Ir para o conteúdo principal

Artigo 5 min read

IA na segurança e privacidade de dados: usos, impactos e riscos

Por Zendesk

Última atualização em 18 fevereiro 2024

Já considerou as aplicações, os impactos e os riscos da inteligência artificial (IA) na segurança e privacidade de dados?

Essa tecnologia tem se tornado amplamente adotada para mitigar erros, aumentar a produtividade da equipe, automatizar processos e personalizar abordagens e campanhas com base nos dados dos clientes.

Ao passo em que a IA se torna cada vez parte essencial da operação das empresas, é levantada uma discussão sobre a segurança e privacidade de dados.

No Brasil, muitos setores, como saúde, finanças e governo, têm regulamentações estritas para proteger os dados dos clientes.

As empresas precisam cumprir as regulamentações, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) para tratar os dados de forma transparente e segura.

Nesse sentido, a IA pode ser aplicada para coletar, armazenar e processar de grandes quantidades de dados e, sobretudo, na identificação de ameaças e prevenção às ameaças cibernéticas.

Quer saber mais sobre o impacto da IA na segurança e privacidade de dados?

Então, continue a leitura para conhecer tudo sobre o tema!

Resumo

    • As aplicações da IA na segurança e privacidade de dados devem estar em conformidade com as leis e normas do setor. Por exemplo, destaca-se a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) para preservar os dados pessoais.

    • Os impactos da IA na segurança de dados envolvem: eficiência na identificação de ameaças cibernéticas, implementação de medidas preventivas para reduzir riscos e autenticação efetiva de usuários, inclusive com biometria.

    • Para proteger os dados com IA, considere: a conformidade na coleta de dados, as técnicas de anonimização e criptografia, a revisão e avaliação regular dos riscos, a conscientização sobre os riscos de segurança e mais.

Conteúdos relacionados

Neste artigo, você aprenderá

Legislações e regulamentações relacionadas à privacidade de dados

Antes de entender qual o impacto da IA na segurança e privacidade de dados, é importante estarmos por dentro das regulamentações relacionadas ao tema.

Um dos temas mais quentes dos últimos anos foi, sem dúvidas, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A LGPD é uma legislação brasileira que estabelece regras sobre o tratamento de dados pessoais no Brasil, para garantir que tenhamos maior controle sobre nossas informações pessoais por meio da imposição de obrigações às empresas em relação à coleta, armazenamento e processamento de dados.

Veja alguns exemplos de regras que a LGDP impõe às empresas:

  • Art. 42. O controlador ou o operador que, em razão do exercício de atividade de tratamento de dados pessoais, causar a outrem dano patrimonial, moral, individual ou coletivo, em violação à legislação de proteção de dados pessoais, é obrigado a repará-lo.
  • Art. 46. Os agentes de tratamento devem adotar medidas de segurança, técnicas e administrativas aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais ou ilícitas de destruição, perda, alteração, comunicação ou qualquer forma de tratamento inadequado ou ilícito.
  • Art. 48. O controlador deverá comunicar à autoridade nacional e ao titular a ocorrência de incidente de segurança que possa acarretar risco ou dano relevante aos titulares.

Você pode consultar toda a regulamentação da Lei Nº 13.709 clicando neste link

Qual é o impacto da IA na segurança de dados?

Assim como os processos organizacionais e a comunicação com os clientes, a IA também possui um impacto significativo na segurança de dados.

Deixe a IA cuidar do trabalho e tenha mais produtividade

Entenda quais são as principais aplicações da IA na segurança e privacidade de dados:

Identificação de ameaças

As IAs possuem algoritmos de machine learning que podem coletar e analisar um grande volume de dados em tempo real. Desse modo, a IA reconhece padrões e identifica possíveis ameaças cibernéticas que podem impactar a segurança dos dados com agilidade e eficiência.

Implementação de medidas preventivas

Ao identificar ameaças e ataques, a empresa pode definir estratégias preventivas que fortaleçam a segurança dos dados. Graças à IA, isso pode ser feito em tempo real, reduzindo os riscos mais rapidamente.

Autenticação de usuários

Você deve ter percebido que, nos últimos anos, o processo e login em sites e aplicativos mudou significativamente.

A IA viabilizou uma proteção mais reforçada para evitar que os acessos sejam ameaçados.

Dentre os mecanismos de autenticação que a IA proporcionou, destacam-se:

  • reconhecimento biométrico e facial;

  • análise comportamental;

  • detecção de fraudes;

  • autenticação adaptativa.

Contudo, apesar desses benefícios, existem riscos notáveis na utilização da IA na segurança e privacidade de dados. Veja, no próximo tópico, quais são os principais riscos de segurança e privacidade de dados na era da IA.

Principais riscos de segurança e privacidade de dados na era da IA

Devemos sempre ter em mente que a IA, apesar de estar cada vez mais próxima do comportamento humano, é apenas uma máquina.

Isso significa que a leitura dos dados através da IA não contém contextualização, isto é, é feita apenas por padrões pré-estabelecidos.

Um dos riscos de segurança e privacidade de dados na era da IA está relacionado aos vieses que podem produzir, reforçando preconceitos e desigualdades injustas. Um exemplo disso é o processo de recrutamento e seleção feito em plataformas que realizam a triagem de candidatos por IA.

Além disso, caso os modelos de IA não estejam devidamente estruturados, o sistema pode tomar decisões incorretas e fragilizar a segurança de dados. O mesmo acontece quando os próprios dados utilizados pela IA são manipulados para enganar o sistema.

Como proteger dados com inteligência artificial?

Para garantir que a IA funcione adequadamente e promova a proteção dos dados de acordo com a legislação, é preciso que medidas importantes sejam consideradas.

Ofereça o melhor suporte, não importa o canal de atendimento

Confira, a seguir, as melhores práticas para proteger dados em um ambiente com inteligência artificial:

  1. a coleta de dados deve ser feita de forma ética e em conformidade com a LGPD;

  2. certifique-se de coletar somente os dados realmente necessários;

  3. utilize técnicas de anonimização e criptografia para proteger os dados pessoais;

  4. revise e avalie os riscos regularmente;

  5. tome decisões rapidamente para reduzir riscos identificados pela IA;

  6. promova a conscientização sobre os riscos de segurança e privacidade de dados. Veja o case da campanha do Itaú sobre privacidade de dados.

Lembre-se de que quando a IA na segurança e privacidade de dados é utilizada de forma transparente, pode se tornar uma importante aliada na construção da confiança do consumidor e na entrega de uma experiência do cliente pautada na reciprocidade.

Para tornar a sua relação com o cliente ainda mais próxima, que tal incorporar uma solução pensada especificamente para esses momentos?

Conheça o Zendesk Service, nosso software que tem um amplo leque de recursos de inteligência artificial.

Faça agora mesmo sua avaliação gratuita e aproveite todos os benefícios do Zendesk Service, escolhendo o plano que atende às suas demandas!

A Zendesk tem planos adaptados à realidade da sua empresa, seja ela grande ou pequena.

Histórias relacionadas

Artigo
7 min read

SAC 3.0 e SAC 4.0: conceitos, diferenças e principais tendências

SAC 3.0 e SAC 4.0 são a evolução do serviço de atendimento ao cliente, com ferramentas e tecnologias que visam melhorar a experiência do consumidor.

Artigo
7 min read

WhatsApp no atendimento ao cliente: principais tendências

Usar o WhatsApp no atendimento ao cliente já não é novidade. Além do suporte multicanal, a tendência é integrar IA nos apps de mensagem. Saiba TUDO!

Artigo
7 min read

Melhores livros de atendimento ao cliente [Parte 2]: +7 dicas

Qual o melhor livro de atendimento ao cliente? Confira uma lista atualizada com mais 7 sugestões de leitura indispensáveis para o customer success.

Artigo
11 min read

10 livros para abrir a mente e por que eles realmente funcionam

Top 10 livros para abrir a mente: sugestões de leitura para expandir seu conhecimento, amadurecer a mente e melhorar, como pessoa e profissional.