Artigo | 5 min read

Business Design: o que é e como aplicar na prática?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Última atualização em 16 fevereiro 2023

Você sabe o que é Business Design, ou design de negócios? Trata-se do uso de ferramentas de desenvolvimento de negócios para encontrar soluções para desafios corporativos. 

Além de estimular o pensamento sistêmico e a busca por caminhos integrados para resolver problemas, o uso de técnicas de design traz impactos diretos na receita das empresas.

De acordo com uma pesquisa da consultoria

 McKinsey, de 2021, empresas que adotam o design na rotina geram 32% mais receita e 56% mais retorno aos acionistas, em média.

Quer entender como aplicar o business design na sua empresa e otimizar processos? Continue a leitura e descubra! 

O que é Business Design? 

De acordo com a Escola de Design Thinking Echos, “Business Design, ou design de negócios, é a capacidade de utilizar os princípios do design e as ferramentas de desenvolvimento de negócios em conjunto, criando soluções completas para os desafios e necessidades do mercado consumidor”. 

Mas o que isso significa na prática? O melhor caminho para entender o conceito é desmembrar o business design em dois. 

Primeiro, vamos falar sobre desenvolvimento de negócios. Trata-se da prática de observação e elaboração de planos de ação focados em melhoria contínua. Seu objetivo deve ser a otimização de processos, a adoção de metodologias ágeis na rotina e a consequente evolução da competitividade do negócio, bem como a sustentabilidade de produtos e serviços no mercado. 

O design, por sua vez, diz respeito ao desenvolvimento de soluções para problemas. Assim como no desenvolvimento de negócios, a base do design é a melhoria contínua, aliada ao foco em encontrar caminhos eficientes para chegar a resultados desejados. É importante salientar que, diferente do que acredita o senso comum, o design não é um processo exclusivamente atrelado ao desenvolvimento de produtos. Ele também é aplicado em processos e desafios. 

Entenda a relação entre design estratégico e inovação 

Ao finalizar a leitura do tópico anterior, você provavelmente chegou mais perto de conseguir responder à pergunta do título desta seção: afinal, qual a relação entre design estratégico e inovação? 

Vamos recapitular toda a informação que temos até aqui?

Sabemos que design é o esforço direcionado à resolução de um problema ou desafio. Quando mencionamos a busca por uma “solução diferente”, adicionamos à equação uma variável de peso: a criatividade, ou seja, a habilidade de pensar fora da caixa.

Agora, basta juntar o esforço para resolver problemas com a criatividade para entender que inovar, em design estratégico, é algo desejado, esperado e muitas vezes alcançado. Podemos resumir, então, que o design estratégico é o processo que, via de regra, leva à inovação – o resultado.  

Importância do Business Design

Mas o que difere o business design de outros formatos de inteligência de negócios? Esta pode ser sua  neste momento. 

A grande questão é que, por estar fundamentado em uma lógica ligada ao design, este método de trabalho oferece uma visão sistêmica da empresa e estimula a adoção de práticas de testagem e melhoria ao mesmo tempo em que respondem a questões-chave do mundo dos negócios.  

Imagine, por exemplo, que sua empresa enfrenta um desafio em atendimento ao cliente

Se observássemos a questão por um ponto de vista estritamente voltado ao design, o time de desenvolvimento de soluções se dedicaria a prototipar e testar uma solução para a questão sem observar o comportamento do mercado, a sustentabilidade da adoção da ferramenta e até mesmo se o comportamento do consumidor sinaliza a necessidade de um investimento neste sentido. 

Consegue entender o quão holística é a observação do design de negócios? 

De forma resumida, podemos dizer que, entre as vantagens do business design, estão: 

  • Utilização estratégica do orçamento;
  • Menor índice de retrabalho;
  • Maior fit entre as soluções desenvolvidas e as necessidades do cliente e do mercado; 
  • Estímulo à cultura de inovação.

Design para negócios na prática: por onde começar?

 Neste momento, você já entendeu a relevância do business design e seu potencial enquanto suporte para a busca de soluções mais efetivas e adaptadas às demandas do mercado, certo? 

Mas afinal, por onde começar? A empresa deve dispor de um robusto orçamento ou dissolver todos os processos antigos para substituí-los pelos novos? 

A resposta é não para ambas as perguntas. 

Assim como outras metodologias ágeis, cujo objetivo é otimizar os processos da empresa, o business design deve ser, em um primeiro momento, incorporado à cultura corporativa. 

Dessa forma, todos os colaboradores (ainda que não sejam profissionais com expertise construída no assunto) enxergam possibilidades para inovar e repensar estruturas e protocolos anteriormente aplicados. 

Em um segundo momento, e conforme a disponibilidade de recursos da empresa, é recomendado estruturar o setor de inovação. Dele, devem fazer parte profissionais com entendimento sobre as ferramentas e as estratégias comuns ao business design. 

Otimize processos com a ajuda da tecnologia

Se você está no início da jornada por processos mais ágeis e integrados, que tal começar a fortalecer o rol de ferramentas aliadas à aplicação do business design? 

Uma delas, voltada para o setor de atendimento ao cliente, é o Zendesk Service

A solução oferece uma plataforma de atendimento ao cliente completa e fácil de usar, projetada para acompanhar o crescimento da sua empresa. 

As funcionalidades tornam o acesso a dados simplificado. Além disso, integram o trabalho dos agentes por meio de ferramentas colaborativas e fortalecem a base de conhecimento.  Como consequência, possibilita, ao cliente, um atendimento autônomo e efetivo. 

Que tal experimentar as funcionalidades do Zendesk Service gratuitamente? Basta preencher o formulário e começar agora mesmo!