Artigo

Como fazer formulários de contato? 4 passos simples e práticos

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 22 outubro 2021
Última atualização em 22 outubro 2021

Os formulários de contato são canais de comunicação cliente-empresa muito versáteis e eficientes em diversas situações. Logo, é uma boa ideia utilizá-los de maneira estratégica em seu site para estreitar o relacionamento com os consumidores.

Entretanto, para que serve cada modelo de formulário? Como se cria e se insere em uma página? Respondemos essas e outras dúvidas ao longo do artigo. Então, continue a leitura e aproveite!

O que são formulários de contato?

Os formulários de contato são canais de comunicação que conectam clientes com empresas por meio de um site. São aqueles campos de preenchimento que costumam ficar na página “Fale Conosco” ou “Contato”. No entanto, podem ser posicionados em diferentes páginas e espaços de um site, sendo utilizados com vários objetivos.

Para que servem os formulários de contato?

De maneira geral, é possível dizer que os formulários de contato servem para que os consumidores se comuniquem com uma marca.

Entretanto, como dissemos, eles podem ser usados com diversos objetivos, o que torna a sua classificação como “canal de comunicação” um pouco superficial.

Diante disso, listamos as principais formas que os formulários podem ser utilizados e explicamos a contribuição que cada modelo pode proporcionar ao seu negócio. Confira:

  • atendimento;
  • pesquisa com usuários;
  • coleta de feedbacks.

Atendimento

A primeira forma de uso que destacamos é a mais óbvia. Como já dito, os formulários de contato podem ser utilizados como um canal de atendimento adicional.

Essa é uma boa maneira de iniciar ou fortalecer uma estratégia omnichannel, tática que consiste em disponibilizar vários canais, tornando a jornada do consumidor mais fluida.

Além disso, os formulários são meios de comunicação intuitivos e, com um uso adequado das empresas, podem oferecer respostas com agilidade e eficiência.

Todos os pontos destacados aqui contribuem para a entrega de uma melhor experiência ao cliente. Inclusive, um dado do Relatório Zendesk de Tendências da Experiência do Cliente 2021 comprova isso: 65% dos clientes querem comprar de empresas que oferecem contato on-line rápido e fácil.

Pesquisa com usuários

Os formulários também podem ser utilizados para a realização de pesquisas com usuários. Essa forma de uso é bastante útil quando o negócio está testando algo em seu site, deseja descobrir a causa de algum problema ou simplesmente quer entender o comportamento de seus clientes.

Nesse caso, o formulário costuma ser temporário. Afinal, ele apenas está no site para validar alguma funcionalidade ou hipótese. Sendo assim, geralmente aparecem como pop-ups quando o usuário realiza alguma ação específica.

Coleta de feedbacks

A coleta de feedbacks não deixa de ser uma pesquisa com os usuários. Contudo, neste caso, o formulário costuma ser fixo no site, servindo para medir a satisfação do cliente e entender como a experiência pode ser melhorada.

Por isso, estes tipos de formulários geralmente utilizam o método Net Promoter Score (NPS) para medir a satisfação dos usuários.

Como fazer um formulário de contato?

Agora você já sabe o que são e para que servem os formulários de contato. Entretanto, ainda é preciso entender como eles são feitos, certo? Sendo assim, listamos um passo a passo a seguir:

  1. defina seu objetivo;
  2. determine quais dados serão coletados;
  3. construa o formulário ou baixe um plugin;
  4. acompanhe os resultados.

1. Defina seu objetivo

Como mostramos, os formulários de contato podem ser utilizados com diversos intuitos. Logo, o primeiro passo para fazer um é identificar e definir quais são os seus objetivos.

Por exemplo, caso seu objetivo seja disponibilizar mais um canal de atendimento aos seus clientes, o caminho é criar uma página “Fale Conosco” e construir um formulário lá.

Importante salientar que não se deve apenas refletir sobre o porquê da inclusão do formulário no seu site. Também é vital estabelecer metas realizáveis e claras. Elas servirão para mensurar os resultados da implementação.

2. Determine quais dados serão coletados

Em seguida, é hora de determinar quais informações serão coletadas, o que depende do propósito definido na etapa anterior.

Um formulário que possui o intuito de ser um canal adicional pode coletar apenas o nome, o e-mail e a solicitação do cliente. Já um de pesquisa com usuários não precisa dos dados pessoais, pois tem o foco em perguntas relacionadas à experiência.

A nossa recomendação é que se colete apenas os dados indispensáveis para os objetivos definidos. Assim, evita-se que o formulário fique complexo e segue-se as determinações da Lei Geral Proteção de Dados (LGPD).

Uma das normas da LGPD determina que a coleta de dados precisa ter um motivo e que apenas as informações essenciais para esse fim devem ser coletadas. Além disso, a finalidade deve ser descrita de maneira clara no termo de consentimento.

Para saber mais sobre essa lei, leia este artigo: LGPD comentada: conheça as normas com uma linguagem clara.

3. Construa o formulário ou baixe um plugin

Agora que as etapas de planejamento já foram executadas, deve-se partir para a construção do formulário. No entanto, isso é algo que envolve muitas variáveis, pois depende da estrutura do site.

Um domínio criado por desenvolvedores muito provavelmente apenas aceitará mudanças com a implementação de um código HTML. Se esse for o caso da sua empresa, procure a ajuda de um desenvolvedor ou do departamento qualificado.

Contudo, caso o site do seu negócio utilize um sistema de gestão de conteúdo (CMS), como o WordPress, o processo pode ser bem mais simples e prático. É possível criar o formulário “na mão” com um construtor, como o Elementor, ou apenas adicionar um plugin. Os mais conhecidos e usados são os seguintes:

  • Contact Form 7;
  • Gravity Forms;
  • WPForms;
  • Ninja Forms.

4. Acompanhe os resultados

Por fim, deve-se acompanhar os resultados alcançados com os formulários para entender se as metas definidas na primeira etapa estão sendo conquistadas.

Afinal, de nada adianta implementá-los e “largá-los”. O ideal é que haja um acompanhamento próximo para entender o impacto nos indicadores da empresa.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.