Artigo

O que é avaliação 90 graus para empresas? Guia simples e direto sobre o modelo

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 22 julho 2022
Última atualização em 22 julho 2022

Avaliação de desempenho é um termo que deixa muita gente apreensiva, com o coração acelerado e preocupado com o seu futuro na empresa. Entretanto, quando feita da maneira correta, a avaliação 90 graus é uma verdadeira estratégia de crescimento para gestores e colaboradores.

De fato, a avaliação de desempenho tem um papel central para empresas que buscam por crescimento. Por meio dessa prática é possível identificar lacunas e oportunidades que devem servir como trampolim para o crescimento de cada setor e profissional.

Na prática, a avaliação do desempenho dos colaboradores já é feita mesmo que informalmente pelos líderes, entretanto, ao definir as perguntas da avaliação 90 graus e estabelecer o que são critérios relevantes para essa análise, sua empresa reduz componentes subjetivos e individuais e passa a observar fatores que são realmente relevantes para alcançar os objetivos estratégicos do negócio.

Mas, afinal, o que é avaliação 90 graus? Como ela funciona? Existem outros modelos? O objetivo deste artigo é, justamente, responder a essas perguntas.

O que é avaliação 90 graus?

A avaliação 90 graus é um tipo de avaliação de desempenho em que o líder direto de um profissional analisa a performance do colaborador dentro do time. O objetivo é identificar pontos fortes e fracos, dentro da lista de critérios estabelecidos pelos líderes diretos e pelo setor de RH.

Entre os critérios que podem ser considerados estão:

  • competências comportamentais,
  • habilidades técnicas,
  • capacidade de cumprimento de metas,
  • qualidade do trabalho realizado e muitas outras.

Para que tudo isso funcione, entretanto, é preciso a definição dos indicadores que serão avaliados a cada pesquisa 90 graus, garantindo que o profissional será avaliado de acordo com critérios preestabelecidos e não por uma visão subjetiva de seu trabalho.

Se tudo isso for realizado da maneira correta, empresa e colaborador tem muito o que aproveitar de uma avaliação 90 graus, afinal, pontos de melhoria ficam mais claros e podem ser trabalhados com foco e dedicação.

O resultado é um crescimento de cada colaborador e, consequentemente, do time como um todo.

O desenvolvimento profissional e o reconhecimento profissional se tornam combustível para a motivação do funcionário e a empresa ganha com uma equipe em constante evolução, ampliando produtividade e resultados, rumo a alta performance

Leia também: Desempenho de equipe: como avaliar a produtividade dos funcionários que trabalham em home office?

Como a avaliação 90 graus funciona?

Entendido o que é avaliação 90 graus seguimos para a compreensão sobre como aplicar o modelo.

A seguir, criamos um passo a passo de como a avaliação 90 graus funciona:

  1. defina os critérios que serão avaliados, eles também podem ser entendidos como perguntas da avaliação 90 graus que devem ser respondidas pelos gestores ao avaliarem cada profissional. Esses critérios devem ser, preferencialmente, estabelecidos pelo o gestor direto do time e o setor de RH, e devem estar alinhados aos objetivos estratégicos da organização
  2. entre os critérios mais usados para avaliação 90 graus estão: pontualidade, capacidade de autogerenciamento, cumprimento de metas e prazos, domínio técnico dos processos, iniciativa, bom relacionamento com a equipe, e mais, 
  3. considere fazer a avaliação a partir de uma régua pontuação, por exemplo, de 0 a 5, em que 0 a avaliação é negativa e 5 a avaliação é muito positiva, 
  4. estabeleça a periodicidade da avaliação será aplicada. Geralmente, há um intervalo de 12 meses entre as avaliações, mas é possível reduzir, implementando, por exemplo, uma avaliação 90 graus semestral, 
  5. o gestor deve coletar as informações e fazer a avaliação de acordo com as informações, dados e indicadores que possui sobre cada colaborador, 
  6. com a avaliação pronta, dê um feedback individual para cada colaborador, 
  7. lembre-se de ressaltar pontos positivos, pontos de atenção e de melhoria. Preferencialmente, contribua para que o profissional saia dessa conversa com um caminho “do que fazer” definido, 

O objetivo da avaliação 90 graus não é confrontar os colaboradores, mas, ao contrário:

  • ajudá-los a identificar pontos que podem ser melhorados, 
  • alinhar expectativas entre eles e a empresa, 
  • ampliar a motivação de cada funcionário, 
  • contribuir para o crescimento individual e coletivo do setor. 

Avaliação 90 graus: vantagens e desvantagens

Existem muitas vantagens na realização de uma avaliação 90 graus, entre elas, a possibilidade de uma análise realizada pelo líder direto do profissional, o que possibilita uma identificação mais fácil de todos os pontos fortes e fracos.

Entretanto, exatamente essa mesma proximidade pode interferir nos resultados mais objetivos da avaliação. Esse é um ponto de desvantagem da avaliação 90 graus, mas que pode ser contornado.

Para isso, os critérios sobre os quais listamos acima precisam estar muito bem definidos, alinhados às necessidades da empresa, e usados para todos os colaboradores.

Em resumo, entre as vantagens de uma avaliação 90 graus estão:

  • assertividade e precisão por ser realizada pelo gestor do setor, ele já conhece mais sobre as dificuldades da área e pode direcionar os colaboradores de forma mais eficiente,
  • ajuda a identificar falhas comuns que podem ser sinal de problemas nos processos do setor, dessa forma, há mais chances de otimizar e resolver o problema na raiz,
  • maior capacidade de detectar os talentos da área, e mais.

Entre as desvantagens da avaliação 90 graus está, principalmente, a possibilidade de distorções que podem ocorrer devido à relação entre líder e liderado, seja em casos de uma boa relação ou em um contato já desgastado.

Diferenças da avaliação 90, 180 e 360 graus

Nem só de avaliação 90 graus se vive uma empresa, principalmente, porque a relação dentro das empresas não se resume à relação entre líder direto e liderados.

O desempenho de uma empresa e dos colaboradores também depende de outras relações como a existente entre os colaboradores que atuam juntos em um mesmo projeto. 

Para fazer esse tipo de análise, existem as avaliações 90, 180 e 360 graus. Entenda mais sobre cada uma, a seguir:

  • avaliação de desempenho 90 graus, o gestor avalia diretamente os seus liderados,
  • avaliação 180 graus, o gestor avalia diretamente os seus liderados, o colaborador faz uma autoavaliação e avalia o líder,
  • avaliação 360 graus, os líderes e liderados avaliam seus colegas de trabalho, gestores, superiores e subordinados, tudo isso permite uma visão geral da empresa e do funcionamento de cada área, bem como permite uma avaliação de cada profissional, para uma identificação mais profunda dos pontos fortes e fracos de cada setor, e da empresa como um todo.

Cada um desses modelos podem contribuir de forma particular para o crescimento de cada setor da empresa e do negócio como um todo.

Junto também é possível implementar outras opções de avaliação de desempenho, para setores específicos, como o de vendas.

Se a área comercial é uma preocupação para sua empresa, indicamos que acesse o material exclusivo e gratuito que a Zendesk criou: Modelo de avaliação de desempenho de vendedores: planilha com 4 metodologias para aplicar gratuitamente”. Faça o download da planilha e comece a medir os resultados da área e de cada profissional, além de identificar lacunas e pontos de melhoria.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis