Ir para o conteúdo principal

Artigo 12 min read

Modelo de negócios SaaS: o que é e como funciona?

Última atualização em 9 Abril 2024

É provável que você faça uso de algum serviço que funcione dentro do modelo de negócios SaaS, e nem saiba disso. 

Você já realizou alguma chamada de vídeo usando recursos como Zoom ou Google Hangout? Já assistiu a séries por streaming? Esses são exemplos de negócios SaaS. 

No cenário empresarial contemporâneo, o surgimento do modelo de negócio Software as a Service (SaaS) tem reformulado a maneira como as organizações encaram e implementam soluções tecnológicas.

Para você ter uma ideia, estima-se que o mercado brasileiro de SaaS cresça cerca de 20% ao ano nos próximos 5 anos.

Em sua essência, o SaaS representa um método profundamente transformador na distribuição de software, em que as aplicações são disponibilizadas aos usuários por meio da internet, eliminando a necessidade de instalações locais e manutenção complexa.

O cerne desse modelo reside na subscrição, possibilitando que as empresas explorem e empreguem o software de maneira adaptável, com base em uma estrutura de pagamento recorrente.

Ao longo deste artigo, exploraremos minuciosamente o funcionamento do SaaS, destacando sua adaptabilidade, escalabilidade e eficiência operacional.

Além disso, examinaremos de perto os benefícios tangíveis que as empresas B2B podem colher ao adotar esse modelo, desde a redução de custos até a otimização do tempo e recursos.

Modelo de negócios SaaS: o que é?

O modelo de negócios SaaS ou Software as a Service é uma nova modalidade de oferta de soluções tecnológicas, em que o acesso à solução é feita pela internet e dispensa a instalação de softwares e hardwares. 

Ao contratar um SaaS, o cliente usa os recursos oferecidos pelo sistema por meio da internet, geralmente, a partir de um login e senha, que permite acesso a todas funcionalidades contratadas. 

Talvez você se lembre de quando os softwares precisavam ser instalados em seu computador, geralmente, por meio de uma mídia como o CD-ROM. 

Atualmente, é cada vez mais comum que softwares variados sejam acessados a partir da internet, sem a necessidade de instalação. 

Além da facilidade para acesso à tecnologia, outros benefícios estão associados ao modelo de negócios SaaS, como baixo custo e maior acessibilidade.

No modelo de negócios SaaS, os softwares são executados nos servidores das empresas que desenvolveram a tecnologia. Também são elas as responsáveis por garantir o acesso e a manter a segurança de dados.

Exemplos de negócios SaaS

Netflix

A Netflix é um exemplo de empresa que segue o modelo de negócios SaaS. Para ter acesso ao conteúdo da empresa é necessário a contratação do serviço de streaming. O acesso é feito a partir de um link ou aplicativo, login e senha. 

O custo é diluído em mensalidades, o que reduz a barreira para a entrada de novos consumidores. 

Google Drive

De forma similar, o Google Drive, que oferece o serviço de armazenamento em nuvem, também é um exemplo de negócios SaaS. 

Para ter acesso às soluções do Google Drive, o consumidor deve realizar o login no aplicativo ou no site, a partir de um cadastro, senha e da conexão à internet.

O Google Drive oferece um serviço gratuito e opções de planos pagos para quem precisa de mais espaço para armazenamento. 

Zendesk

A Zendesk oferece uma plataforma de atendimento ao cliente baseada em SaaS. Ela tem soluções para gerenciamento de tickets, chat ao vivo, automação e análise de dados, facilitando para as empresas a disponibilização de suporte de forma eficaz e personalizada aos clientes.

Shopify

Shopify é uma plataforma SaaS de comércio eletrônico que possibilita que as empresas estabeleçam e administrem suas lojas virtuais.

Oferece funcionalidades como execução de transações financeiras, administração de estoque e instrumentos de promoção, facilitando a entrada no mundo do comércio digital.

Benefícios do SaaS

Em um contexto empresarial em constante evolução, compreender o potencial transformador do SaaS é crucial para os líderes que buscam impulsionar a inovação e maximizar a eficácia operacional em suas organizações.

Antes de nos aprofundarmos sobre os tipos de modelo de negócios SaaS, vamos a uma breve explicação de alguns dos principais benefícios da solução. 

Custos reduzidos

Para os clientes que contratam uma solução SaaS, a barreira de preços é reduzida, uma vez que os valores são diluídos em mensalidades, no modelo de assinatura.

Ao invés de precisar arcar com o custo completo de contratação de um software, que geralmente é alto, o contratante tem acesso a opções reduzidas de custos de aquisição.

Para a empresa que oferece a solução isso amplia o mercado em que pode atuar, também funcionando como um benefício para escalar a solução.

Alta acessibilidade

Quando um consumidor contrata uma solução SaaS, seja para empresa ou uso pessoal, a acessibilidade oferecida é um dos grandes benefícios. 

Afinal, com acesso a internet é possível usar o recursos do sistema contratado a partir de qualquer dispositivo, seja smartphone, desktop ou tablet. Além de poder usar as funcionalidades em qualquer lugar e a qualquer hora.

Facilidade de upgrade

Todas as atualizações do sistema, incluindo upgrades, são gerenciadas pelo provedor. Isso elimina a necessidade de download ou instalação de ferramentas, garantindo que a versão mais atual do sistema estará disponível, sempre.

Atualizações automáticas e manutenção simplificada

As atualizações do sistema contratado são conduzidas automaticamente pelo provedor SaaS, certificando-se de que os usuários estejam constantemente munidos das funcionalidades mais recentes e das correções de segurança mais atualizadas.

A responsabilidade pela manutenção e suporte técnico recai sobre o provedor, reduzindo o ônus operacional das equipes internas.

Escalabilidade eficiente

Facilita às empresas expandirem suas operações de maneira eficiente, incluindo ou excluindo usuários conforme a demanda.

Esse recurso é ideal para empresas em crescimento, pois evita a necessidade de investir em infraestrutura adicional para suportar o aumento da demanda.

Integração simplificada

Simplifica a incorporação com outras ferramentas e sistemas, promovendo uma abordagem holística e coesa para a gestão de dados e processos.

Geralmente, há a possibilidade de utilizar APIs para conectar o SaaS a outras soluções empresariais.

Alinhamento às tendências de inovação

O modelo SaaS mantém as empresas alinhadas com as últimas tendências tecnológicas, uma vez que os provedores de Software as a Service estão constantemente inovando para oferecer funcionalidades avançadas.

Ainda, reduz o risco de obsolescência tecnológica, garantindo que as organizações permaneçam competitivas e relevantes no mercado.

Foco no core business

Possibilita que as empresas direcionem seu foco para suas atividades centrais, enquanto as preocupações relacionadas à infraestrutura e manutenção do software são gerenciadas pelo provedor SaaS.

Dessa maneira, libera-se recursos internos para tarefas estratégicas e de maior valor agregado.

Melhoria na segurança da informação

Provedores SaaS geralmente investem vigorosamente em iniciativas e protocolos de segurança, garantindo proteção contra ameaças cibernéticas e mantendo altos padrões de conformidade.

Além disso, atualizações automáticas contribuem para corrigir vulnerabilidades de segurança de forma rápida e eficaz.

Variações dos modelos de vendas SaaS

Se você está em busca de opções para iniciar um modelo de negócios SaaS, algumas opções de estratégias de venda devem ser consideradas. Conheça algumas delas, a seguir.

Self Service

Nesse modelo de vendas SaaS, a empresa não precisa investir na criação de uma equipe comercial, porque todo o trabalho será realizado pelo próprio cliente.

Para isso, entretanto, os preços e benefícios do recurso devem ser muito claros para o comprador em potencial.

A Netflix e o Google Drive, sobre os quais já falamos acima, são exemplos de modelos de negócios SaaS que usam a venda self service.

O cliente compreende o que é a solução e é capaz de controlá-la e usá-la, sem a necessidade de intermediação de um vendedor, por exemplo. 

Geralmente, é adotado por negócios com soluções que oferecem baixo ticket médio.  Nesse modelo de negócio, uma operação de venda mais robusta e individual é inviável, porque eleva muito o custo de aquisição do cliente, não gerando a lucratividade necessária para cobrir gastos. 

É bastante indicado que você ofereça um período de teste grátis para que o cliente possa compreender como funcionam seus recursos que serão, posteriormente, contratados.

Inside sales

O inside sales é outra estratégia de vendas muito usada por empresas com modelos de negócio SaaS.

No inside sales as etapas comerciais são realizadas internamente, sem que os vendedores precisem se deslocar até o prospect. 

Para que isso aconteça, canais como telefone, e-mail, redes sociais e sistemas de videochamadas, são usados em todo o processo de vendas.

Além da economia com a redução do custo de aquisição do cliente (CAC), há um aumento na produtividade do vendedor já que pode se relacionar com mais leads em menos tempo.

Leia também: O que significa Inside Sales, os benefícios do modelo de vendas e como adotar?

Account based

O account based é um modelo de vendas ainda mais personalizado, em que cada prospect é escolhido pela equipe comercial, que irá prospectá-lo e buscar sua conversão. 

Há um investimento menor na atração de leads, em comparação a ações de inside sales e self service.

O foco é na maior precisão nas ações de marketing e vendas, e está muito atrelado a conceitos como customer centric e a vendas B2B.

As empresas que optam por esse modelo de vendas, geralmente, apresentam ticket médio elevado, que oferece retorno financeiro alto mesmo após todo o investimento alto na conversão de clientes tão especializados. 

Para escolher o modelo de negócios SaaS e o tipo de venda que será realizado por sua empresa, é preciso que compreenda quem é o cliente que irá contratar seus serviços. Além disso, é indispensável conhecer o mercado e sua concorrência.

O alinhamento da estratégia comercial que será usada na venda da solução SaaS é vital para o sucesso do negócio, garantindo o retorno financeiro que possibilitará que a empresa escale, como é característica de um SaaS.

Inteligência Artificial como aliada no modelo SaaS

A integração da inteligência artificial (IA) em modelos de negócio Software as a Service (SaaS) representa uma evolução significativa, oferecendo benefícios tanto para os fornecedores de soluções como para os clientes que as adquirem.

Benefícios para fornecedores

  • Personalização e recomendação: a IA pode analisar dados do usuário, comportamento e preferências para personalizar sua experiência e aumentar a satisfação.
  • Automação de tarefas repetitivas: a IA pode automatizar tarefas rotineiras e repetitivas, permitindo que as equipes se dediquem mais a atividades estratégicas e aumentando a eficiência operacional.
  • Análise preditiva e relatórios avançados: a IA em ferramentas de análise e relatórios fornecidas por soluções SaaS pode oferecer análises preditivas avançadas, ajudando as companhias a antecipar tendências, identificar oportunidades e tomar decisões informadas.
  • Detecção de anomalias e segurança: a IA pode ser empregada para detectar anomalias e padrões suspeitos em tempo real, fortalecendo a segurança das soluções SaaS e garantindo a conformidade com normas de segurança.
  • Suporte ao cliente aprimorado: Chatbots impulsionados por IA têm a capacidade de oferecer suporte ininterrupto ao cliente, respondendo a consultas comuns e direcionando usuários para recursos relevantes.

Benefícios para clientes

  • Experiência do usuário aprimorada: a IA pode melhorar a interface do usuário e adaptá-la às preferências individuais, resultando em uma navegação mais simples e uma experiência mais intuitiva.
  • Automação de tarefas operacionais: especialmente em soluções SaaS que abordam processos internos de negócios, a IA pode beneficiar os clientes com a automação de tarefas operacionais.
  • Recomendações inteligentes: a IA é capaz de analisar padrões de uso e recomendar recursos ou funcionalidades adicionais que podem agregar valor ao cliente, ajudando-os a explorar o potencial máximo da solução SaaS.
  • Manutenção preditiva: a IA pode prever falhas em sistemas e equipamentos, permitindo a implementação de ações corretivas antecipadas, evitando problemas de maiores proporções.

Ou seja, a Inteligência Artificial potencializa os modelos de negócio SaaS, fornecendo automatização, adaptação personalizada e análises avançadas.

Essa integração entre SaaS e IA impulsiona a inovação e a eficiência, Estabelecendo um cenário favorável ao desenvolvimento e prosperidade – tanto para fornecedores quanto para clientes.

IA da Zendesk: atendimento de alto nível!

Diversas ferramentas que se enquadram no modelo de negócios SaaS ajudam a entregar experiências melhores aos clientes e, com isso, elevar o nível de satisfação do seu público.

O software de atendimento da Zendesk, por exemplo, é equipado com Inteligência Artificial e permite que sua equipe personalize as experiências do cliente, gerando fidelidade e receita.

Com essa solução, é possível melhorar a eficiência operacional e ter acesso a insights valiosos para tomar decisões mais bem informadas.

Dentre as várias funcionalidades, as equipes podem oferecer suporte inteligente em grande escala com o uso de IA e bots; eles dão respostas instantâneas aos clientes, dobram a capacidade intelectual dos atendentes humanos e ainda elevam a produtividade da empresa.

Fica muito mais fácil para os clientes obterem as respostas de que precisam sobre seus produtos ou serviços.

Quer ver como tudo isso funciona na prática? Então faça um tour pelo Zendesk Service para conhecer todos os recursos e inicie o período de avaliação gratuita do nosso sistema.

Histórias relacionadas

Artigo
13 min read

O que são clientes detratores? É possível convertê-los?

Descubra o que são clientes detratores, quais riscos eles trazem para a sua reputação e como transformá-los em consumidores neutros ou promotores.

Artigo
7 min read

SAC 3.0 e SAC 4.0: conceitos, diferenças e principais tendências

SAC 3.0 e SAC 4.0 são a evolução do serviço de atendimento ao cliente, com ferramentas e tecnologias que visam melhorar a experiência do consumidor.

Artigo
8 min read

O que é carteira de clientes? Como montar, gerenciar e otimizar?

O que é carteira de clientes? Na prática, são empresas e pessoas com quem se faz negócios regularmente, alvos principais de estratégias de fidelização.

Artigo
7 min read

WhatsApp no atendimento ao cliente: principais tendências

Usar o WhatsApp no atendimento ao cliente já não é novidade. Além do suporte multicanal, a tendência é integrar IA nos apps de mensagem. Saiba TUDO!