Artigo

Diferença entre outsourcing e terceirização: entenda o que é e como funcionam cada uma dessas modalidades de contratação externa

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 4 fevereiro 2021
Última atualização em 4 fevereiro 2021

Você saberia dizer qual a diferença entre outsourcing e terceirização?

Independentemente de conhecer a diferença ou não, com certeza já ouviu falar neles. Pesquisas mostram que o outsourcing e a terceirização são amplamente empregados no Brasil.

A gestão de mídias sociais, por exemplo, foi terceirizada por 29% das empresas que marcam presença nesses canais. E, no caso de suporte técnico, o outsourcing é praticado por nada menos que 85% das empresas (dados da EZ.devs). Na verdade, segundo a Vexia, o outsourcing recebeu investimentos das empresas, no mundo, em 2019, no valor de mais de 23 bilhões de dólares e quanto à terceirização, 54% das empresas acreditam que reduz custos e 23% que melhora a qualidade.

Apesar de muitas pessoas confundirem o que é outsourcing e o que é terceirização, esses dois termos são conceitualmente diferentes e não podem ser entendidos como a mesma coisa.

Para esclarecer isso de uma vez por todas, convidamos você a continuar a leitura deste artigo. Nas próximas linhas, vamos explicar cada um desses conceitos e mostrar exemplos de como eles se aplicam na prática.

Leia também: Acesso remoto: o que é, como funciona e os benefícios de usar esse recurso no atendimento ao cliente

Qual a diferença entre outsourcing e terceirização?

Antes de falarmos sobre a diferença entre outsourcing e terceirização, é importante pontuarmos o que esses dois termos têm em comum. Aliás, é essa proximidade que faz muitas pessoas pensarem que são sinônimos.

De um modo geral, tanto o outsourcing como a terceirização são práticas que se referem à utilização de recursos externos à empresa. Ou seja, é quando a organização utiliza a mão de obra e conhecimento de pessoas que originalmente não fazem parte do seu quadro de funcionários efetivo.

Mas, afinal, qual a diferença entre outsourcing e terceirização?

O outsourcing trata da contratação de uma empresa que oferece um time de profissionais altamente qualificados e que darão suporte estratégico para a organização contratante.

O objetivo do outsourcing é atuar de maneira mais estrutural por meio da aplicação de conhecimentos aprofundados sobre determinada área específica (TI, RH, Financeiro, Logística etc).

Já a terceirização também tem a ver com a utilização de uma empresa que vai fornecer profissionais para executar determinadas atividades. No entanto, essas atividades não requerem conhecimento especializado e não exercem interferência a nível estratégico na empresa contratante.

A terceirização pode ser facilmente identificada, por exemplo, em serviços como segurança, limpeza, jardinagem etc. O principal objetivo é a redução de custos, principalmente em relação a direitos trabalhistas, seleção de pessoal, burocracia de contratação e outros.

Para que você possa entender melhor essas duas modalidades de contratação de serviços externos, vamos explicá-las em detalhes separadamente nos tópicos a seguir.

O que é outsourcing?

Conforme já adiantamos anteriormente, podemos definir o que é outsourcing como uma estratégia em que uma empresa especializada de fora do negócio passa a ser responsável por um setor específico de uma outra organização (a contratante).

No outsourcing, uma empresa oferece seu know-how e expertise para outra empresa, dando apoio estratégico em suas tomadas de decisão.

A atuação da empresa outsourcing desempenha papel significativo na performance da contratante. Esta empresa ganha vantagem competitiva e não precisa arcar com custos de recrutamento e seleção de talentos.

Assim, ambas as organizações saem ganhando. A contratada porque pode prestar esses serviços e aumentar sua carteira de clientes, e a contratante porque aumenta sua produtividade e qualidade, e ainda reduz custos.

Exemplos de outsourcing

Um dos principais exemplos pode ser observado no outsourcing de tecnologia de informação. É bastante comum que empresas contratem outras empresas para assumir o setor de TI.

Isso acontece principalmente porque essa é uma área que está em constante evolução, o que torna mais difícil para a contratante acompanhar todas as mudanças.

O que é terceirização?

Já o que é terceirização pode ser definido como a contratação de uma empresa que vai prestar serviços ligados a atividades que dão suporte ao funcionamento da empresa contratante.

Como bem falamos em linhas anteriores, a terceirização não lida com tarefas e setores estratégicos e estruturais da empresa ou diretamente relacionados com sua atividade fim. Seu principal objetivo é minimizar os custos da empresa.

Seu foco está em atividades de menor valor agregado para o negócio, atividades de apoio que não afetam diretamente a qualidade dos produtos ou serviços da empresa.

Veja mais sobre terceirização neste vídeo da CNI, Confederação Nacional da Indústria:

Exemplos de terceirização

Quando uma empresa contrata outra empresa para prestar os serviços de limpeza e manutenção do prédio ou escritório, é um exemplo de terceirização.

Serviços de jardinagem, segurança, motorista, manutenção de equipamentos eletrônicos e qualquer outro de menor impacto estratégico também podem ser terceirizados.

Bom, ficou clara qual a diferença entre outsourcing e terceirização?

Lembre-se de que, antes de contratar serviços externos em qualquer uma dessas modalidades, investigue o histórico da empresa a ser contratada.

Busque saber para quais outras empresas ela já prestou serviços, vá atrás de referências e certificações técnicas.

Além disso, é importante também que você faça uma avaliação aprofundada do custo-benefício de recorrer a uma outsourcing ou a uma terceirizada.

Ou seja, é necessário que você tenha plena certeza de que contratar serviços externos vai ser mais vantajoso financeiramente do que a sua própria empresa assumir as tarefas, além do potencial de retorno desse investimento.

Uma área que costuma ser terceirizada ou ser objeto de outsourcing nas empresas é o suporte a clientes e atendimento. Mas sem um software adequado para gerenciar essas atividades, essa estratégia pode não dar certo. Por isso, conheça os recursos de suporte da Zendesk.