhecimentos adquiridos por meio de dados e muita pesquisa.

Essas novas ideias são muito importantes nas estratégias de planejamento e para a obtenção de melhores resultados dos projetos e negócios. Sendo assim, busque informação em todos os canais que precisar, tenha um banco de dados sempre recheado de informações relevantes e sempre aprenda novas habilidades técnicas, para que, assim, cada vez mais insights venham até você.

Como elaborar um sistema de informação de marketing?

Todos os dias, incontáveis dados são disponibilizados na internet para serem coletados, analisados e utilizados nos insights de marketing e nas melhores tomadas de decisão de empresas de diferentes segmentos e tamanhos.

Sendo assim, é preciso manipular essas informações adequadamente, para que as organizações possam usufruir desses benefícios. Neste sentido, para deixar todo o processo ainda mais assertivo, existe o Sistema de Informação de Marketing ou SIM, como também é conhecido.

Para elaborar um bom SIM, primeiro é preciso realizar a escolha do software ou programa que será usado nas etapas de coleta e análise de todos os dados, de maneira que possam ser efetivamente usados nas estratégias e planejamentos das empresas.

O banco de dados é a parte central do sistema de informação de marketing. É preciso estar atento ao seu gerenciamento, pois armazenar informações muito antigas para prever tendências de mercado, por exemplo, pode acarretar em decisões ruins para um negócio.

Existem alguns tipos de dados que podem ser bastante úteis e as empresas costumam tirar muitos insights deles. Separamos os quatro principais. Confira:

Comportamentos de consumo
As informações geradas a partir do comportamento de clientes e potenciais leads são essenciais para conhecer melhor o seu público-alvo, que contribui para outras áreas de uma empresa, como o próprio marketing, vendas, entre outros.

Análise da concorrência
A análise dos concorrentes é fundamental quando falamos em dados, para monitorar e gerar insights estratégicos. O que eles fazem de melhor e que dá certo? Colete referências de ações e estratégias utilizadas para inspirar o seu negócio.

Mercado endereçável
Quem é o público-alvo da sua empresa? Você tem noção do tamanho desse mercado? Informações mais segmentadas como essas permitirão que todas as suas estratégias levem em consideração dados, como regionalização, crescimento do setor endereçável, além de especificidades do produto.

Padrões em comum que se repetem
O padrão consistente entre diferentes dados é um sinal importante que pode identificar uma tendência. Portanto, é fundamental que as empresas monitorem esses dados, para encontrar novas oportunidades e garantir que a organização esteja de acordo com as demandas e expectativas do mercado.

Neste processo, é necessário sempre gerar bons relatórios, para analisar as informações de maneira eficiente e apresentá-las da melhor forma possível às demais áreas. Sendo assim, recomendamos também que leia o artigo: Análise de dados: 5 dicas para criar um bom relatório data-driven marketing.

5 ferramentas que podem auxiliar na geração de insights

Existem diversas ferramentas que oferecem metodologias e funcionalidades capazes de transformar dados brutos em informações acessíveis e relevantes para os diferentes setores das empresas. Para te ajudar, separamos cinco opções conhecidas no mercado. Confira:

Hubspot CRM
Essa é uma das principais ferramentas de CRM utilizada no mercado. Com ela, é possível agrupar todas as informações dos clientes relacionadas aos seus cadastros, atendimentos, vendas, suporte, marketing, entre outras.

Google Analytics
Essa é uma das ferramentas mais utilizadas pelos profissionais de marketing digital. Seu principal objetivo é monitorar o tráfego de uma página web, e-commerce ou aplicativo, oferecendo dados estratégicos sobre o comportamento dos clientes, que podem gerar muitos insights de marketing ao negócio.

Google Trends
Essa ferramenta ajuda as empresas a entenderem os assuntos que estão em alta em momento real. A partir daí, é possível identificar padrões de comportamentos que podem ser úteis para diferentes times dentro de uma organização.

Hotjar
Além desta ferramenta ser útil para identificar problemas de usabilidade em sites, com ela também é possível analisar dados sobre clientes, identificando suas principais dúvidas, dificuldades ou pontos que demonstram mais interesse.

Google Ads
Nesta ferramenta, a parte de keywords mostra diversos dados relevantes para gerar insights de marketing, como as dúvidas que as pessoas possuem relacionadas aos produtos anunciados, o que gera tráfego ao site, os termos que geram mais conversões e engajamentos para a página, entre outros fatores.

Seja no marketing ou em qualquer outra área, é preciso sempre buscar novas ideias a partir de dados confiáveis, para que as empresas possam tomar as melhores decisões de maneira segura. Confira o artigo sobre as árvores de decisão e a importância do método para a carreira de ciência de dados.