Artigo | 13 min read

Lidar com pressão no trabalho: 16 dicas para reduzir o estresse

Por Zendesk

Última atualização em 20 dezembro 2023

Uma das perguntas mais comuns entre colaboradores e gestores de empresas é como lidar com a pressão no trabalho. Se por um lado esse é um problema pelo qual todo mundo vai passar ou já passou, por outro lado a boa notícia é que existem formas de amenizar seus impactos negativos. 

Os setores de vendas e atendimento são dois dos que sofrem mais com a pressão no ambiente de trabalho e existem efeitos positivos e negativos nisso. 

Os efeitos positivos estão atrelados a ampliação da concentração, que a pressão no ambiente de trabalho estimula entre os profissionais. A vontade de concluir um objetivo e se destacar na equipe se torna mais evidente quando há um certo nível de tensão e cobrança no ambiente. 

Além disso, existem pessoas que gostam de trabalhar sob pressão e se sentem mais motivadas nesses cenários.

Entretanto, trabalhar sob pressão também tem efeitos negativos, principalmente quando essa tensão é exagerada ou quando o profissional não tem as ferramentas certas para lidar com ela. 

Um alto nível de pressão gera estresse, perda da concentração, queda de produtividade no trabalho e muitos outros problemas que impactam, não apenas o profissional, como também o setor e a empresa em que ele trabalha. 

Então como lidar com pressão no trabalho? A seguir, listamos algumas dicas de como você pode tornar o seu dia a dia menos estressante. Ah! E para gestores que buscam soluções para controlar esse nível de pressão em suas equipes, essas dicas também são importantes!  

Como lidar com pressão no trabalho: 16 dicas práticas!

Confira nossa lista com seis dicas de como lidar com pressão no trabalho:

  1. Mantenha a calma
  2. Organize as prioridades
  3. Organize seu espaço
  4. Identifique e fragmente o problema
  5. Use sistemas de gestão de prazos compartilhadas 
  6. Faça correções na origem dos conflitos
  7. Separe o profissional do pessoal
  8. Faça pausas curtas
  9. Defina limites
  10. Exercite a autoavaliação
  11. Desenvolva sua inteligência emocional
  12. Use técnicas para ampliar sua produtividade
  13. Faça exercícios, durma e coma bem
  14. Conte com seus colegas e líderes
  15. Seja transparente e sincero
  16. Use a tecnologia a seu favor

Entenda mais sobre cada uma!

Mantenha a calma

Entrar em pânico e ficar ansioso pode prejudicar bastante sua capacidade de lidar com a pressão no trabalho. Situações desse tipo podem empurrá-lo e colocá-lo no limite. Em condições controladas, isso serve para entrar em alerta e se movimentar, porém é difícil julgar o que é justo e o que é exagero.

Manter a calma e cuidar da saúde mental é essencial. Desenvolva e conheça suas capacidades e limitações, para estar preparado para lidar com momentos estressantes de forma mais realista e assertiva.

Considere que cenários adversos fazem parte da rotina e que basta não perder o foco para conseguir superá-los.

Organize as prioridades

Uma das razões mais comuns de estresse no trabalho é o acúmulo de atividades ao longo do dia.

Não é incomum percebermos que o dia passou e não fizemos nada do que deveríamos, ao mesmo tempo que estamos esgotados e não paramos um minuto na jornada do escritório. 

Isso causa ansiedade, estresse, cansaço e, claro, cobranças e pressão no ambiente de trabalho. 

Por isso, organize as suas prioridades e, caso seja um gestor, planeje as prioridades dos seus colaboradores. 

Dessa forma, as atividades mais urgentes serão realizadas dentro do prazo necessário, enquanto as demais podem ser organizadas ao longo da semana ou mês. 

Uma dica extra é definir um deadline para que as atividades que não são prioridade agora, sejam cumpridas, assim elas não se perdem, mas também não sobrepõem as que precisam de atenção imediata. 

Leia também: Como driblar o estresse no atendimento ao cliente?

Organize seu espaço

Ter um ambiente de trabalho agradável é primordial para não perder o foco e evitar o sentimento de sobrecarga. Enquanto os gestores precisam sim fazer sua parte e proporcionar um espaço positivo e motivador, vale a pena investir na organização da sua estação individual.

Para a maioria dos vendedores, profissionais de TI e agentes de suporte, ao menos uma baixa e um computador são fornecidos para desempenhar suas funções. É comum ter certa liberdade para “personalizar” esse pequeno ambiente, para ficar mais confortável no dia a dia.

Porém, como trabalhar sob pressão tende a gerar um excesso de informações e tarefas, é fácil perder o controle e acabar com tudo bagunçado. Se isso ocorrer, faça uma pausa, limpe sua mesa e tente de novo.

As vezes, tudo que precisa é desocupar a mente e concluir uma atividade não relacionada à demanda para recuperar o foco. Além disso, organizar o espaço de trabalho é ótimo para eliminar distrações. Isso é ainda mais importante para quem atua remotamente. A bagunça no home office pode ser bem mais prejudicial.

Identifique e fragmente o problema

A pressão no ambiente de trabalho pode ficar evidente quando ocorre um problema, como reclamações de clientes mais agressivos ou problemas na negociação de uma venda.

Nessas situações, por conta da dificuldade elevada para concluir tarefas, você pode acabar se sentindo perdido em meio a tantos conflitos. Para sair dessa, uma boa ideia é “dividir e conquistar”.

Por vezes, com tantos problemas de uma vez, você não sabe por onde começar ou o que resolver primeiro. O primeiro passo é identificar um único empecilho por vez, idealmente com base na sua lista de prioridades (lembra da segunda dica?).

Feito isso, fragmente-o em etapas maiores, começando do que é mais imediato até chegar a resolução completa. O objetivo é facilitar a visualização e, a partir desse conhecimento, criar um passo a passo de como se pode superar o obstáculo.

Use sistemas de gestão de prazos compartilhados 

É fundamental, para o cumprimento da etapa anterior, que a empresa use ferramentas de controle de agenda que sejam compartilhadas.

Dessa forma, gestores e diretores podem acompanhar quando uma atividade será realizada por determinado colaborador, evitando que ele seja questionado com frequência sobre ela.

Esse tipo de questionamento constante, sobre quando determinada atividade será realizada, amplia a pressão no ambiente de trabalho de forma negativa. 

Por isso, ferramentas de colaboração e gestão como Trello podem contribuir para que toda a empresa tenha acesso a prazos e para que os profissionais trabalhem de forma mais organizada e produtiva. 

O Google Agenda também contribui para esse tipo de acompanhamento. 

Setores como vendas e atendimento tem muito a ganhar com ferramentas como CRM de vendas e software de atendimento ao cliente, que permitem:

  • organizar as atividades do setor por etapas, 
  • reúnem os dados dos clientes em um único ambiente,
  • concentram informações gerais sobre o fluxo de trabalho, 
  • automatizam tarefas repetitivas, 
  • possuem uma base de conhecimento completa e mais.

Faça correções na origem dos conflitos

Se antes falamos para fragmentar os problemas e lidar com o que é mais urgente primeiro, agora vamos lidar com o que está no núcleo desses conflitos. Para evitar que esse cenário se repita, é necessário criar soluções mais duradouras.

Percebendo contratempos recorrentes, veja o ponto de origem e pense em uma forma de eliminar esse fator. 

Separe o profissional do pessoal

Uma técnica para reduzir o estresse no trabalho é separar o profissional do pessoal. Mais uma vez, quem atua em home office pode ter mais dificuldade de fazer isso, mas é importante criar barreiras para que um não prejudique o outro.

Ao planejar a gestão de tempo e pressão profissional, procure estabelecer metas realistas, que você consegue alcançar no período que está focado no trabalho. Dessa forma o expediente tem um começo e um fim.

Sem esse limite, você certamente vai continuar tentando até esgotar suas energias.  Porém, como está trabalhando com um objetivo irreal, não irá concluir nada e perderá a sensação de recompensa que vem quando o dever é cumprido.

Faça pausas curtas

Pode parecer contraintuitivo, mas realizar pequenas pausas ao longo do dia é crucial para conseguir manter a mente limpa e focada no que precisa ser feito. Quando você pula de uma tarefa para outra, sem tempo para respirar, o esgotamento é inevitável.

E não precisa de muito para lidar melhor com a situação. Parar por um período curto de cinco a quinze minutos, já é o bastante para não sobrecarregar a mente.

Por exemplo, se estiver lidando com um conflito urgente, faça sua parte e, quando terminar, pare para descansar. Vá ao banheiro, beba um pouco de água, estique as pernas, qualquer coisa serve para desviar a cabeça do que estava fazendo.

Por outro lado, se estiver lidando com uma tarefa que exige mais tempo para ser concluída, divida ela em etapas e, entre essas partições, pare por uns minutinhos.

Defina limites

Ter limites não é necessariamente negativo. Em muitas situações de pressão no ambiente de trabalho, isso ajuda a evitar excessos. Existe um limite aceitável para tudo, do tempo dedicado a uma atividade até de cobranças recebidas.

No geral, crie espaços seguros para se preservar em meio à correria do dia a dia, para conseguir manter a calma e o foco quando mais precisar.

Exercite a autoavaliação

Uma boa técnica para reduzir o estresse no trabalho e evitar que seja muito cobrado é praticar a autoavaliação de desempenho. Geralmente você sabe quanto consegue produzir no dia a dia e qual é sua meta nesse período. Use essas informações para medir sua performance e ver como está se saindo.

Isso não significa que deve se cobrar demais antes que os outros façam,  apenas indica que tenha uma visão realista do seu comportamento. Assim você sabe quando precisa de um gás extra e quando pode pegar leve sem comprometer os resultados.

Desenvolva sua inteligência emocional

Inteligência emocional significa conseguir reconhecer os sentimentos, dos outros e de si mesmo. A ideia é desenvolver a consciência e, consequentemente, o controle sobre as emoções.

Esse conceito foi introduzido pelo psicólogo Daniel Goleman, em 1986. Ele se apoia em cinco pilares:

  • autoconhecimento emocional;
  • controle emocional;
  • automotivação;
  • reconhecimento das emoções nos outros;
  • relações interpessoais.

Dominar essa técnica é visto como um degrau importante em direção ao sucesso pessoal, pois ajuda a lidar com a pressão no trabalho, com a ansiedade e com as expectativas e perspectivas dos outros em relação às suas atitudes.

Use técnicas para ampliar sua produtividade

Outra razão muito comum da pressão no ambiente de trabalho é não conseguir fazer todas as atividades necessárias ao longo das horas no escritório. 

Para evitar isso, além de alinhar prazos, como indicamos acima, você também pode buscar por técnicas que vão contribuir para aumentar a sua produtividade. Ou seja, para que você consiga fazer mais em menos tempo. Algumas dessas técnicas são: 

Faça exercícios, durma e coma bem

Loucura? Não! Cuidar da sua saúde aumenta o bem estar e reduz o mau-humor, o que impacta na motivação e produtividade. 

Não há como se manter produtivo, saudável e pronto para lidar com a pressão no ambiente de trabalho se estiver esgotado. 

Fatores como sedentarismo, falta de uma alimentação balanceada e nutritiva, pouco sono e desidratação podem gerar um círculo vicioso.  Por exemplo, você não produz bem porque não conseguiu dormir bem a noite. Depois, fica preocupado por não ter dado conta da sua demanda e tem um novo episódio de insônia por causa disso.

O mesmo vale para uma dieta inadequada. Sem a ingestão necessária de vitaminas e minerais não há como o organismo produzir energia, assim você fica fraco, indisposto e desatento. Aí tudo começa a desandar.

Lembre-se de ter momentos de lazer, de descansar e estar com as pessoas que você ama. Isso tudo torna o dia a dia mais leve e prazeroso. Tente planejar as refeições, pratique exercícios e beba bastante água.

Conte com os colegas e líderes

Trabalhar em equipe, por si só, pode gerar ansiedade, entretanto, poder contar com outras pessoas para te ajudar na execução das funções do setor, é ótimo!

Delegar tarefas é uma prática muito simples para algumas pessoas, mas muito difícil para outras. 

Entretanto, ela pode reduzir muito o nível de pressão no ambiente de trabalho, principalmente, para os gestores. 

Quando um gestor delega uma atividade para um funcionário, além de diminuir a pilha de atividades que ele mesmo precisa realizar, ele motiva o colaborador que sente que o gestor confia nele. É claro que é necessário controlar o volume de atividades que já estão sob a responsabilidade do profissional, para que você não repasse a tensão para outra pessoa. 

Gestores preocupados em lidar com a pressão no trabalho devem buscar organizar as atividades de modo que toda equipe atue de forma similar, sem sobrecarregar um ou outro colaborador. 

Seja transparente e sincero

Seus líderes e colegas certamente estão dispostos a ajudar. Não há um bom gestor que não se preocupe com o bem-estar dos colaboradores. Da mesma forma, quem está na mesma situação que você costuma estar qualificado para ser mais empático.

No entanto, não tem como eles darem apoio se você não divide sua situação com honestidade e transparência. Seja sincero sobre suas limitações e dificuldades, é melhor dizer que não vai atender uma demanda do que falar que vai e não entregar o resultado esperado.

Use a tecnologia a seu favor

Vivemos em uma realidade em que a tecnologia está em tudo, em todo lugar. Ela facilita a comunicação entre as pessoas e permite que uma série de processos sejam realizados mais rapidamente e com mais eficiência. 

Dentro da sua empresa a busca por essas características deve ser constante, por isso, a adoção de tecnologia para lidar com pressão no trabalho precisa ser considerada. 

Entre as ferramentas que podem fazer tudo isso por você, te apresentamos o software de atendimento ao cliente, que oferece funcionalidades para análise, monitoramento e definição de ações com base nas necessidades de seus clientes, além de dezenas de outros recursos, para otimizar os resultados do setor. 

A plataforma conta com recursos capazes de te ajudar a lidar com pressão no trabalho, incluindo:

  • automatizar uma série de atividades repetitivas, 
  • reduzir o volume de tarefas que precisam de um profissional para executá-las, 
  • reduzir o tempo gasto na realização de uma série de atividades, 
  • organizam as etapas de processos e fluxos de trabalho, 
  • ampliar a produtividade,
  • acompanham o desempenho de cada profissional e do setor, 
  • aumentam a qualidade da experiência do cliente com a empresa e mais, 

Cadastre-se para receber uma avaliação gratuita ou assista a demonstração e saiba mais sobre o potencial dessa ferramenta.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis