Artigo

Planejamento estratégico de marketing: como fazer + plano de marketing

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 7 julho 2022
Última atualização em 7 julho 2022

Se você chegou até esse conteúdo, das três uma:

  • é um novo empreendedor e quer entender mais sobre marketing e suas estratégias;
  • não é novo no mercado, mas quer descobrir como melhorar suas vendas e expandir o nome da sua marca com o marketing;
  • é um estudante de marketing e está a procura de mais embasamento para a sua formação.

Independentemente do perfil que se encaixe, é preciso deixar claro que um planejamento estratégico de marketing bem feito é capaz de impulsionar os números de uma empresa. Alguns deles relacionados a base de clientes e consolidação da marca.

Mas, para os resultados serem positivos é preciso muito estudo e análises de métricas e dados relacionados a cenários internos e externos. Não dá mais para se basear no “feeling” para tomar decisões que impactam diretamente no futuro da empresa. 

Atualmente, o marketing, mais precisamente o marketing digital, está presente nas estratégias de várias empresas do Brasil e do mundo. Na pesquisa “Maturidade do Marketing Digital e Vendas no Brasil” foi revelado que, das empresas analisadas, 94% utilizam a estratégia de marketing digital para o crescimento próprio.

Portanto, para ir na direção de um desenvolvimento saudável é muito importante fazer o planejamento de ações de marketing. Para te ajudar nessa tarefa, preparamos um conteúdo completo sobre o assunto. 

Continue por aqui para aprender sobre os tópicos abaixo.

  • O que é planejamento estratégico de marketing?;
  • Por que fazer?;
  • 7 dicas para fazer o seu planejamento estratégico de marketing;
  • Plano de marketing: como fazer? Passo a passo completo.

Boa leitura!

O que é planejamento estratégico de marketing?

Antes de aprender as dicas para montar o planejamento estratégico de marketing da sua empresa é preciso entender antes o que ele é. Afinal como avançar sem ao menos conhecer o básico?

Podemos conceituá-lo como um documento que está sempre em movimento. Ficou confuso? Imagine a seguinte situação:

Carlos montou o primeiro planejamento de ações de marketing da sua empresa e não o atualiza periodicamente baseado nas mudanças do mercado e cenários macro e microeconômicos. 

Qual a probabilidade da empresa de Carlos evoluir? Concorda que é quase inexistente?

Um planejamento estratégico precisa acompanhar o desenvolvimento daquilo que é importante para o crescimento da empresa. Como, por exemplo:

  • análises do mercado em que está inserido;
  • comportamento consumidor da base de clientes;
  • cenário macroeconômico que pode impactar nas vendas da empresa;
  • acompanhamento das metas e objetivos;
  • comportamento da concorrência.

É muito importante que todas as análises relevantes para as estratégias de crescimento da empresa estejam inseridas no documento de planejamento estratégico de marketing. Assim será possível sempre visualizar de maneira simples e rápida o que precisa ser melhorado ou incentivado. 

Por que fazer?

Agora que entendeu o que é planejamento estratégico de marketing, acompanhar as principais dicas para realizá-lo vai ser mais simples. Mas antes, quais são os principais motivos para fazer um planejamento estratégico de marketing na sua empresa? 

Como já citamos neste conteúdo, ele serve como uma base para analisar o desenvolvimento da empresa nos diversos setores existentes nela. No entanto, não é só isso. 

Um bom planejamento estratégico tem o objetivo de ser um guia com o que é necessário fazer para obter um desempenho cada vez melhor. Além disso, um planejamento de ações de marketing deve ser agregador 

Como assim?

Tudo em uma empresa está interligado! Portanto, mesmo que um planejamento estratégico de marketing seja feito pela equipe deste setor, ela precisará da colaboração de todas as outras equipes da empresa. 

O motivo é que será necessário diversas informações como, por exemplo, do setor de vendas e de atendimento ao cliente

Esses dois setores terão informações mais específicas acerca da base de clientes e do comportamento do consumidor com a empresa. Assim como o setor financeiro terá dados mais precisos acerca dos gastos e receitas da organização. 

Ou seja, é um processo que pode ser demorado mas que garante muitos benefícios se bem realizados. 

7 dicas para fazer o seu planejamento estratégico de marketing

Até aqui você já aprendeu o que é planejamento estratégico de marketing e a importância de fazê-lo em sua empresa. Mas vamos combinar que você não chegou até aqui apenas para isso, né?

Afinal, como colocar um planejamento estratégico de marketing em prática? Existem diversas etapas que podem se encaixar bem nos objetivos da sua empresa, mas sete se destacam.

Antes de apresentá-las é importante citar que o planejamento é adaptável. Como já explicamos anteriormente, é um documento dinâmico e participativo. 

Lembre-se sempre também que ele deve se basear em análises e dados reais dos cenários internos e externos que envolvem seu negócio. Dito isto, as sete dicas para fazer o seu planejamento estratégico de marketing são: 

  • defina a buyer persona da sua empresa;
  • analise os cenários;
  • estabeleça suas metas e objetivos;
  • defina seu MIX de Marketing;
  • elabore o plano de ação;
  • defina um cronograma e orçamentos;
  • mensuração e acompanhamento de resultados.

Confira os detalhes de cada uma a seguir. 

1- Defina a buyer persona da sua empresa

Entender como é o comportamento consumidor da sua atual base de clientes não é o bastante para começar um planejamento estratégico de marketing. Afinal, uma das maneiras de desenvolver a empresa é aumentar essa base de clientes.

E como se faz isso? Encontrando clientes potenciais.

Para encontrá-los é essencial que se defina a buyer persona da sua empresa. A buyer persona é um personagem em parte fictício que representa as principais características desse público potencial e quem a empresa quer captar. 

É importante citar que essas características não são retiradas “do nada”. Elas se baseiam em estatísticas e métricas de comportamento do seu público atual e alvo. 

Entenda mais sobre o assunto no post: O que é buyer persona e a importância no atendimento ao cliente.

2- Analise os cenários

A segunda dica para fazer um bom planejamento estratégico de marketing é realizar uma análise dos cenários internos e externos da empresa. É importante que a maioria das nuances que impactam a empresa sejam analisadas.

Um método muito conhecido para realizá-las de maneira mais simples é a matriz SWOT ou FOFA se “aportuguesada”. Nela cada letra representa um fator que é importante ser avaliado. 

  • Strenghts/ Força: quais vantagens sua empresa possui internamente?;
  • Weaknesses/ Fraquezas: quais desvantagens sua empresa possui internamente?;
  • Opportunities/ Oportunidades: reconheça as vantagens externas à empresa;
  • Threats/ Ameaças: é preciso também reconhecer as desvantagens externas.

Respondendo esses fatores já é possível obter bastante detalhe acerca do funcionamento da empresa. A partir deles, é interessante colocar todos os pontos que precisam de atenção, os que anseiam melhorias e aqueles que devem ser encorajados.

3- Estabeleça suas metas e objetivos

A terceira dica vai fazer com que todos sigam o mesmo caminho. Estabelecer metas e objetivos bem definidos dentro de um planejamento estratégico de marketing servirá como um norteador do que fazer para alcançá-los. 

Além disso, é preciso deixar claro que metas e objetivos possuem suas diferenças de detalhes. Enquanto o objetivo apresenta onde a empresa quer chegar, as metas funcionam como o roteiro para o sucesso. 

Lembre-se sempre que eles precisam seguir uma base racional e acompanhar os valores da organização. 

4- Defina seu MIX de Marketing

Em um planejamento estratégico de marketing é muito importante que sejam definidos os MIX de Marketing, ou 4Ps da empresa. Eles serão, basicamente, os pilares de toda a sua estratégia. 

Sua formação consiste em identificar:

  • Produto;
  • Preço;
  • Praça;
  • Promoção.

O produto deve detalhar tudo sobre o que você oferta. Por exemplo, os atributos físicos e sentimentais e a demanda no mercado.

Já no preço os detalhes são todos acerca da precificação do produto e das estratégias utilizadas. Assim como todos os custos e lucros advindos dele. 

A praça é o local onde seus clientes encontram seu produto. É loja física ou e-commerce? Além disso, ela também engloba as questões de logística e distribuição.

A última etapa é a da promoção. Nela serão elencadas todas as estratégias que poderão ser utilizadas para o reconhecimento da sua marca. 

5- Elabore o plano de ação

Com todas as etapas anteriores bem definidas é hora de aplicar o planejamento de ações de marketing. É muito importante que o plano de ação seja bem detalhado, dividindo cada tarefa para o grupo correspondente.

Lembra que explicamos que um planejamento precisa ter a participação de todos os colaboradores? Nesta etapa não é diferente.

Reúna, pelo menos, todos os gestores dos setores da sua empresa para aplicar um plano de ação relevante para cada área. Mas não se esqueça que esse roteiro precisa seguir uma base de análises e estatísticas, além dos objetivos da empresa.

6- Defina um cronograma e orçamentos

Feito o plano de ação é hora de definir cronogramas para o funcionamento de cada etapa. Além de, claro, orçar quanto cada uma valerá. 

No cronograma devem estar detalhados:

  • quais atividades;
  • por quem serão realizadas;
  • em quanto tempo serão finalizadas.

Para fazer esse processo ser mais fluido, existem diversas ferramentas de gestão de projetos que podem ajudar. Um bom exemplo é o Trello, a visualização facilitada em quadros e dividida em grupos deixa tudo mais organizado e simples.

Já na questão orçamentária, é preciso estar em contato com a equipe financeira da organização. Eles terão informações mais precisas sobre o quanto pode ser investido em estratégias de marketing.

7- Mensuração e acompanhamento de resultados

A última etapa de um  planejamento estratégico de marketing eficiente é o acompanhamento dos passos anteriores. Essa ação é essencial para a evolução da empresa.

É importante que os indicadores chave de rendimento (KPIs) sejam monitorados. Essa análise permitirá que qualquer imprevisto seja rapidamente contornado.

Além disso, caso a evolução da estratégia de marketing não esteja como o esperado, esse acompanhamento também tornará essa visualização mais simples. Encontrando a raiz do “problema” basta reprogramar a rota do planejamento.

Complemente seu conhecimento: Gestão de KPIs: o que é, como definir e como fazer.

Plano de marketing: como fazer? Passo a passo completo

Plano de marketing? Mas esse termo não tem o mesmo significado do planejamento estratégico de marketing? 

Essa é uma dúvida comum entre quem está começando a se inserir no mercado ou nos assuntos da empresa. Mas, respondendo às questões: eles não são a mesma coisa. 

É certo dizer, porém, que um não vive sem o outro. O motivo é que o plano de marketing engloba o planejamento estratégico da área. 

Entenda o que é o plano de marketing, como fazer e o passo a passo com as três etapas de implementação. Confira a seguir. 

Planejamento

Nessa primeira etapa do plano de marketing o foco é em mostrar e entender o que é a sua empresa. Aqui estão incluídas análises do mercado, clientes, concorrentes, cenário interno e externo, além das metas e objetivos. 

Neste ponto, não há tanto problema de uma análise um pouco mais superficial. O motivo é que essas etapas serão aprofundadas no planejamento estratégico. 

Implementação

É na etapa de implementação que está alocado o planejamento estratégico de marketing. Além disso, é nesta fase do plano de marketing que o “como fazer” tem uma primeira aparição. 

Na implementação, o plano de ação começa a tomar forma. É importante que já aqui sejam elencados as atividades que deverão ser realizadas, quem irá desenvolvê-las e em quanto tempo. 

Avaliação

A última etapa é a de avaliação dos processos. Aqui é onde será analisado se tudo está seguindo como o planejado, se as estratégias estão sendo bem executadas e se existem pontos a serem melhorados.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis