Artigo

Entenda a diferença entre métrica e KPI e saiba como usá-los para melhorar os resultados da sua empresa

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 11 Mai 2021
Última atualização em 11 Mai 2021

Se a sua empresa busca aprimorar as estratégias utilizadas em setores como marketing, vendas e financeiro e deseja melhorar os resultados obtidos, é importante que saiba como mensurar os objetivos definidos. Para isso, é fundamental saber a diferença entre métricas e KPI e como utilizá-los na avaliação do seu negócio.

As métricas permitem mensurar, monitorar e gerir estratégias, enquanto os KPIs (key performance indicators), ou indicadores-chave de desempenho, indicam o resultado de uma ação, seja de forma numérica ou percentual.

Uma confusão comum é não saber a diferença entre métricas e KPIs e usar esses termos como se fossem a mesma coisa. Isso pode ter um impacto negativo enorme em como a sua empresa desenha e implementa as estratégias.

Por isso, é fundamental entender para que serve cada um desses indicadores e como utilizá-los da melhor maneira.

Principais diferenças entre métrica e KPI

Tanto as métricas quanto os KPIs trazem respostas ao planejamento estratégico da sua instituição e são indicadores da gestão.

As métricas são utilizadas como base para os KPIs. Esses indicadores darão continuidade para as informações das métricas e irão além, dando informações sólidas para melhorar a estratégia do seu negócio.

Em resumo, as métricas são a informação no estado bruto e os KPIs são os indicadores definidos pelos gestores para analisar o desempenho e os resultados da organização. Esses indicadores matemáticos e estatísticos auxiliam a explicar numericamente o resultado de ações da empresa.

A avaliação de desempenho dos resultados deve ser feita por meio da interpretação das métricas e dos KPIs. Em geral, tanto um quanto o outro são avaliados em ações digitais, pois estão diretamente conectados ao mundo virtual.

Normalmente, os KPIs estão associados às metas de conversão e são colocados em relatórios para demonstrar os resultados alcançados.

Dois exemplos básicos de diferenças entre métricas e KP são:

Exemplo 1

  • Métrica: quantidade de funcionários
  • KPI: produtividade dos funcionários, com base em horas para cada atividade, versus resultado dos esforços

Exemplo 2

  • Métricas: pagamento e recebimento
  • KPI: fluxo de caixa

O KPI sempre irá trazer uma informação mais completa e valiosa para a estratégia da organização do que a métrica.

Ambos são importantes de serem mensurados e avaliados, afinal, os KPI são provenientes das métricas. Mas é fundamental saber detalhadamente as suas principais funções, para entender como utilizá-las no seu negócio.

O que é uma métrica?

A métrica é um número que mostra um comportamento, seja de consumidores, de questões internas, vendas, acesso ao site etc. Ela nos dá informações gerais sobre um negócio. Além disso, é a forma bruta de um indicador e normalmente não está associada a nenhuma meta de conversão.

Um cuidado muito importante que as empresas devem ter na hora de avaliar as métricas é a mensuração das chamadas métricas de vaidade. Elas costumam ser números que não dizem muito sobre a estratégia do negócio, mas que nos enganam pelo seu valor, como número de seguidores em redes sociais.

É justamente para melhorar a estratégia da empresa e avaliação das métricas que surgem os KPIs.

Exemplos de tipos de métricas:

  • Número de visitas ao site
  • Taxa de cliques de um conteúdo
  • Taxa de rejeição de uma página
  • Quantas pessoas compraram um produto

O que é KPI?

Os KPIs são indicadores criados a partir das métricas e tentam mensurar um objetivo traçado. Esses indicadores normalmente estão associados a algum tipo de meta, como metas de vendas por exemplo, dessa forma é possível avaliar o sucesso ou o fracasso de uma ação.

Com a utilização desses indicadores, é possível utilizá-los em relatórios para mostrar resultados. Os KPIs apontam os efeitos de investimentos feitos e podem ser utilizados em diversas áreas como na gestão de pessoas, em processos, gastos, produtividade, marketing, vendas, financeiro, produtividade das equipes, entre outros, e são definidos pelos gestores dessas áreas.

Isso ajuda na avaliação da performance organizacional, a analisar tendências do usuário e a aumentar as vendas da empresa.

Os KPIs ainda auxiliam a quantificar os resultados e direcionar recursos e esforços de maneira inteligente, com o objetivo de alcançar as metas da organização.

Eles também permitem uma maior comunicação entre os setores da empresa e orientam os gestores nas tomadas de decisões.

Exemplos de KPI

Entre alguns dos principais exemplos de KPIs utilizados por empresas para dimensionar o andamento das estratégias de negócio em áreas distintas estão:

  1. Taxa de conversão: pode ser relação entre conversão de visitantes para leads, de leads para oportunidades, ou de oportunidades para clientes
  2. Custo de aquisição do cliente (CAC): custo total de aquisição de novos clientes dividido pela quantidade de novos clientes
  3. ROI (retorno sobre investimento): mede a relação entre as métricas (1) dinheiro investido e (2) lucro ou prejuízo
  4. NPS (Net Promoter Score): é a probabilidade de clientes recomendarem sua marca
  5. Indicador de produtividade: esforço dos funcionários versus resultados entregues
  6. KPI de Logística tempo médio de entrega: tempo somado das entregas para realizar as entregas dividido pelo número de total de entregas
  7. Indicador de qualidade: mede a satisfação dos clientes por produto ou serviço entregue

Conheça também os 8 principais indicadores de vendas, como medir e otimizar para melhores resultados.

Como usar métricas e KPIs no seu negócio?

Apesar das diferenças entre métricas e KPIs, ambos devem ser utilizados para monitorar o andamento das metas da sua empresa e devem ajudar a assegurar o sucesso do seu negócio. É fundamental compreender os objetivos da análise das métricas e dos KPIs para que não se faça uma avaliação ou um diagnóstico errado da situação.

A análise tanto das métricas quanto dos KPIs devem ser frequentes para o aprimoramento do seu negócio, para a comparação entre os resultados e para melhorar constantemente o planejamento da empresa.

Mas, para isso, é fundamental que as informações sejam confiáveis, seguras e exatas. Os indicadores devem estar disponíveis para serem avaliados e observados em tempo real.

A sua empresa já utiliza uma solução para a área de vendas que te permita mensurar as principais métricas e KPIs do seu negócio? Conheça o CRM de vendas da Zendesk, um software que permite cruzar informações e gerar indicadores de fácil compreensão para a sua equipe e aumentar ainda mais as suas vendas e produtividade!

Software de CRM de vendas completo

CRM de vendas para melhorar a produtividade, os processos e a visibilidade do pipeline para as equipes de vendas