Artigo | 6 min read

Prompt engineer: quais as funções do profissional? Há relação com IA?

Por Zendesk

Última atualização em 27 outubro 2023

Ter melhores respostas do sistema de inteligência artificial (IA), como o ChatGPT, requer uma boa interação entre a ferramenta e o usuário. Isso ocorre por meio de perguntas feitas à plataforma e avaliação das respostas. 

Para melhorar esses resultados, as companhias criam e treinam suas soluções de IA. Foi assim que surgiu a profissão de prompt engineer. O trabalho desse profissional é auxiliar a ferramenta de IA a ter uma compreensão completa do que o usuário quer e precisa.

Com isso, o sistema tende a encontrar respostas mais assertivas e direcionadas, otimizando a experiência de quem lida com ele. 

Mas, afinal, o que é prompt engineer? Quais são suas funções e quando ele é necessário? Essas são algumas das perguntas que respondemos neste artigo. Continue lendo.

O que é prompt engineer?

Prompt engineer é o profissional que cria prompts para sistemas de inteligência artificial, como o ChatGPT. Aliás, os prompts são instruções que auxiliam a plataforma a gerar respostas. No caso, o engenheiro de prompts projeta esses comandos para direcionar o sistema a gerar conteúdos específicos.

Em outras palavras, prompt engineer é o profissional de TI que trabalha com prompt engineering, que se traduz como engenharia de prompts. 

Essa abordagem é fundamental para aproveitar os recursos de IA de maneira mais direcionada e assertiva, pois permite que os usuários obtenham respostas mais relevantes e direcionadas para suas necessidades.

Na prática, isso significa que um engenheiro de prompt cria a pergunta ou o comando certo na ferramenta de IA, guiando-a para fornecer a resposta mais precisa e útil ao usuário.

Nesse cenário, vale a pena lembrar que os recursos de IA têm a funcionalidade de machine learning, ou seja, eles podem aprender conforme têm contato com conceitos e usuários. 

Logo, um dos papéis do prompt engineer é, justamente, treinar as plataformas de IA das empresas, de modo que elas aprendam e estejam prontas para gerar boas respostas quando estiverem em contato com um cliente real. 

Responsabilidades do prompt engineer

Entender o que é prompt engineer envolve compreender quais são suas responsabilidades, entre elas:

  • desenvolver prompts que serão usados em ferramentas de IA;
  • testar a eficiência dos comandos criados;
  • colaborar com as equipes de conteúdo para alinhar os prompts com os objetivos da empresa;
  • avaliar os dados e identificar os pontos de melhoria para a experiência do cliente;
  • garantir a melhor experiência para o usuário, a partir de comandos eficientes;
  • otimizar de forma contínua o desempenho dos prompts no sistema de IA em que atuam.

Como dissemos brevemente, os prompts são instruções ou comandos que um usuário dá à ferramenta de IA para obter uma resposta. 

O engenheiro da área, então, deve desenvolver modelos de linguagem que ampliem a qualidade da compreensão do sistema sobre as perguntas recebidas, facilitando que a plataforma ofereça respostas mais completas e eficientes.

Resumindo, a criação de bons prompts (comandos) impacta a qualidade da resposta e, consequentemente, a experiência do usuário

Perfil do prompt engineer

Para executar todas essas etapas, o prompt engineer deve ter habilidades analíticas e de resolução de problemas, bem como profundo conhecimento em:

  • inteligência artificial;
  • processamento de linguagem natural;
  • aprendizado de máquina;
  • desenvolvimento de conteúdo gerado por IA.

Leia também: Processamento de linguagem natural: entenda como funciona, importância e aplicação [Guia completo]

Como a prompt engineering funciona na IA?

A prompt engineering, ou engenharia de prompt, funciona refinando as interações dos usuários com os sistemas de IA, como o ChatGPT. Para isso, o profissional cria questões, treina a ferramenta e otimiza as respostas para produzir melhores interações entre a máquina e os clientes de uma empresa. 

Como dissemos acima, as ferramentas de IA conseguem aprender e, assim como os seres humanos, quando recebem treinamento adequado, melhoram suas habilidades e ampliam as possibilidades de resposta, tornando-as mais robustas, claras e eficientes. 

Nesse sentido, a engenharia de prompts visa criar perguntas, ou comandos, além de treinar as ferramentas de IA para que possam evoluir na qualidade das respostas que oferecem.

Com isso em mente, seguimos para um passo a passo simples que vai te ajudar a compreender como aplicar prompt engineering: 

  1. defina seu objetivo com a ferramenta de IA;
  2. elabore o prompt inicial com base no objetivo estabelecido;
  3. contextualize;
  4. teste;
  5. refine o prompt;
  6. implemente.

A seguir, entenda cada uma dessas etapas e desvende o mistério de como a prompt engineering funciona na IA.

1. Defina seu objetivo com a ferramenta de IA

O que você quer que ela faça? Algumas opções incluem: 

  • responder a uma pergunta;
  • criar um texto descritivo;
  • realizar uma tradução;
  • gerar um código de programação; 
  • entre outras tarefas. 

Aqui, a ideia é entender claramente o que será solicitado à plataforma. 

Dessa forma, você usará os termos corretos para criar os prompts e treinar o sistema.

2. Elabore o prompt inicial com base no objetivo estabelecido

Crie o comando que mostrará à plataforma o que você (ou seu cliente) quer. Forneça as informações necessárias para guiar a IA sobre a demanda. 

Por exemplo, use um comando como: “crie um texto para anúncio para Facebook de dentista”. Perceba que o prompt deve ser claro e objetivo, pois trata-se de uma instrução.

3. Contextualize

Se o assunto for complexo ou se você deseja que a resposta seja muito refinada, é essencial oferecer mais informações.

Assim, a ferramenta aprofunda o aprendizado e entende qual é sua necessidade para, então, gerar respostas mais assertivas.

4. Teste

Quando o prompt, ou o comando inicial, é inserido na ferramenta, ela gera uma resposta automaticamente, correto?

Esse retorno deve ser analisado para identificar se a resposta poderia ser melhor e mais completa.

Quando você observa isso, pode oferecer mais informações, criar uma nova instrução e contribuir para o aprendizado da máquina. 

Dessa maneira, amplia as chances do sistema apresentar uma resposta mais completa ao cliente, quando ele interagir com a solução tecnológica.

5. Refine o prompt

Com os insights obtidos nos testes e nas análises, é hora de revisar o prompt. Isso envolve torná-lo mais específico, adicionar mais contexto ou alterar o conteúdo oferecido.

Por exemplo, você pode refinar o prompt inicial para: “sugira duas opções de texto para anúncios para Facebook de dentista que faz implantantes em 24 horas”. Perceba que isso personaliza ainda mais a resposta que você receberá. 

Nessa etapa, o prompt engineer refina a ferramenta para que ela otimize a resposta inicial e forneça resultados mais específicos.

6. Implemente

Uma vez que o prompt produz consistentemente os resultados desejados, ele está pronto para ser disponibilizado para seus clientes e instalado em ferramentas compatíveis, como um sistema de chatbot.

Lembre-se de que uma das funções do prompt engineer é continuar monitorando as respostas e os resultados que essa estratégia oferece para a marca. 

E uma das formas de fazer isso é medir a satisfação dos clientes que interagem com a tecnologia.  

Para entender, de fato, como funciona IA, te convidamos a fazer uma avaliação gratuita do sistema da Zendesk, que oferece a possibilidade de criação, treinamento e otimização de chatbots com IA para atendimento aos consumidores da marca. 

Aproveite para entender como ajudamos a fazer o trabalho de um prompt engineer, tornando-o mais escalável e integrado com os setores da companhia.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis