Artigo | 11 min read

Gestão 360 graus: otimize os resultados da sua empresa

Por Zendesk

Última atualização em 23 outubro 2023

A gestão 360 graus tem, como princípio, uma palavra-chave: integração. A estratégia permite que todas as áreas de uma empresa funcionem de forma complementar e contribuam de forma conjunta para o crescimento do negócio. 

Além disso, com rodadas de avaliação 360, os colaboradores entendem melhor como suas atuações individuais impactam os resultados macro da empresa. A prática, portanto, é importante para que todos trabalhem alinhados e busquem desenvolver uma cultura de alta performance. 

A seguir, vamos explicar melhor o que é a gestão 360 graus, quais são os benefícios para a equipe e também como aplicar os princípios da prática na sua empresa. 

Confira! 

O que é gestão 360 graus?

A gestão 360 graus é uma metodologia que tem, como base, uma visão panorâmica de um negócio, ou seja, como as partes individuais e equipes contribuem para a empresa como um todo. Com o modelo, identifica-se as fortalezas e fraquezas da estratégia do negócio, fazendo ajustes sempre que necessário. 

Leia também: Saiba como fazer gestão de equipes à distância

Porém, para que a metodologia funcione, é preciso que todas as equipes estejam integradas entre si e tenham clareza de como seus projetos têm impacto nos resultados da empresa

Relatório sobre tendências da experiência do cliente

Baixe grátis

O que é lucro 360?

Seguindo a lógica do conceito, o lucro 360 seria o resultado de uma gestão 360 de sucesso. O cenário acontece quando toda a empresa trabalha de forma colaborativa e integrada, de modo que cada área vivencie resultados positivos, beneficiando os demais setores. 

Sua empresa alcançou resultados recorde em conversões? Se o modelo de gestão é holístico e sinérgico, o lucro proveniente da marca é resultado de uma performance compartilhada, refletindo a alta qualidade das entregas de cada setor da força de vendas

Na prática: exemplos do modelo de avaliação 360 graus

Para  compreender os pontos-chave relacionados à gestão 360 graus, é importante ter em mente que o processo macro pode (e deve) ser desdobrado em diferentes frentes. 

O essencial é manter a característica holística do método, considerando diferentes pontos de vista para compor o diagnóstico final. 

Dessa maneira, um processo de gestão 360 pode incluir: 

  • avaliação 360;
  • operação integrada e cadenciada; 
  • resultados compartilhados.

Vamos a um exemplo de cada um?

Modelo de avaliação 360

Em um modelo de avaliação 360, a liderança reúne o colaborador avaliado e alguns de seus contatos-chave. O grupo deve incluir lideranças diretas, colegas de trabalho, parceiros comerciais e até clientes, quando cabível. 

Os avaliadores fazem, então, uma análise de performance do colaborador, considerando aspectos geralmente abordados em um formulário ou planilha. 

Alguns dos tópicos geralmente abordados no documento ou excel da Avaliação 360 graus são: 

  • capacidade de gestão de tempo;
  • habilidades de priorização;
  • comunicação interpessoal; 
  • capacidade de gerenciar feedbacks;
  • alinhamento com o perfil e a cultura do negócio;
  • nível de produtividade;
  • etc. 

Operação integrada

Tão importante quanto a avaliação, que considera diferentes pontos de vista sobre um mesmo colaborador, a gestão 360 deve contar com uma operação integrada. 

A ideia é semelhante: diferentes setores devem trabalhar individualmente, mas conhecendo seu papel e importância no todo. 

Um bom exemplo de operação integrada em uma gestão 360 é o chamado “smarketing”, alinhamento entre os setores de vendas (sales) e marketing. 

Resultados compartilhados

Por fim, para que a gestão 360 faça sentido, é fundamental compartilhar resultados. Afinal, se a busca é por uma empresa capaz de se enxergar como organismo, nada mais justo do que compartilhar resultados e fortalecer metas e objetivos estratégicos, certo? 

Nesse sentido, um bom exemplo são as reuniões gerais, realizadas mensal ou bimestralmente, nas quais as lideranças apresentam suas performances e evidenciam a relevância da contribuição coletiva para o alcance dos resultados.

Benefícios que a gestão 360 graus pode trazer para a empresa

Os principais benefícios da gestão 360 para equipes e gestores são: 

  • visão holística sobre a contribuição dos times para a empresa; 
  • possibilidade de embasar decisões em dados; 
  • antecipação de tendências e oportunidades de melhoria;
  • aumento da eficiência da empresa como um todo. 

A seguir, falamos sobre cada um em detalhes. 

Visão holística

Um dos principais benefícios da gestão 360 é justamente a oportunidade de colaboradores e gestores terem uma visão holística sobre a contribuição de cada time para o alcance das metas da empresa

No caso de uma equipe de vendas ou atendimento, por exemplo, é fundamental que cada integrante saiba como o seu trabalho faz a diferença para os resultados do negócio. Ao ter essa percepção clara, o funcionário trabalha melhor e sente que, de fato, a sua atuação é importante para o crescimento da empresa. 

Decisões data-driven

Outro benefício importante é que as decisões passam a ser tomadas com base em dados — e, assim, a empresa começa a caminhar para se tornar data driven, ou seja, quando é orientada a dados. 

Leia também: Gestão de equipe de vendas: 7 dicas poderosas para alavancar seus resultados

Quando decisões são feitas com base em achismos e percepções individuais, as chances de que algo não saia como o planejado são muito maiores. Por isso, o modelo de gestão 360 permite que ações sejam direcionadas com base em dados encontrados nas avaliações da performance de cada um dos times. 

Antecipação de tendências e oportunidades de melhoria

Ter acesso a feedbacks, dados operacionais e alinhamentos estratégicos de forma cíclica e constante permite que a liderança enxergue padrões de performance na empresa.

Para além de manter a qualidade das entregas elevada, esta análise permite antecipar tendências e observar oportunidades de melhoria — antes mesmo que se tornem gaps. 

Imagine, por exemplo, que a equipe de suporte da sua empresa mantenha uma média de resolução de tickets constante. Se, em um mês, o número oscila, o alerta acende e a liderança tem a chance de investigar as causas da mudança. 

Caso seja uma oscilação positiva, a observação pode indicar uma tendência de crescimento após a adoção de uma ferramenta, a contratação de novos colaboradores ou mesmo o aumento da motivação do time. No cenário oposto, a queda pode indicar um problema operacional ou a necessidade de ajustar a equipe.

Aumento da eficiência 

E, por fim, outro benefício diretamente relacionado aos anteriores é o aumento da eficiência da empresa como um todo

A gestão 360 graus oferece mais controle sobre os processos do negócio e uma visão assertiva sobre quais são os pontos que precisam ser melhorados para que os resultados sejam otimizados e o crescimento da empresa seja alavancado. 

Passo a passo: implementando a gestão 360 graus

Agora que você conhece o conceito e entende os pontos positivos da gestão 360 graus na empresa, é hora de partir para a prática e compreender o passo a passo para aplicá-la na rotina: 

  1. Conheça os processos do negócio
  2. Estruture o modelo
  3. Envolva funcionários-chave
  4. Teste operações
  5. Avalie resultados

1- Conheça os processos do negócio

O primeiro passo para aplicar a gestão 360 graus na empresa é conhecer os processos ativos em diferentes setores. Fazer uma análise inicial do andamento do negócio ajuda a identificar aspectos críticos e a determinar o ponto de partida das rodadas de avaliação e feedback. 

Estruture o modelo

Em um segundo momento, é hora de estruturar a gestão tecnicamente. Estipule objetivos-chave e metas de curto, médio e longo prazo. Escolha os melhores indicadores para orientar a avaliação de processo, operações e pessoas.

Nesta etapa, também vale considerar ferramentas e sistemas que podem ajudar a compilar dados e estabelecer padrões comparativos nos resultados. No tópico seguinte, falaremos sobre alguns desses recursos. 

Envolva funcionários-chave

Com a estrutura montada, é hora de envolver funcionários-chave, que atuarão como representantes da gestão nas áreas. 

Além de tirar dúvidas e estimular o engajamento das equipes na implementação da metodologia, os sponsors da gestão 360 devem assegurar que todas as frentes do processo sejam cumpridas diariamente. 

Teste operações

Uma boa gestão 360 envolve diferentes aspectos, como falamos anteriormente. Por isso, cada uma deve ser testada, monitorada e avaliada antes de ser posta oficialmente em prática.

Uma possibilidade é criar pequenos grupos de amostragem para testar as práticas (como a avaliação 360, a operação integrada e a análise colaborativa de resultados), coletando feedbacks e aplicando as melhorias pertinentes.

Avalie resultados

Por fim, é essencial analisar os indicadores periodicamente, criando um parâmetro comparativo para a performance das equipes, setores e funcionários e estabelecendo uma cultura de tomada de decisão orientada por dados. 

CHECKLIST DE IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO 360 GRAUS

(   ) Análise de situação: conheça as operações da sua empresa e determine prioridades, casos críticos e áreas-modelo

(  ) Estruturação do modelo: determine KPIs e ferramentas de apoio ao processo de gestão 360

(  ) Alinhamento com sponsors: convide funcionários-chave a conhecerem o processo e torne-os embaixadores da gestão 360

(  ) Testagem: crie grupos de amostragem e teste as diferentes ferramentas de gestão desenhadas

(   )Avaliação de resultados: aplique os indicadores periodicamente e faça análises comparativas de performance. 

Recursos complementares para um feedback 360 de sucesso

Alguns recursos são essenciais para que a gestão 360 graus funcione. Veja abaixo quais são. 

1- Avaliação 360 graus 

Como pontuamos brevemente anteriormente, a avaliação 360 graus (também conhecida como feedback 360 graus) é uma avaliação de desempenho que permite que um colaborador receba feedbacks de todos aqueles com quem ele trabalha: seus pares, seus subordinados, seus superiores e até dele mesmo, por exemplo. 

O processo é feito por meio de um questionário no qual será apontado quais são os comportamentos e competências que estão contribuindo para a evolução da empresa como um todo, bem como quais são os pontos a serem melhorados. 

Tal modelo de avaliação 360 é importante para qualquer área de um negócio, pois permite que os funcionários tenham uma melhor percepção de como seu trabalho individual contribui para diferentes frentes da empresa — por isso “360 graus”, pois é uma visão panorâmica sobre a atuação de cada um. 

Para que um funcionário tenha propósito naquilo que está fazendo diariamente, é importante ter clareza sobre como os seus resultados são importantes para a evolução da empresa de modo geral. Por isso, ele também precisa entender quais são as competências esperadas por suas lideranças. 

Assim, o resultado da avaliação 360 graus deve apresentar diretrizes sobre quais são as oportunidades de melhoria no dia a dia de trabalho para que o colaborador esteja alinhado aos objetivos que a empresa almeja alcançar. 

Importante destacar que esse resultado é confidencial e o funcionário tem acesso apenas à avaliação final, de modo que ele não tenha como saber por quem foi avaliado. Isso garante mais imparcialidade e que não haja nenhum viés de interpretação.

2- Ferramenta de gestão e monitoramento  

Para fazer uma gestão 360 eficaz é preciso ter uma ferramenta que permita o monitoramento e o acompanhamento de forma integrada dos processos de diferentes áreas da empresa — e, se possível, em tempo real. Assim, os gestores sabem como as áreas contribuem entre si e quais são os pontos que precisam de atenção para que todos os times trabalhem alinhados. 

Uma ferramenta de gestão permite padronizar processos, monitorar os resultados de todos os colaboradores e seus respectivos projetos, acompanhar as métricas da empresa e analisar como cada um é responsável pelo crescimento do negócio. 

Considerando especificamente o cenário dos times de atendimento e vendas, é possível investir em uma ferramenta que otimize a rotina de trabalho para que assim os colaboradores estejam focados em trazer resultados positivos para a empresa por meio do relacionamento estabelecido com cada um dos clientes. 

Comece sua gestão 360 agora mesmo! 

Já imaginou ter fluxos de trabalho automatizados e recursos que ajudem a direcionar a atenção dos times de atendimento aos clientes que mais precisam? Certamente, este é um passo essencial para turbinar os resultados da sua gestão 360 graus. 

Com o Zendesk Support, software de atendimento ao cliente da Zendesk, você torna a sua empresa mais ágil e adaptável, com recursos e ferramentas que simplificam e otimizam a gestão e o relacionamento com o consumidor.

Solicite uma demonstração gratuita e conheça todas as potencialidades da solução na prática! 

Solução completa para atendimento ao cliente

A Support Suite é uma solução de atendimento moderna que reúne um conjunto de ferramentas para melhorar o relacionamento com seus clientes.

Solução completa para atendimento ao cliente

A Support Suite é uma solução de atendimento moderna que reúne um conjunto de ferramentas para melhorar o relacionamento com seus clientes.

Experimente grátis