Artigo

5 dicas para otimizar tarefas e vender mais

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 7 Abril 2021
Última atualização em 7 Abril 2021

A automatização de tarefas passou de tendência para algo fundamental em todo tipo de empresa que busca destaque no mercado.

Essa automação consiste em identificar tarefas repetitivas, que poderiam ser realizadas sem a intervenção humana, e substituí-las por softwares, aplicativos e interfaces, trazendo mais assertividade e eficiência aos processos.

Pensando nisso, montamos neste post uma lista com 5 principais formas de otimizar tarefas para conseguir vender ainda mais! E aí, curioso? Vamos lá!

Como escolher quais tarefas precisam ser otimizadas?

Para escolher quais tarefas você precisa otimizar, é preciso que você leve em conta os seguintes critérios:

  1. São tarefas repetitivas?
  2. Elas obedecem a regras claras?
  3. Agregam valor ao produto ou serviço final?

Vale ressaltar que a automação de tarefas repetitivas é bem-vinda pois são tarefas que podem ser facilmente executadas de forma automática por um software. 

E tem mais! Além disso, é uma forma de você alocar o tempo do seu colaborador em atividades mais interessantes que agregam ainda mais valor para o seu negócio.

5 formas de otimizar tarefas e vender mais

1. Escolha um ERP eficiente para o seu tipo de negócio

Um ERP é um software que reúne, armazena e disponibiliza todos os dados e os processos de uma empresa em um só lugar. 

Assim, você conecta áreas, faz automatizações e otimiza processos. Enfim, uma série de benefícios que serão muito bem-vindos em sua gestão. 

E tem mais! O ERP é capaz de analisar e apontar o que deve ser feito com os dados que são capturados em instantes — aspectos que uma equipe de gestão poderia levar horas debatendo e tomando decisões. 

Curiosidade: Existem ERP para todo tipo de negócio, portanto, basta procurar por um que tenha atuação dentro do seu nicho empresarial.

Um processo importante que um ERP poderá te ajudar é no acompanhamento de estoque, por exemplo.

Além do mais, o estoque é um dos principais setores de uma organização. Por isso, toda atenção para ele pode ser pouco. 

2. Utilize indicadores de vendas

Muitos fatores ajudam a aumentar as vendas de uma empresa.

Para saber se seu negócio está no caminho certo, é preciso acompanhar alguns números para medir essa evolução. 

Os indicadores de venda são exatamente os instrumentos necessários para que você possa entender o cenário e produzir decisões assertivas para o desenvolvimento do seu negócio. 

Também chamado de KPI — Key Performance Indicator, ou indicador chave de performance —, ele de fato mede o desempenho da empresa. 

Os indicadores de venda ajudam a te dar uma orientação para controlar uma estratégia da empresa, além de apontar novos caminhos para o crescimento. 

Entre os principais indicadores, podemos citar:

3. Aposte em uma ferramenta CRM

CRM ou Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente, em português, trata-se de um software cujo objetivo é aplicar estratégias totalmente focadas no cliente de maneira automatizada.

Ele faz com que a sua empresa tenha informações detalhadas sobre cada cliente, além de apresentar as interações já realizadas para que você estabeleça um relacionamento cada vez mais personalizado com o usuário.

Assim, você consegue acompanhar a jornada do seu lead e passa a descobrir qual o melhor momento para vender algo a ele.

Afinal, o que move qualquer tipo de negócio são os clientes. Não adianta ter um produto ou serviço incrível se ninguém se interessa em comprá-lo, não é mesmo?

4. Considere adotar um sistema de automação paras as redes sociais

Para quem vende na internet, por exemplo, as redes sociais têm se transformado em um poderoso meio para atrair leads e clientes. 

Diante de tal fato, uma dica de boa prática é adotar estratégias para atrair o público correto e aumentar o engajamento nas redes sociais.

O Instagram tem sido uma peça-chave na divulgação de novos produtos e uma forma de apresentação de uma marca.

Agora, já imaginou se você pudesse transferir todas essas tarefas gerenciais das redes enquanto você foca em outras atividades? Seria um espetáculo, não é mesmo?

Neste caso, tudo que você precisa é contar com uma ferramenta de automação para o Instagram, por exemplo.

Uma estratégia prática capaz de atrair novos parceiros e clientes, além de aumentar o engajamento daqueles que já te seguem.

Se o que você mais quer é alavancar o seu perfil público ou ampliar o seu perfil comercial, de modo a realmente bombar nessa rede social, então não perca mais tempo com processos manuais.

E tem mais! Se você é novo no assunto e está em busca de um guia explicativo contendo dicas especiais que irão te ajudar neste processo de vendas pelo Instagram, então não deixe de conferir o nosso material: Como vender seu curso pelo Instagram.

5. Conte com um sistema emissor de notas fiscais automáticas

A verdade é que o Brasil é um dos países com as leis tributárias e fiscais mais complexas do mundo.

Portanto, a melhor alternativa nesse meio é transferir para um sistema de automação fiscal toda a burocracia de modo que você foque no core business do seu negócio.

A nota fiscal serve para documentar qualquer tipo de venda, seja no ambiente online ou físico. É por meio dela que o Fisco inspeciona as empresas e faz a tributação sobre cada operação.

Por consequência, não emitir nota fiscal (quando se deve fazer) é crime e se enquadra como sonegação fiscal.

Atenção! Existem vários tipos de notas fiscais, cabe a você identificar qual deve ser utilizada para o seu estilo de negócio. 

Ao contar com um sistema totalmente automatizado, você é capaz de gerenciar suas notas em um mesmo ambiente de modo simples e prático, além de ter o seu meio de pagamento preferido integrado a ele.

Um exemplo desse tipo de software é a eNotas, que possibilita integrações com a Hotmart, Paypal, Vindi e tantos outros. 

Conclusão

Neste post você pôde ficar por dentro das 5 principais formas de otimizar tarefas para conseguir vender mais.

E por falar em vendas, se você vende na internet, você precisa aplicar estratégias para recuperar os carrinhos abandonados e convertê-los em vendas! Não deixe de conferir o link para ter acesso a dicas especiais a respeito!

Conteúdo produzido por Rafael Versiani, da eNotas.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.