Artigo | 11 min read

Como criar um plano de carreira? Confira os tipos e um passo a passo

Por Zendesk

Última atualização em 17 Mai 2023

Saber como criar um plano de carreira para os funcionários tem se tornado um importante diferencial competitivo para as organizações que querem atrair os melhores talentos do mercado.

O perfil dos profissionais que chegam ao mercado de trabalho mudou. Hoje em dia, há uma predileção deles por empresas que oferecem a possibilidade de ascensão e que investem no desenvolvimento profissional e pessoal dos seus colaboradores. 

Nesse sentido, o plano de carreira funciona como uma importante ferramenta de gestão que permite organizar os critérios e os caminhos que os talentos precisam seguir caso queiram assumir cargos maiores – com mais responsabilidades, mas também com maior remuneração e benefícios.

Tendo isso em vista, trouxemos aqui um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre como fazer um plano de carreira para empresa.

Ao longo dos próximos parágrafos, você vai conferir:

  • O que é plano de carreira?
  • Por que é importante investir na gestão de carreira dos colaboradores?
  • Quais são os tipos de plano de carreira?
  • Quais são os benefícios do plano de carreira?
  • Como criar um plano de carreira para empresa?
  • Exemplo de plano de carreira de uma empresa

O que é plano de carreira?

O plano de carreira pode ser definido como um documento que estabelece a trajetória evolutiva dos colaboradores dentro da organização. Ele trata dos caminhos que os funcionários poderão seguir caso queiram assumir novos projetos e responsabilidade, conquistar cargos de liderança e alcançar a realização pessoal e profissional na empresa.

O plano de carreira mostra quais competências precisam ser desenvolvidas e as metas que devem ser alcançadas para ocupar cada posição hierárquica.

Por que é importante investir na gestão de carreira dos colaboradores?

Dedicar-se à gestão de carreira é importante porque para que a empresa consiga alocar os profissionais certos nos cargos e projetos mais adequados. A intenção é garantir que pessoas realmente qualificadas possam assumir determinadas posições dentro da organização.

Além disso, saber como fazer um plano de carreira para empresa esclarece as possibilidades de ascensão e demonstra que a companhia valoriza seus talentos e quer vê-los crescer junto com ela.

Com colaboradores motivados (porque agora eles sabem que há como crescer dentro da empresa), é possível criar equipes de alta performance e evitar dispêndios com desligamentos e novas contratações frequentes.

Veja também: [MANUAL] O que significa turnover e como mudar isso?

Quais são os tipos de plano de carreira?

Por muito tempo, os planos de carreira eram engessados, com pouca flexibilidade para que os funcionários pudessem ascender. Isso porque os profissionais costumam ficar por décadas na mesma empresa e não havia tanta preocupação em reter talentos como hoje em dia.

Nesse sentido, diferentes tipos de plano de carreira foram desenvolvidos pelas organizações de modo a frear a rotatividade e enfrentar os desafios da retenção. Os principais tipos são:

1 – Em linha

O plano de carreira em linha talvez seja o tipo mais tradicional, muito comum nos órgãos da administração público e em empresas mais antigas.

Nesse modelo, a ascensão na estrutura hierárquica é muito difícil de acontecer e, quando ocorre, é feita com base em “tempo de casa” ou quando o antecessor é desligado da empresa. 

2 – Em Y

No plano de carreira em Y, são oferecidos dois caminhos: o de liderança e o de especialização. Esse modelo considera que nem todos os funcionários desejam ocupar uma posição de gerência; alguns não têm o perfil de líder e querem focar em aprimorar suas competências e crescer na empresa como especialistas em determinada área.

3 – Em W

Em adição aos dois caminhos no plano em Y, aqui é oferecido mais uma alternativa para o colaborador em ascensão. O plano em W permite que o funcionário possa escolher também a área de gestão de projetos.

Ou seja, é um mix entre liderança e especialização. Ele terá a chance de fazer um pouco dos dois.

4 – Horizontal

Aqui, a estrutura hierárquica da empresa é horizontalizada. Na prática, isso significa que todos os colaboradores estão no mesmo nível de hierarquia; o que muda são as responsabilidades atribuídas, benefícios e remuneração. 

5 – Em rede 

O plano de carreira em rede oferece ainda mais opções do que o W que vimos anteriormente. A intenção é adequar o plano de acordo com o perfil, habilidades e afinidades de cada colaborador com determinadas áreas.

Quais são os benefícios do plano de carreira?

Saber como criar um plano de carreira para os seus funcionários pode trazer inúmeras vantagens para a organização – principalmente no que se refere à atração de talentos, à imagem da empresa no mercado e à retenção, satisfação e engajamento dos colaboradores.

Dentre os principais benefícios do plano de carreira, vale a pena destacarmos:

1 – Alocar profissionais em cargos adequados

O plano de carreira bem estruturado permite que a empresa possa distribuir os funcionários em cargos adequados ao perfil, às expectativas e às qualificações de cada profissional.

2 – Processo seletivos mais transparentes

Processos de seleção de talentos (interno ou externo) para qualquer cargo tendem a ser mais transparentes quando apoiados em um bom plano de carreira. Todos sabem os critérios de qualificação técnica e as metas para ocupar determinada posição na empresa.

3 – Redução da rotatividade

Ao perceber que ele tem chances reais de se desenvolver profissionalmente e crescer dentro da empresa, a tendência é que o colaborador opte por permanecer na organização e dar o seu melhor para alcançar posições melhores.

Isso contribui para reduzir a taxa de rotatividade de funcionários, também conhecida como turnover. Quando ela diminui, isso se traduz também em redução de custos para a empresa com rescisões, novos processos seletivos e onboarding de novos funcionários.

4 – Melhoria da imagem da empresa como boa empregadora

É muito bom para a reputação da empresa ser vista no mercado como uma boa empregadora; e a elaboração de um sólido plano de carreira contribui para isso. Dessa forma, a companhia consegue também atrair os melhores talentos.

5 – Aumento da produtividade

Quando o colaborador se sente valorizado pela empresa e tem uma perspectiva de futuro na companhia, ele se torna mais engajado com as metas e mais produtivo. Plano de carreira dá um gás para que ele continue dando sempre o seu melhor e entregando resultados de alto nível.

Como criar um plano de carreira para empresa?

Para fazer um bom plano de carreira para empresa, é necessário pensar de forma estratégica e alinhar os interesses dos funcionários com os da companhia. Nesse sentido, deve-se entender o perfil e as expectativas dos colaboradores, mapear os cargos, traçar metas, estabelecer os critérios de promoção, investir em treinamentos e monitorar o desempenho com indicadores, feedbacks e avaliações periódicas.

Quer entender melhor o passo a passo de como fazer um plano de carreira para empresa? Então continue a leitura!

Passo 1 – Conheça bem os seus funcionários

Um bom plano de carreira precisa ser relevante para os seus funcionários. Por isso, é determinante conhecer a fundo o perfil deles, suas ambições, qualificações técnicas, experiências anteriores e objetivos profissionais e pessoais.

A partir desse conhecimento, é possível estabelecer um plano que realmente faça sentido para eles e os motive a crescer junto com a empresa.

Passo 2 – Promova o alinhamento entre os objetivos da empresa e dos colaboradores

Não há como criar um plano de carreira sem que haja o devido alinhamento entre os objetivos da empresa e as aspirações pessoais e profissionais dos colaboradores. É necessário que ambos – companhia e funcionários – estejam na mesma página.

Passo 3 – Faça o mapeamento dos cargos da empresa

Para traçar a trajetória de ascensão que os funcionários poderão trilhar dentro da empresa, é preciso mapear todos os cargos e suas respectivas atribuições, remunerações e relações de hierarquia.

Esse passo é importante porque dá uma noção mais clara sobre as competências que deverão ser desenvolvidas para que o colaborador possa ocupar determinada posição.

Passo 4 – Defina os critérios para progressão de carreira

Depois de mapear todos os cargos, é hora de definir quais são os critérios de mobilidade na estrutura hierárquica. Ou seja, o que o colaborador precisa fazer para ser considerado apto a ocupar determinado cargo?

Você deve deixar claro, por exemplo:

  • o fluxo de progressão de carreira (estagiário, assistente, analista, gerente, coordenador, diretor, etc),
  • as competências necessárias,
  • o prazo mínimo de permanência para pleitear uma promoção ou transferência,
  • os critérios de avaliação,
  • o tipo de plano de carreira (W, Y, linha, horizontal, etc.)

Passo 5 – Estabeleça as metas para evolução no plano de carreira

Para que o colaborador possa alcançar seus objetivos profissionais dentro da empresa, é interessante estabelecer metas que, aos poucos, o deixarão mais próximo do que deseja.

As metas possuem prazos, o que ajuda a tornar o seu objetivo realizável.

Passo 6 – Ajude o colaborador a potencializar os seus pontos fortes

Para alcançar cargos maiores, o colaborador deve focar em seus pontos fortes e utilizá-los a seu favor. Por isso, o plano de carreira deve ter como prioridade as habilidades que o funcionário já domina em vez de desenvolver outras novas.

Isso não significa que ele não possa aprender novas competências, mas é mais vantajoso priorizar aquilo em que ele já é muito bom.

Passo 7 – Minimize os pontos fracos

É necessário tentar reduzir as fragilidades do colaborador e tentar aperfeiçoar os pontos fracos. Isso será crucial para que ele possa estar preparado para assumir cargos mais altos e enfrentar os desafios inerentes a essa nova posição.

Passo 8 – Promova treinamentos periódicos

É muito importante que os colaboradores estejam em constante atualização sobre métodos, técnicas, conhecimentos teóricos, comportamentos e habilidades práticas.

Dessa forma, para que os funcionários se tornem aptos para desempenhar novas atribuições em cargos mais altos, a empresa deve oferecer treinamentos periodicamente.

Passo 9 – Avalie o desempenho e dê feedback

A avaliação de desempenho serve para garantir que os colaboradores estão no caminho certo em direção aos seus objetivos de carreira dentro da empresa. Com base nos resultados observados, é possível sugerir melhorias que favoreçam a ascensão deles.

Em paralelo, o feedback é uma ferramenta indispensável para manter o profissional motivado e engajado. Ele permite que o funcionário tenha acesso a diferentes perspectivas sobre a sua atuação e saiba quais falhas corrigir.

Veja também: Modelo de avaliação de desempenho: 4 planilhas | Baixe agora!

Exemplo de plano de carreira de uma empresa

Não faltam bons exemplos de empresas que adotaram um plano de carreira de modo a oferecer para os seus colaboradores oportunidades de desenvolvimento profissional. Confira abaixo o case da Volkswagen.

Volkswagen

Na Volkswagen, os funcionários tem a oportunidade de fazer cursos para se especializarem em módulos no Brasil e também em outros países. Para ascender dentro da empresa, o funcionário passa por avaliações sobre o seu histórico profissional, o seu desempenho ao longo dos anos e o cumprimento de metas.

Além disso, neste exemplo de plano de carreira de uma empresa, a companhia avalia 10 competências que ela considera indispensáveis para o colaborador participar do programa de carreiras:

  1. visão estratégica,
  2. comunicação,
  3. foco no cliente,
  4. liderança,
  5. trabalho em equipe,
  6. empreendedorismo,
  7. disponibilidade para morar em outra cidade ou país,
  8. domínio da língua inglesa ou alemã,
  9. bom relacionamento interpessoal,
  10. noções de negociação.

O funcionário passa por uma série de treinamentos para que ele entenda, na prática, quais serão suas atribuições na nova posição e o que se espera dele em termos de resultados.

Plano de carreira e a experiência do funcionários

E então, ficou claro para você o que é, quais as vantagens e como criar um plano de carreira?

Saiba que, além de um bom plano de carreira, é necessário também que a companhia dedique esforços em oferecer a melhor experiência possível aos seus funcionários?

O employee experience é uma tendência que tem ganhado tração nos últimos anos, pois as empresas estão percebendo que a experiência dos colaboradores pode sim impactar o desempenho individual e coletivo.

Tendo isso em vista, que tal usar a tecnologia como aliada? A Zendesk tem uma solução de software de central de suporte interna para funcionários. Esse sistema de helpdesk simplifica o suporte, facilita o compartilhamento de informações e mantém as demandas dos funcionários organizadas e priorizadas – liberando as equipes internas para se concentrarem nas tarefas gerais.

Faça um tour por nosso produto e registre-se para iniciar o período de avaliação gratuita!