Artigo

O que é MVP? Qual seu conceito e como criá-lo?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 31 Março 2021
Última atualização em 31 Março 2021

O que é MVP? MVP é a sigla da expressão “minimum viable product” que, em tradução para o português, significa “produto mínimo viável”. Ele nada mais é do que a versão mais simples de um produto e, desse modo, apresenta suas funcionalidades mais básicas. Ele funciona como um teste para validar a ideia, aplicabilidade e aderência de um produto no mercado. 

Para entender, de modo mais profundo, o que é MVP, compreender sua importância e conhecer exemplos, basta seguir lendo este post, o qual abordará:

  • O que é MVP de produto?
  • O que é MVP e qual é a importância dele?
  • O que é MVP em uma startup?
  • Como criar um Produto Mínimo Viável? 
  • 2 exemplos de MVP para conhecer e se inspirar 

O que é MVP de produto?

O MVP de um produto é a sua versão mais elementar. Com base em uma estratégia que economiza recursos e otimiza o tempo, o MVP é criado para testar a recepção do produto diante de seu público-alvo e para projetar o seu desempenho no mercado, antes de adicionar itens mais complexos e de custo mais elevado. 

O que é MVP e qual é a importância dele?

O MVP (Mínimo Produto Viável) é importante porque ele atua como um guia poderoso para analisar a aceitação do produto pela persona. Além disso, ajuda a definir uma direção para o desenvolvimento do produto, incluir melhorias e ajustes para que seu lançamento seja um sucesso. 

Como ele permite que uma empresa realize um teste em escala real dentro de um cenário concreto, o MVP é estratégico e crucial para medir a interação do usuário com o produto, avaliar o seu grau de envolvimento e conferir se ele realmente tem potencial para atender a todas as demandas de sua audiência. 

O que é MVP em uma startup?

O conceito de MVP é bastante abraçado por startups, pois sua ideia nasceu de um movimento criado e propagado por Eric Reis, uma dos mais bem sucedidos empreendedores do Vale do Silício. 

Para o idealizador, para uma startup ter sucesso, ela precisa desenvolver produtos escaláveis, os quais devem ser introduzidos de forma gradual. Essa prática é bastante funcional para reduzir riscos e evitar gastos excessivos. 

Essa ideia, também conhecida como Lean Startup ou Startup Enxuta, tem uma relação direta com o MVP. Isso porque traz como base a validação real, sem achismos, com base em testes e em feedbacks de clientes

Nesse contexto, os elementos tempo e qualidade também são destacados, porque o conceito objetiva oferecer a melhor qualidade possível de um produto em pouco tempo. 

Como criar um Produto Mínimo Viável? 

Tenha uma equipe diversificada 

Ter uma equipe plural com visões, atuações e pontos de vista diferentes é essencial para viabilizar o seu MVP. 

O primeiro perfil é o profissional que tem visão e conhecimento sobre negócios. Ele é vital para avaliar se o produto é financeiramente viável. Já o segundo é aquele que tem conhecimento sobre design thinking e UX. Ele conseguirá estabelecer como o produto será usado e analisará se ele oferecerá uma boa experiência para o cliente

Já o terceiro perfil é o mais técnico, ou seja, de alguém que tenha conhecimento se o produto tem condições reais de ser produzido com facilidade e em larga escala.  

Determine como será o produto 

Defina o público-alvo, escolha o nome, as funcionalidades, as características e as vantagens de seu produto. 

Nessa fase de brainstorming, é importante criar listas para que todos os profissionais envolvidos fiquem na mesma página. Uma delas é pensar no que o produto “sim ou não”. Por exemplo: é um aplicativo? Ele terá recursos como GPS?

Defina sua persona 

Mais importante do que traçar características de seu público ideal, como idade, profissão, hobbies e comportamento, é definir os grandes bloqueios, dores e objeções de sua persona.  Afinal, o seu produto não só precisa ser diferente do que o oferecido pela concorrência, mas também resolver as necessidades de sua audiência. 

Nesta etapa, é válido encomendar um estudo aprofundado para uma agência sobre os clientes em potencial que deseja atingir e conquistar. 

Tire de cena todos os excessos

O brainstorming atua como um ponto de partida importante para criar um MVP. Porém, não podemos nos esquecer de que ele precisa ser simples para ser viável. Sendo assim, é fundamental editar ideias de seu time. 

Uma boa prática aqui é incentivar cada um dos colaboradores a colocar as prioridades do produto. Depois, é preciso reunir essas opiniões e analisar se todas fazem sentido e quais são as melhores.  

Teste 

Uma estratégia eficiente para testar um produto com pessoas dispostas a adquirir uma nova solução, mesmo que ela apresente problemas e bugs, é descobrir quem são elas ( também chamadas como Early Adopters), o que pode ser feito após a divulgação de uma landing page. 

No geral, essas pessoas são aquelas que apresentam os maiores problemas a serem resolvidos e têm urgência de resolvê-los. Como o feedback desses usuários é imprescindível para agregar melhorias ou ajustar funcionalidades em seu MVP,  é primordial, desde o começo, se focar em estratégias de relacionamento, oferecendo benefícios exclusivos para mantê-los. 

2 exemplos de MVP para conhecer e se inspirar 

Amazon

No começo da década de 1990, Jeff Bezos leu um relatório sobre o futuro da Internet e ficou impactado com as estimativas de crescimento do e-commerce. Assim, ele criou  uma lista com os produtos que teriam mais viabilidade para ser comercializados online, reduziu a lista para cinco e, logo, concluiu que oferecer livros a preços mais baixos poderia ser a bola da vez do mundo dos negócios. 

Logo, fundou a Amazon. O seu MPV contou com toda simplicidade que o conceito demanda: um site elementar com apenas um catálogo de publicações. De interação em interação e de teste em teste, Bezos conseguiu entender o comportamento de seus usuários, suas principais dores e o restante da história, você já conhece!

Dropbox 

Para validar a aderência ao mercado, o Dropbox produziu um vídeo simples, que explicava, de forma resumida e funcional, as funcionalidades de sua solução. 

O vídeo teve uma ótima repercussão entre os early adopters e os seus feedbacks iniciais foram fundamentais para legitimar o lançamento do produto no mercado.

Software de CRM de vendas completo

CRM de vendas para melhorar a produtividade, os processos e a visibilidade do pipeline para as equipes de vendas