Artigo

Escala Likert: o que é e como ela ajudará suas pesquisas?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 2 Junho 2021
Última atualização em 2 Junho 2021

A escala Likert é um modelo de escala de questionários usado em pesquisas de opinião e de satisfação de clientes

Ela permite mensurar o ponto de vista e a postura dos consumidores de forma escalonada, indo, por exemplo, de “discordo totalmente” a “concordo totalmente”.

Criada por Rensis Likert, professor de sociologia, psicologia e diretor do Instituto de Pesquisas Sociais de Michigan, a proposta da escala Likert é verificar quanto os clientes concordam ou não com uma afirmação, por exemplo, “A nossa solução foi fácil de ser instalada?

Mas por que saber a opinião dos seus consumidores é tão importante? Porque é por meio desse feedback do cliente que você consegue avaliar, de maneira real e precisa, os pontos positivos e negativos dos seus produtos e serviços.

Com esse retorno, ao invés de trabalhar baseado no achismo, você pode aprimorar as suas ofertas, o atendimento ao cliente, e diversos outros pontos da sua empresa, tendo como base a percepção de quem compra da sua marca.

Como resultado, é possível entregar soluções melhores e realmente compatíveis com as atuais necessidades do seu público. Isso colabora também para elevar as suas taxas de atração, de fidelização, melhorar a imagem da sua empresa e, claro, o seu faturamento.

Aqui vale lembrar também que, de acordo com pesquisas, para cada reclamação de cliente, há outros 26 que estão insatisfeitos, mas que não informam isso para a sua empresa. Por outro lado, um único consumidor insatisfeito tende a contar a sua má experiência para 9 a 15 pessoas.

Ou seja, nada melhor do que saber o que o seu público está pensando sobre os seus produtos e serviços, ajustar as falhas e evitar que propagandas negativas como essas se espalhem, concorda?

Neste artigo, você vai conferir tudo sobre a escala Likert, incluindo:

  • O que é a escala Likert
  • Quais as principais características da escala Likert
  • Quais são os tipos de escala Likert
  • Em quais situações a escala Likert pode ser utilizada
  • O que considerar na hora de preparar uma pesquisa com escala Likert
  • Como elaborar perguntas para uma pesquisa desse tipo
  • Como avaliar a satisfação dos clientes nesse modelo de pesquisa
  • Quais são as principais vantagens e desvantagens da escala Likert

O que é a escala Likert?

Como dissemos anteriormente, a escala Likert é um tipo de escala utilizado em questionários de pesquisas de satisfação que tem por objetivo mensurar posturas e opiniões.

Mas para deixar o conceito mais claro, é bem importante que você entenda melhor o que significa escala de pesquisa.

Escala de pesquisa são conjuntos de opções de respostas a um questionamento que podem ser tanto numéricas quanto verbais. A ideia é que essas alternativas cubram o máximo possível de opiniões sobre um determinado assunto.

Uma importante característica das escalas de pesquisa é que elas são aplicadas em perguntas fechadas, por exemplo, “Você considera que o nosso atendimento via WhatsApp foi bom?”

Dica de leitura: “Pesquisa de satisfação por WhatsApp: por que você deveria considerar essa opção em sua empresa?

Desse modo, a escala Likert é uma maneira de levantar e mensurar a percepção dos respondentes e o seu nível de concordância ou discordância em relação a algum tópico.

Quais são as principais características da escala Likert?

Uma das principais características da escala Likert é a sua variação de opções de resposta, que costumam ir de 5 a 9 pontos, sendo a versão mais utilizada as que contemplem cinco alternativas, visto gerarem mais precisão nos resultados.

Isso quer dizer que, para uma mesma questão, o respondente tem uma quantidade pré-determinada de alternativas para se referir à sua percepção ou experiência com determinado assunto.

Além da possibilidade de dizerem se concordam ou não concordam, aprovam ou desaprovam, acreditam ou desacreditam, há uma alternativa neutra em cada escala.

Somada a essa particularidade, a escala Likert também tem:

  • Respostas relacionadas: as alternativas devem ser facilmente relacionáveis à questão apresentada;
  • Duas alternativas extremas: por exemplo, muito bom e muito ruim;
  • Opções graduais em elevação: ou seja, indo da avaliação mais baixa para a mais alta.

Quais são os tipos de escala Likert?

De modo geral, a escala Likert pode ser dividida em dois tipos principais, que são:

  • Escala Likert par
  • Escala Likert ímpar

Escala Likert par

A escala Likert par é utilizada quando o pesquisador quer excluir a opção neutra das alternativas que o respondente pode usar para expressar a sua opinião e/ou percepção.

Nesse caso, ela pode ter 2 pontos, 4 pontos ou 8 pontos. Confira estes exemplos:

  • escala Likert de concordância de 2 pontos: oferece apenas duas opções de resposta, tais como concordo, discordo;
  • escala Likert de importância de 4 pontos: disponibiliza somente quatro alternativas com relação à importância de algo, como importante, muito importante, às vezes importante, nada importante;
  • escala Likert de frequência de 8 pontos: expande para oito as opções de análise do respondente quanto à frequência de uso de algum produto ou serviço, por exemplo, uso mais de uma vez ao dia; uso todos os dias; uso uma vez por semana; uso a cada quinze dias; uso uma vez ao mês; uso a cada dois meses; uso trimestralmente; não estou mais utilizando.

Escala Likert ímpar

a escala Likert ímpar contempla a opção neutra. Isso quer dizer que ela pode seguir os exemplos que acabamos de dar, mas incluindo uma alternativa que permita ao respondente não opinar nem positivamente, nem negativamente sobre determinado assunto.

Desse modo, esse tipo de escala Likert vai trabalhar com um número ímpar de opções de respostas, que podem ser 5 (a que costuma ser mais utilizada), 7 ou 9.

Em quais situações a escala Likert pode ser utilizada?

Estamos falando bastante que a escala Likert é utilizada para a realização de pesquisas de satisfação de clientes, percebeu?

Não deixe de ler: “Pesquisa de satisfação do cliente: por que é importante e 3 métodos para implementar na sua empresa

É certo que esse tipo de abordagem é amplamente usada para mensurar impressões dos consumidores quanto aos produtos e serviços de uma marca, tais como a qualidade, tempo de entrega, facilidade de instalação, atendimento ao cliente, entre outros tópicos.

No entanto, é bem importante deixar claro que uma pesquisa com escala Likert também pode ser aplicada para verificar o nível de satisfação dos seus funcionários, seu engajamento, a percepção após participarem de um treinamento ou evento, entre diversas outras possibilidades.

Por exemplo, se o foco for mensurar quanto o seu time está satisfeito com o ambiente de trabalho, benefícios, oportunidades de crescimento e outras questões relacionadas, é possível montar uma pesquisa com perguntas como:

  • As oportunidades de crescimento profissional oferecidas atendem as minhas expectativas?
  • A oferta de promoções são satisfatórias para mim?
  • Os benefícios corporativos disponibilizados me permitem ter mais qualidade de vida?
  • O treinamento de vendas que acabei de participar vai colaborar muito para melhorar as atividades que desempenho no meu dia a dia?
  • Concordo com o investimento feito pela empresa referente ao aprimoramento dos meus conhecimentos técnicos e capacitação?

Dica de leitura: “Como manter a satisfação do cliente interno? 5 dicas para o sucesso” 

Por que usar a escala Likert para mensurar a percepção dos seus colaboradores?

No início deste artigo dissemos que saber o ponto de vista, a postura e as impressões dos seus clientes era fundamental para que a sua empresa consiga apresentar bons resultados, se lembra?

Ao identificar as percepções do seu público, você tem a chance de aprimorar os seus produtos e serviços, se destacar dos concorrentes, e se fortalecer no seu mercado de atuação.

O mesmo princípio vale quando falamos sobre a satisfação dos colaboradores. Sim! É preciso ter em mente que a experiência do funcionário é a experiência do cliente, inclusive, esse cuidado se tornou um importante diferencial competitivo entre as empresas.  

Isso quer dizer que, quanto mais satisfeitos os profissionais da sua empresa estiverem, mais e melhores resultados entregarão para o seu público.

O relatório “Tendências da experiência do cliente 2021”, da Zendesk, por exemplo, mostrou que 49% dos clientes querem que os agentes tenham mais empatia. 

Sabemos que, por mais que essa seja uma qualidade inerente ao atendimento, ela se torna muito mais natural e presente quando o funcionário está contente com o seu ambiente de trabalho, tem as ferramentas que precisa para trabalhar, se sente reconhecido e valorizado, entre outras necessidades.

Mas a única maneira de saber se todos esses pontos estão ou não sendo atendidos é perguntando aos colaboradores. 

Por todos esses motivos fazer uma pesquisa de satisfação com escala Likert pode ser de grande valia para mensurar também esse lado do seu negócio.

O que considerar na hora de preparar uma pesquisa com escala Likert?

Na hora de preparar a sua pesquisa com base na escala Likert, é bem importante considerar três principais fatores, que são:

  • Decida o que vai ser mensurado
  • Elabore perguntas compatíveis com a escala Likert
  • Defina qual tipo de escala Likert vai utilizar

Decida o que vai ser mensurado

A escala Likert permite levantar opiniões e posturas sobre produtos, serviços, nível de satisfação de clientes internos e externos, entre outros. Porém, dentro desses tópicos, muitas temáticas podem ser avaliadas.

Por exemplo, você pode pedir uma avaliação sobre o grau de concordância, a frequência, qualidade, probabilidade ou importância.

Se a pesquisa for aplicada aos clientes, você pode questionar a aceitação de novas soluções, dos novos canais de atendimento, a facilidade de instalação de um produto etc.

Para os funcionários, pode solicitar que avaliem a atuação do RH, as ferramentas de atendimento online utilizadas pela empresa, entre diversas outras possibilidades.

Elabore perguntas compatíveis com a escala Likert

Mas para que essa análise gere resultados reais, é bem importante que as perguntas sejam compatíveis com a escala Likert. Ou seja, as questões precisam ser diretas e bem específicas sobre o que pretende mensurar.

Para conseguir isso é bastante indicado:

  • Tratar apenas de um assunto por pergunta
  • Usar termos que o seu público-alvo entenda facilmente
  • Não criar perguntas que induzam a uma determinada resposta
  • Elaborar questões simples e não gere dúvidas quanto ao que está sendo analisado

Defina qual tipo de escala Likert vai utilizar

Por fim, o último passo para preparar uma pesquisa como essa é escolher qual tipo de escala Likert prefere utilizar.

Lembra que falamos que essa escala tem, basicamente, dois tipos: escala Likert par e escala Likert ímpar? Pois bem, é isso que você precisa decidir agora.

Ou seja, as alternativas de respostas para as suas perguntas terão a opção neutra? Quantos pontos vai usar para fazer a mensuração que deseja?

Como elaborar perguntas para uma pesquisa desse tipo?

Pesquisas que usam o modelo de escala Likert em seus questionários funcionam melhor quando têm uma sequência de perguntas sobre um mesmo tema. Além de facilitar a análise do respondente, isso também otimiza o seu trabalho na hora de apurar os resultados.

Veja este exemplo de sequência:

  • Tópico a ser mensurado: atendimento via mensagem instantânea:
    • O nosso atendimento via mensagem instantânea ajudou a resolver o seu problema?
    • O nosso atendimento via mensagem instantânea é mais rápido do que o atendimento telefônico?
    • Você usaria novamente o nosso atendimento via mensagem instantânea?
    • Você indicaria o nosso atendimento via mensagem instantânea?

Somado a isso, para realmente obter feedbacks que possam contribuir para o aprimoramento da atuação da sua empresa, é importante que as perguntas:

  • Sejam precisas e diretas
  • Que as opções de respostas não causem confusão
  • Ofereça respostas bipolares ou unipolares
  • Sejam, preferencialmente, afirmativas

Sejam precisas e diretas

As perguntas de um questionário em escala Likert não podem ser abertas, ou seja, não podem permitir a elaboração de respostas complexas, nem tão pouco gerar conflito de entendimento. Por isso, também precisam ser diretas. 

Assim, ao invés de perguntar “O prazo de atendimento que oferecemos é satisfatório?”, prefira “O prazo de atendimento por e-mail é satisfatório?”. 

Um dos motivos da segunda questão ser mais apropriada do que a primeira é que ela deixa bem claro sobre qual canal de atendimento está se referindo, evitando qualquer tipo de dúvida ao cliente.

Que as opções de respostas não causem confusão

A ideia também é que as alternativas dadas ao respondente sejam suficientes para contemplar todos os seus possíveis pontos de vista, sem gerar dúvidas. Assim, os adjetivos usados devem, preferencialmente, ser extremos com um ponto médio:

  • extremamente satisfatório
  • indiferente
  • pouco satisfatório.

Ofereça respostas bipolares ou unipolares

Na escala Likert você também pode usar respostas bipolares (com posicionamentos opostos), ou as unipolares (com diferentes níveis de percepção).

As bipolares são, por exemplo, “verdadeiro/falso”, “gosto/detesto”. Já as unipolares são os modelos que citamos ao longo deste artigo, também as mais utilizadas, tais como “muito contente, descontente, totalmente descontente”, “não indico, indico parcialmente, indico com certeza”.

Sejam, preferencialmente, afirmativas

As perguntas afirmativas tendem a extrair do respondente uma análise mais real sobre a sua percepção quanto a determinado assunto. 

Por conta disso, prefira questões como “Nosso software de CRM melhorou o dia a dia dos seus funcionários?” do que “Nosso software de CRM ainda não supre todas as suas expectativas?”

Aproveite e leia também: “Como fazer uma pesquisa séria: 10 exemplos de perguntas de satisfação do cliente

Como avaliar a satisfação dos clientes nesse modelo de pesquisa?

Agora que você já sabe como elaborar a sua pesquisa com escala Likert, deve estar se perguntando como mensurar os resultados, certo?

A maneira mais indicada de apurar corretamente os resultados é utilizando soluções específicas para essa finalidade — o Google Forms é uma boa alternativa tanto para aplicar o questionário quanto para avaliar os resultados. 

Dessa forma, além de evitar falhas, o resultado da sua pesquisa será obtido de forma muito mais rápida.

Além disso, dependendo do porte da sua empresa e do volume de questionários aplicados, fazer isso manualmente se torna, praticamente, impossível.

Mas apenas para você relembrar, a escala Likert permite identificar o universo exato de clientes satisfeitos e de clientes insatisfeitos em uma pesquisa.

Isso é possível porque cada pergunta é pontual e direcionada para um determinado assunto. Assim, se quiser mensurar quantos consumidores aprovaram o seu novo produto, por exemplo, nesse tipo de pesquisa isso se torna bem mais fácil do que as realizadas com questões que geram respostas abertas. 

Quais são as principais vantagens e desvantagens da escala Likert?

Como você pôde ver até agora, a escala Likert é bastante valiosa para a sua empresa. 

Além de ser um tipo de questionário que pode facilmente ser aplicado para identificar as percepções, posturas e comportamentos dos seus clientes, esse tipo de pesquisa também pode ser usada com os seus funcionários.

Dessa forma, você tem as respostas exatas de como os seus clientes internos e externos estão vendo a sua empresa, os produtos, serviços, atendimento e soluções oferecidos.

Vantagens da escala Likert

Mas somada a essa vantagem, a escala Likert tem várias outras. Entre as que mais merecem destaque estão:

  • Permite respostas simples e rápidas, porém precisas
  • Contribui para ranquear as opiniões sobre determinado tópico
  • Possibilita análises qualitativas
  • É fácil de ser implementada

Permite respostas simples e rápidas, porém precisas

Como as opções de resposta são claras e pré-determinadas, contribui para o que clientes e funcionários respondam rapidamente os seus questionários, colaborando também para a participação na pesquisa.

Contribui para ranquear as opiniões sobre determinado tópico

Devido ao escalonamento característico desse modelo de pesquisa, é muito mais fácil ranquear as percepções e opiniões dos respondentes.

Por exemplo, você conseguirá perceber facilmente se um serviço tem um número maior de pessoas satisfeitas ou de insatisfeitas e, com base nesse resultado, tomar as medidas necessárias para aprimoramento da solução

Possibilita análises qualitativas

Uma grande vantagem da escala Likert é conseguir avaliar o sentimento dos clientes frente a uma questão. Ou seja, você não apenas constata se estão satisfeitos ou não, mas qual é o seu nível quanto a isso, alto ou baixo.

É fácil de ser implementada

Depois de considerar como devem ser as perguntas e as possibilidades de respostas, a escala Likert é facilmente implementada, pois não requer nenhum preparo extra, a não ser o preparo do questionário e a decisão de qual será o canal de envio.

Desvantagens da escala Likert

Mas como tudo na vida, por mais que a escala Likert traga inúmeros benefícios para a sua empresa, ela também tem alguns pontos não tão positivos. O que mais se destaca é a possibilidade de induzir a respostas positivas

Isso acontece porque as pessoas podem optar em responder positivamente por algo, seja porque isso implica em menos esforço mental, seja para finalizar mais rapidamente o questionário.

Assim, pode acontecer de a escala Likert “mascarar” algumas percepções. Nesse caso, se quiser respostas mais aprofundadas sobre algo, talvez seja mais indicado utilizar outro modelo de pesquisa.

O mesmo problema pode acontecer quando as perguntas não são bem elaboradas, ou quando as opções de respostas causam confusão ou dúvida ao respondente.

Dicas extras sobre a escala Likert

E para que você entenda realmente tudo sobre escala Likert, aqui vão mais algumas dicas extras sobre esse modelo de questionário de pesquisa:

  • Se utilizar escala numérica, não deixe de legendar para facilitar o entendimento da pessoa que estiver respondendo a pesquisa
  • Mantenha uma sequência nas perguntas, ou seja, esgote totalmente um assunto antes de passar para outro
  • Tire proveito da lógica de ramificação, quer dizer, vincule uma questão a outra para otimizar a pesquisa. Por exemplo, “Apenas responda esta pergunta se a sua resposta anterior foi insatisfeito”

Outra maneira de garantir a satisfação dos seus clientes é acompanhar toda a sua jornada de compra, desde os primeiros passos, quando ele ainda é um lead ou um prospect. Dessa forma, você consegue entregar exatamente o que cliente (ou futuro cliente) precisa em cada uma das fases pelas quais passar.

Software de CRM de vendas completo

CRM de vendas para melhorar a produtividade, os processos e a visibilidade do pipeline para as equipes de vendas