Artigo

O que é software de gestão empresarial e qual modelo faz mais sentido para o seu negócio?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 20 Mai 2022
Última atualização em 20 Mai 2022

Ter um sistema para gerenciar os mais diversos processos de um negócio se tornou praticamente um diferencial competitivo, tendo em vista os benefícios que ele traz para uma empresa. Por isso, aqui vamos explicar o que é software de gestão empresarial, assim como quais são os benefícios para uma empresa.

Segundo o relatório de tendências para a experiência do cliente 2021 da Zendesk, a agilidade está no topo da lista de prioridades pós-COVID e, para isso, as equipes precisam ser capazes de escalar rapidamente suas operações, otimizar os fluxos de trabalho entre os times e encontrar oportunidades para reduzir a demanda dos agentes.

Basicamente, isso é um resumo das atribuições de um software de gestão empresarial.

E mais: as empresas, especialmente as menores, também estão adicionando recursos para ajudar a impulsionar a colaboração e promover maior eficiência entre as equipes. Os dados mostram que as equipes de suporte com as melhores experiências em termos de velocidade, eficiência e clientes satisfeitos usam mais do que o dobro dessas ferramentas de gerenciamento de fluxo de trabalho do que seus colegas com desempenho inferior.

Ou seja, não dá para negar a importância de ter ferramentas à disposição para otimizar as tarefas do dia a dia. 

Quer entender melhor o que é software de gestão empresarial? Continue lendo!

O que é software de gestão empresarial?

O software de gestão empresarial também é conhecido como ERP, sigla para Enterprise Resource Planning, em português “sistema integrado de gestão empresarial”. A ferramenta pode ser implementada em todos os setores de uma empresa e otimizar processos para tornar a rotina de trabalho mais eficiente.

Isso se deve ao fato de que um software empresarial tem recursos de gestão que permitem centralizar todas as informações, organizá-las com mais facilidade e automatizar etapas que demandam muito tempo dos colaboradores e da empresa.

Como funciona um software de gestão empresarial?

O software de gestão empresarial é composto por módulos com diferentes funcionalidades, os quais podem ser integrados aos processos de diversas áreas de uma empresa para unificar as informações em um só sistema. 

A ferramenta tem a capacidade de processar um grande volume de dados com rapidez, possibilitando o acesso a eles de maneira prática, os quais podem ser compartilhados com demais equipes, dependendo das configurações feitas. 

Por conta da estrutura modular, as empresas podem utilizar apenas as funcionalidades que fazem sentido para seu negócio e para suas respectivas rotinas de trabalho. Isso facilita a implementação do sistema e permite que a mudança seja gradativa, sem causar um grande impacto tanto na rotina quanto nas finanças da empresa.

Quais os benefícios de ter ERP?

Após entender o que é software de gestão empresarial e como ele funciona, agora vamos mostrar algumas das principais vantagens de utilizar esse sistema em uma empresa, confira.

  • fácil acesso a informações e dados: utilizando a ferramenta certa, os colaboradores conseguem acessar as informações que precisam com mais facilidade e extrair os dados em poucos cliques;
  • mais insumos para tomar decisões e alcançar melhores resultados no negócio: dado que a visualização dos dados é otimizada, é possível ter em mãos mais insumos para definir metas, traçar objetivos e acompanhar os resultados da empresa;
  • integração das equipes: como o software de gestão empresarial pode ser integrado entre diferentes áreas, as operações podem ser conectadas, tornando o trabalho mais eficiente;
  • comunicação mais fluída: consequência direta do tópico anterior, os ruídos de comunicação entre colaboradores são reduzidos, evitando que erros aconteçam por conta da interpretação inadequada de informações;
  • maior agilidade no trabalho: com a automatização de processos, o trabalho ganha mais agilidade e eficiência, de modo que os esforços podem ser alocados em tarefas que de fato demandam mais atenção; 
  • mitigação de riscos operacionais: com a centralização de informações em uma única ferramenta, pode ser criado um histórico com todas as etapas percorridas para a realização de uma tarefa, assim como os dados corretos ficam armazenados em um só lugar.

Tipos de software de gestão empresarial

Os sistemas de ERP podem ter diferentes finalidades e alguns exemplos são:

  • software de gestão de projetos: facilita a organização do fluxo de trabalho e permite um acompanhamento mais eficiente dos projetos em andamento na empresa;
  • software de gestão financeira: para acompanhar o fluxo de caixa, fazer a contabilidade e manter o controle sobre as finanças do negócio;
  • software de atendimento ao cliente ou de gestão de call center: como o próprio nome já diz, é uma ferramenta com foco na automatização do atendimento aos consumidores;
  • software de tickets: esse sistema permite otimizar o acompanhamento dos tickets criados pela empresa; pode ser um recurso adjacente de um software de atendimento ao cliente ou de um software CRM;
  • software CRM: CRM é a sigla para Customer Relationship Management, em português “Gestão de Relacionamento com o Cliente”. Essa ferramenta tem uma série de funcionalidades, mas o objetivo é tornar a gestão de processos mais eficiente para garantir uma experiência de excelência para o consumidor.

Entenda a diferença entre CRM e ERP.

É claro que, como explicamos anteriormente, um mesmo software pode ter diferentes módulos, por isso é necessário entender o que realmente é importante para o seu negócio e o que faz sentido para a realidade da sua empresa. 

Então, na hora de escolher qual o melhor software de gestão empresarial para pequenas empresas, assim como para médias e grandes, entenda primeiro quais são as necessidades da sua organização.

Tendo clareza sobre o que é software de gestão empresarial e seus benefícios, vale conhecer alternativas para implementar a ferramenta  no seu negócio.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite para ler também o artigo “Como um ERP facilita a organização dos negócios”.