Artigo | 7 min read

Processos de marketing: quais são as 7 fases mais importantes?

Por Zendesk

Última atualização em 8 fevereiro 2023

Processos de marketing são ações que compõem a estratégia de marketing de uma empresa. Da maneira como se posiciona no mercado até a forma como se relaciona com seus clientes, todos os elementos devem ser estruturados e pensados estrategicamente, visando alcançar as metas do setor.

Um levantamento realizado pela plataforma de inteligência artificial CB Insights, analisando 101 empresas que decretaram falência, constatou que em 42% dos casos, o principal motivo foi não satisfazer as necessidades reais do mercado.

Quem atua na área sabe: em marketing e marketing digital, não existe mágica. O que faz a diferença aqui é planejamento e estratégia.

Por isso, uma empresa que conheça seu público e o mercado no qual está inserida, e utilize esses dados para traçar um planejamento sólido, terá muito mais chances de se destacar e crescer.

Desse modo, identificar quais são os processos mais importantes e trabalhar em sua otimização é o primeiro passo para alavancar a performance do seu negócio.

Para mostrar que isso não é um bicho de sete cabeças, neste post, explicamos o que são processos de marketing, quais são suas fases e quais ferramentas podem aprimorar a experiência do cliente, contribuindo para sua satisfação e fidelização.

O que são processos de marketing?

Processos de marketing é o nome dado ao conjunto de ações que compõem a estratégia de marketing de uma companhia. Tratam-se de ações estruturantes, que definem como a empresa deve agir para conquistar seus objetivos.

Apesar de definir a estrutura de planejamento da organização, estes processos não são estáticos, uma vez que o próprio mercado está em constante mudança.

Logo, seja qual for o ramo de atuação de uma empresa, cedo ou tarde ela terá de se reinventar, sendo que os processos de marketing servirão como base para essa mudança.

Quais são as 7 fases do processo de marketing?

O processo de marketing é dividido em fases, que sistematizam e orientam a forma como uma organização irá se posicionar e atuar no mercado. São elas:

1. Reconhecimento da área por meio de análises de mercado

A função da análise de mercado é levantar dados que possibilitem compreender o mercado no qual sua empresa está inserida. Ou seja, quem é público-alvo, quem são seus maiores concorrentes, oportunidades e desafios inerentes ao setor etc.

Esta etapa é extremamente importante, pois é a base do processo de marketing, possibilitando desenvolver estratégias com maior potencial de conversão.

2. Definição de público-alvo/persona

Embasado nas informações coletadas na pesquisa de mercado, você terá uma noção mais precisa de quem é seu público-alvo, suas dores, necessidades e preferências.

A partir disso, prossiga com a definição do que chamamos de buyer persona, que é um personagem semi-fictício, construído a partir de dados reais de seus clientes, representando assim o cliente ideal.

É com base neste perfil que você conduzirá toda a estratégia de relacionamento e comunicação da sua marca.

3. Posicionamento de marca

Esta é a fase do processo de marketing em que você define quem é a sua empresa perante o público. Em outras palavras, como quer que sua marca seja vista pelos clientes.

De acordo com os dados coletados na pesquisa de mercado e na persona que você criou, defina quais são os valores e princípios da companhia, o que ela defende, como se comporta, que tipo de linguagem utiliza para se dirigir ao público etc.

4. Definição de objetivos

Toda organização precisa ter objetivos. Afinal, é preciso saber onde se quer chegar, para, então, definir a estratégia que te levará até este ponto. Logo, eles funcionam como uma bússola, orientando suas ações em busca de um propósito.

Contudo, para que sejam efetivos, esses objetivos precisam ser definidos com critério. Uma das estratégias mais utilizadas para isso é a metodologia SMART, que você pode ver com mais detalhes neste post: Objetivo SMART – o que é e como aplicar no seu atendimento? [GUIA COMPLETO].

5. Definição do mix de marketing

O mix de marketing é um conjunto de elementos sobre os quais a empresa tem controle, e que podem ser utilizados de modo a influenciar a forma como os clientes enxergam e se relacionam com a marca, impactando diretamente seus resultados.

Dentro deste conceito, temos o que Philip Kotler, um dos principais nomes da área, definiu como os 4 Ps do marketing. São eles:

  • produto – vinculado ao que sua empresa comercializa, o que também pode ser um serviço;
  • preço – considera o valor atribuído ao produto/serviço;
  • praça – compreende os canais de distribuição, isto é, onde são vendidos;
  • promoção – refere-se às estratégias de marketing e divulgação.

Posteriormente, este conceito foi expandido, passando a ser denominado como 7 Ps do marketing, ao acrescentar três novos itens:

  • pessoas – ligado ao atendimento ao cliente, envolve os colaboradores que se relacionam com os consumidores em qualquer ponto de sua jornada;
  • processos – diz respeito à forma como os produtos ou serviços são entregues aos clientes;
  • prova física – é a percepção proporcionada aos clientes em relação ao produto ou serviço.

O sucesso de seus processos de marketing depende diretamente de uma boa articulação desses elementos, contribuindo para otimizar a experiência do cliente.

6. Desenvolvimento da estratégia de marketing

Sua estratégia de marketing deve sempre estar alinhada à forma como sua marca se posiciona no mercado, o tipo de produto/serviço que sua empresa oferece e o perfil do seu público-alvo.

Por exemplo, se você trabalha com um produto diferenciado, com valor elevado e alta qualidade, pode utilizar o apelo à exclusividade, aproveitando tais características para mostrar como sua marca se destaca da concorrência. Isso é comum no mercado de luxo, com marcas como Louis Vuitton, Dior e Gucci.

Por outro lado, quando falamos de itens mais populares, o foco da estratégia de marketing e vendas pode ter um apelo promocional, utilizando preços mais baixos para obter vantagem competitiva. Algo que pode ser observado com frequência nos setores de alimentação e varejo.

Já quando se trata de um nicho específico, onde a concorrência é menor, qualquer uma das duas estratégias citadas — quando bem aplicadas — podem gerar bons resultados.

Para se aprofundar no tema, você pode ler este post: Planejamento estratégico de marketing – como fazer + plano de marketing.

7. Gestão e monitoramento dos processos de marketing

Lembra que dissemos que os processos de marketing eram um conjunto de ações contínuas? Então, após colocar seu planejamento em prática, é preciso realizar o monitoramento constante e acompanhar os resultados de cada ação.

Assim, será possível verificar o que está funcionando e o que precisa ser corrigido, a fim de melhorar o desempenho da estratégia, que deve seguir sendo lapidada.

Para ajudar nesta tarefa, você pode fazer uso de ferramentas de marketing e marketing digital, como:

  • Google Analytics, que ajuda no monitoramento da sua estratégia;
  • software de CRM, que otimiza o relacionamento com o cliente e, ainda, fornece insights valiosos para o seu negócio;
  • dentre outras tecnologias.

Otimize seus processos de marketing com a ferramenta certa!

Como você pode notar, os processos de marketing exercem papel fundamental no desempenho de uma estratégia. Isso porque eles são a base da operação de uma companhia, compreendendo todas as etapas de sua atuação no mercado, indo da forma como se posiciona até a maneira como se relaciona com seus clientes.

Assim, percebemos que, mais do que orientar o plano de ação da empresa, essas etapas devem fazer parte do seu dia a dia.

Neste sentido, a tecnologia pode — e deve — ser sua maior aliada, tanto no desenvolvimento e aplicação da estratégia, quanto no gerenciamento desses processos. E nós podemos te ajudar com isso!

Conheça o software de atendimento ao consumidor da Zendesk, uma solução completa, capaz de potencializar a performance do seu time e otimizar a experiência do cliente, contribuindo para um melhor desempenho dos processos de marketing.

De fácil integração com outros sistemas, nossa ferramenta confere uma visão unificada de todos os clientes, possibilitando a personalização de sua jornada, além de dar acesso a insights valiosos, por meio de análises e relatórios completos.

Assista a uma demonstração e veja como esta ferramenta pode contribuir para potencializar sua estratégia de marketing e vendas. Ou, se preferir, faça um teste gratuito e experimente na prática os benefícios que nossa solução oferece!

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis