Artigo | 11 min read

Controle de vendas: como desenvolver o crescimento comercial na sua empresa

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Última atualização em 3 junho 2022

O controle de vendas é um ponto chave para o sucesso e crescimento da sua empresa. Você já parou para analisar como anda essa etapa no seu negócio?

O objetivo principal de qualquer empreendimento é o lucro. Para lucrar é preciso vender seus produtos e serviços, mas para que esse processo seja eficiente você precisa do controle de vendas.

A melhora do desempenho das vendas não é dada por um fator isolado, mas sim pelo funcionamento eficiente e integrado de várias etapas e setores.

O controle de vendas não se baseia somente no comercial, ele precisa andar lado a lado com o marketing, o financeiro e estoque, para que todo processo flua para entregar valor ao cliente final.

É preciso também implementar estratégias, engajar a equipe e acompanhar de perto cada etapa da negociação.

Continue a leitura e veja como melhorar seu processo comercial e aumentar suas vendas, lucros e satisfação dos clientes.

O que é controle de vendas?

O controle de vendas engloba diferentes processos e setores dentro da empresa a fim de aprimorar o fluxo de vendas.

Isso se dá desde o recebimento da matéria-prima, passando pelo processo comercial, acompanhamento do trabalho dos vendedores, até o envio e recebimento da mercadoria pelo cliente. 

De forma geral, controlar as suas vendas significa acompanhar e registrar cada transição, monitorar a equipe, analisar dados e criar estratégias que buscam a melhoria contínua dos resultados.

Quando o controle do processo comercial é feito com eficiência, permite identificar gargalos operacionais e oportunidades para aumentar as vendas.

Qual a importância do controle de vendas?

O controle de vendas ajuda na saúde financeira, já que a sobrevivência de qualquer negócio depende dos recursos que entram, geralmente, através da venda de produtos.

Ao acompanhar o processo de vendas é possível tomar atitudes que levem ao aumento das vendas, tais como o engajamento do time comercial, identificação dos melhores produtos, períodos de maior venda, marketing para captar novos clientes, entre outros.

Os principais benefícios ao melhorar o controle das vendas são:

Planejamento a longo prazo

O controle de vendas permite saber exatamente os produtos que têm mais apelo junto ao consumidor e qual a melhor época de vendas.

Com esses dados, é possível realizar um planejamento de compras futuras e de retorno financeiro.

Isso se estende por todas as áreas da empresa. Permitindo que o empresário se programe tanto para o corte de gastos, quanto para a contratação de mais funcionários ou acordos com fornecedores.

Ou seja, o controle de vendas deixa tudo mais previsível, evitando que surpresas interfiram negativamente no caixa da empresa.

Melhor controle financeiro

O controle das vendas, juntamente com o controle do fluxo de caixa permite que a área financeira da empresa esteja sempre em dia.

Além da previsibilidade do fluxo de caixa futuro, é possível saber também quanto há de capital de giro para fazer investimentos em seu negócio que resultem em maiores vendas.

Maior controle de estoque

O controle de estoque garante que a empresa tenha a quantidade adequada de mercadorias seja para ter condições de atender à demanda dos clientes, bem como para evitar que mercadorias fiquem paradas, resultando em dinheiro parado.

Controlando as vendas também fica mais fácil negociar com fornecedores e se programar para épocas de alta de vendas.

Como fazer o controle de vendas: dicas práticas

Para você entender tudo sobre esse assunto, selecionamos dicas práticas para aplicar agora mesmo na sua gestão de fluxo de vendas.

É importante investir tempo e se dedicar em cada uma delas para que todas as etapas do processo de vendas estejam alinhadas e funcionando em plena harmonia.

Afinal, um detalhe pode gerar gargalos no sistema de vendas e impedir que a empresa lucre como deveria. Lembre-se sempre de que o setor comercial é o combustível para manter o negócio financeiramente saudável ao longo dos anos. Por isso, é vital para o crescimento corporativo que esse departamento tenha alta performance diariamente.

Porém, o alto desempenho só pode ser alcançado se a gestão olhar atenciosamente todas as fases do processo de vendas, desde a prospecção e o cadastro de clientes até o pós-venda.

Percebeu que o controle de vendas integra diversos processos, não é mesmo? E vamos detalhá-los agora para você potencializar o seu faturamento de maneira saudável.

1. Registre suas vendas

Pode até parecer básico demais, mas a verdade é que muitos negócios não possuem registro de todos os dados de suas vendas. Há também os que armazenam as informações, mas de forma desorganizada, improdutiva e complexa.

Por isso, é essencial que você registre todas as informações sobre as operações efetuadas pela organização, como dados completos do produtos vendidos, quantidade, forma de pagamento, ticket médio, dados do cliente, entre outras.

Se utilizar softwares inteligentes e que se integrem com outras plataformas, como o CRM, fica muito fácil e rápido cadastrar automaticamente esses dados e verificar relatórios com indicadores e métricas estratégicas.

Ao ter esses dados em mãos, fica muito mais fácil realizar o controle de vendas ideal, entendendo possíveis cenários de faturamento, sazonalidades, gestão do estoque e de fornecedores etc.

Outra vantagem de manter um sistema de vendas é ajustar planejamentos estratégicos, metas dos vendedores e o que deu errado em uma negociação, por exemplo.

2. Defina metas

Como ter o controle de vendas se você não sabe aonde quer chegar? Por isso, o planejamento estruturado, com metas e prazos, é fundamental.

É a partir do objetivo determinado que todos os esforços serão planejados para atingi-lo. Só dessa forma é possível criar estratégias de vendas eficientes.

Lembramos que as metas precisam ser claras, objetivas e mensuráveis. Para isso, comece analisando a situação atual do negócio, determine os pontos de melhorias, defina um objetivo, crie um planejamento, acompanhe métricas de desempenho e saiba o momento certo de ajustar estratégias para alcançar o resultado esperado.

3. Capacite a equipe de vendas

Não adianta implementar todas as práticas de um bom controle de vendas se o seu time não é treinado regularmente e motivado a dar o seu melhor.

O treinamento de equipe é fundamental para potencializar o desempenho individual e coletivo, solucionar problemas e mostrar a direção que os vendedores devem seguir.

Uma equipe bem-treinada é garantia de processo de vendas mais eficaz e aumento da vantagem competitiva da empresa.

Há diversas formas de capacitação de equipe, como eventos corporativos, workshops, palestras, cursos presenciais internos e externos e ainda ensino à distância.

4. Seja parte do time

Além de treinar a equipe, esteja presente no dia a dia do trabalho dos vendedores. Acompanhe os resultados, entenda quais vendedores são destaques e quais precisam de ajuda para melhorar o seu desempenho.

Entenda todo o fluxo de vendas e as necessidades do time durante as negociações. Dê e escute feedbacks para estreitar a relação com os vendedores e contribuir para o crescimento profissional de todos.

5. Crie um mapa do fluxo de vendas

Deixe claro para a sua equipe quais são as etapas de vendas da empresa. Assim, é possível padronizar o processo de vendas e saber como fazer o controle de vendas.

Com o fluxo de vendas bem organizado e estruturado, todos saberão de forma clara e rápida como devem agir.

Inclua, por exemplo, informações e passo a passo de prospecção, apresentação da empresa, modelo da proposta comercial, possibilidades de realizar follow-up e como agir no fechamento do negócio.

6. Crie o seu funil de vendas

O vendedor só pode oferecer um atendimento personalizado se ele conhecer a fundo os clientes e os potenciais clientes, certo? Logo, a criação de um funil de vendas da empresa é essencial para esse processo.

Por meio do funil, é possível entender em qual etapa de vendas o cliente se encontra e quais são as reais necessidades e os problemas que ele enfrenta.

Caso ele ainda seja um lead, o momento é de enviar informações mais abrangentes e superficiais sobre as soluções do negócio, educando-o e despertando nele interesse nos seus produtos ou serviços.

Se ele já é um cliente da empresa, é possível estreitar o relacionamento, saber suas preferências e entender o seu padrão de comportamento de compra, por exemplo.

O funil de vendas é um diferencial na experiência do cliente com a marca. Por meio dele pode-se saber o momento ideal de fazer uma proposta.

7. Faça a gestão do estoque

Imagina só o vendedor da sua empresa vender algo que já acabou? Ou então deixar de oferecer um produto porque ele está como esgotado no sistema, mas, na verdade, está presente no estoque?

Para o controle de vendas ser realmente eficiente é preciso ter um controle de estoque eficaz. É necessário registrar todas as movimentações de entrada e saída de compras, saber quais produtos são os mais vendidos, qual época do ano demanda mais determinadas mercadorias, entre outras ações.

8. Acompanhe indicadores de desempenho

Como saber se o controle de vendas está funcionando? Como saber se as metas estão sendo alcançadas? Apenas com o acompanhamento regular das métricas de performance individuais e coletivas.

Essa análise, quando feita de forma periódica, contribui para a potencialização da gestão. Afinal, o gestor poderá entender seus custos, reduzir gastos, saber suas perdas e como está a produtividade do time.

9. Invista em tecnologia

O controle do setor comercial fica muito mais fácil e ágil com o suporte de sistemas integrados, que reúnem todas as informações em um só lugar.

Além da facilidade de acesso a dados e a métricas, é possível automatizar tarefas rotineiras e elevar a produtividade da equipe, que fica com mais tempo para desempenhar ações estratégicas.

Para realizar o controle de vendas completo, esse processo precisa ser rápido, certo? Se todos os registros e cálculos são feitos à mão, a análise de performance pode demorar semanas para acontecer. Mas, com softwares informatizados, esses dados e relatórios são gerados em poucos minutos.

Ferramentas de gestão são essenciais para a previsão de vendas assertivas e a excelência da gestão e do controle de vendas.

Como otimizar seu controle de vendas

Para fazer o controle de vendas de forma eficiente é necessário acompanhar todos os processos que o envolvem. Por isso, esse controle envolve muito mais do que o setor comercial.

O marketing, o financeiro, o estoque e o atendimento ao cliente também devem estar integrados para garantir que as vendas ocorram da melhor forma. 

Para ter um exemplo simples de como todas essas áreas são imprescindíveis, pense em uma venda.

O cliente chega atraído pelo marketing, a equipe de vendas fecha o pedido, o produto vendido precisa ser baixado do estoque, se fatura e emite a nota fiscal, assim como o boleto de cobrança.

Depois de tudo isso concretizado, ainda há a atuação do financeiro para o controle do pagamento e do pós-venda para averiguar a satisfação do cliente e idealizá-lo para novas vendas.

Ainda existem mais processos além dos apresentados. Então, é realmente muita coisa para acompanhar manualmente. Se você tiver todo esse processo informatizado e sob controle, conseguirá automatizar, otimizar e supervisionar todas as etapas.

Com um sistema ERP esse controle de vendas fica centralizado em um único software, organizando as informações das vendas, automatizando tarefas e aumentando a produtividade do seu time. 

A vantagem deste sistema é que as altas e baixas dos produtos são feitas automaticamente no momento em que as transações são feitas. Além disso, é possível emitir relatórios que auxiliam na identificação de problemas.

O ERP também facilita o financeiro, permitindo a emissão de notas fiscais com rapidez, boletos bancários, cadastros de clientes e demais ferramentas relevantes para o melhor controle de vendas.

O que você acha de utilizar um ERP e controlar todo seu negócio em uma única tela?

O GestãoClick é um sistema ERP online que auxilia a gestão empresarial de micro, pequenas e médias empresas com um dos melhores custos-benefícios do mercado.  

Com um sistema intuitivo, você controla o financeiro, cadastros, vendas, estoque, relatórios e emissão de notas fiscais, além de integrar o software com o sistema contábil do seu contador, e integração com as principais lojas virtuais e meios de pagamentos. 

Fique atento às necessidades da sua empresa. Seja qual for o ramo do seu negócio, certamente o controle de vendas merece atenção especial.

Logo que você começar a desenvolver o comercial de sua empresa, poderá notar os benefícios na prática.

Este conteúdo foi produzido pela equipe do ERP GestãoClick.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis