Ir para o conteúdo principal

Artigo 12 min read

O que é a semana de Black Friday? Como se preparar?

Por Zendesk

Última atualização em 6 dezembro 2023

A semana de Black Friday se trata de uma data especial do comércio com grandes descontos nas vendas das mercadorias, principalmente online. 

O sucesso dessas promoções é tão grande que, há algum tempo, deixou de ocupar apenas um dia e passou a durar uma semana — ou até mesmo o mês inteiro, em algumas lojas.

Segundo uma pesquisa da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) e divulgada pelo Globo, a expectativa é que a Black Friday 2023 atinja um faturamento 10% superior ao do ano passado. 

Isso é, enquanto em 2022 o faturamento foi de R$170 bilhões, o esperado para 2023 deve ser cerca de R$186 bilhões.

Portanto, é possível afirmar que a Black Friday se tornou uma das datas mais importantes para o comércio brasileiro. Considerada um aquecimento para as vendas natalinas, ela é bastante aguardada tanto por comerciantes quanto por consumidores.

Com descontos atraentes, a data aquece diferentes mercados de produtos e serviços e tem aumentado o faturamento do varejo a cada ano, como se viu na pesquisa.

Se você está pensando em aderir à semana da Black Friday 2023, saiba que é preciso mais do que preços baixos para obter sucesso.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar tudo que você precisa saber para faturar muito durante essa semana. Confira!

O que é a Black Friday?

A Black Friday foi criada nos Estados Unidos com o objetivo de alavancar as vendas do varejo a partir de descontos bastante atraentes. A data inaugura o período de compras para as festividades de final de ano.

Ela começou tímida na década de 90, mas passou a ganhar força a partir do ano 2000, período em que outros países passaram a aderir a esse evento.

No Brasil, a primeira Black Friday ocorreu em 2010. Naquele ano, apenas 50 lojas toparam participar baixando os seus preços de maneira significativa.

Em seu primeiro ano, a sexta-feira de descontos brasileira conseguiu movimentar 3 milhões de reais apenas no e-commerce. Já no ano seguinte, em 2011, esse número saltou para 100 milhões de reais. E o crescimento ano a ano continua até hoje.

Quando é a Black Friday 2023?

Tradicionalmente, a Black Friday ocorre na última sexta-feira do mês de novembro. A data sucede ao feriado de Ação de Graças que, nos Estados Unidos, ocorre sempre na quarta quinta-feira do mês de novembro.

Em 2023, a Black Friday cairá no dia 24 de novembro. No entanto, muitas lojas no Brasil não restringem os seus descontos a essa única data e acabam estendendo o evento.

E qual é a semana do Black Friday? Ela deve ocorrer do dia 19 ao dia 24 de novembro deste ano. Na verdade, em muitos casos, os lojistas costumam preencher todo o mês de promoção em alguns casos.

Afinal, esta é uma excelente oportunidade para dinamizar as vendas, conseguir bons negócios e fidelizar os clientes obtiveram um bom atendimento e produtos em condições imperdíveis.

Relatório sobre tendências da experiência do cliente

Baixe grátis

Como se preparar para a semana da Black Friday?

Agora, você já sabe o que é e quando é a semana da Black Friday 2023. No entanto, como se preparar para ela? Listamos oito dicas práticas e eficientes, veja:

  • valorize a antecedência;
  • invista na infraestrutura do site;
  • melhore a segurança;
  • analise os concorrentes;
  • monte uma tabela de preços e fretes;
  • construa uma estratégia de marketing digital;
  • diversifique os meios e as condições de pagamento;
  • faça testes.

1. Valorize a antecedência

O que queremos dizer com “valorize a antecedência”? Significa que o ideal é que a preparação para a semana da Black Friday seja feita com bastante antecedência. Mas por quê? Dessa forma, reduz-se de maneira considerável a probabilidade de ocorrerem problemas e imprevistos.

Começar a planejar os detalhes meses antes da data permite que falhas sejam encontradas e solucionadas durante a estruturação do plano. Pode-se dizer que o tempo para organização e construção da estratégia da Black Friday promove um aperfeiçoamento constante.

Logicamente, problemas inesperados podem acontecer mesmo assim, mas, como dito, a probabilidade é bem menor. E caso aconteçam, é provável que se consiga solucioná-los com maior agilidade e assertividade.

2. Invista na infraestrutura do site

Deixar de investir na infraestrutura do site é um erro básico, mas muito grave, que várias empresas cometem.

Espera-se que um número bem maior de pessoas acessem sua loja virtual durante a semana da Black Friday. Logo, é preciso que haja estrutura para suportar essas visitas adicionais que não costumam ocorrer.

Caso melhorias não sejam feitas, há uma grande probabilidade de diversos problemas acontecerem: site lento ou fora do ar, dificuldade para a finalização de compras, entre outros.

Essa situação é um desastre, porque os consumidores irão desistir de comprar e partir para um concorrente que esteja com o site funcionando corretamente.

Diante disso, trabalhe com o apoio de profissionais especializados para preparar sua loja virtual para aguentar um alto número de acessos. Invista especialmente em um servidor de qualidade capaz de suportar as visitas.

3. Melhore a segurança

A segurança digital não serve apenas para transmitir confiança aos consumidores, ela deve ser realmente boa e capaz de proteger os dados pessoais dos clientes.

Em épocas convencionais, já é vital que se dedique atenção a esse fator. No entanto, o cuidado deve ser em dobro em datas movimentadas. O número maior de pessoas acessando e interagindo com o site pode expor diversas fragilidades de segurança.

Portanto, é interessante que se contrate um profissional ou uma empresa especializada em cibersegurança para realizar uma auditoria em sua loja e corrigir possíveis “brechas”.

4. Analise os concorrentes

Analisar os concorrentes é uma das melhores maneiras de entender quais estratégias podem ser usadas para ganhar vantagens sobre eles. Esta análise pode contribuir para a definição das suas promoções.

Obviamente, os competidores irão baixar seus preços na semana da Black Friday. No entanto, é possível ter uma ideia de quais serão os valores a partir da avaliação.

Além disso, a investigação pode mostrar em quais frentes os concorrentes estão focando a sua preparação, podendo deixar seu negócio para trás.

5. Monte uma tabela de preços e fretes

Os preços não podem ser definidos apenas com base nos concorrentes. Deve-se levar em consideração a realidade da empresa para que se determinem valores apropriados.

Sendo assim, o caminho é fazer reuniões para montar uma tabela de preços e fretes atrativos, mas capazes de proporcionar lucro ao negócio.

Afinal, de nada adianta oferecer preços muito baixos, vender uma grande quantidade de produtos e, mesmo assim, sair no prejuízo, não é mesmo?

6. Construa uma estratégia de marketing digital

As estratégias de marketing digital são as responsáveis por trazer grande parte dos compradores em datas especiais, sejam novos ou antigos clientes. Logo, o ideal é que se faça um planejamento bem estruturado com antecedência. Inclusive, pode ser uma boa ideia iniciar sua execução de maneira antecipada.

Mas o que deve conter em uma estratégia da Black Friday? De forma resumida, deve-se determinar quais canais serão usados (SEO, Ads, e-mail, etc.) e com quais objetivos serão utilizados.

Por exemplo, pode-se utilizar o SEO para que os consumidores cheguem até o site da marca antes da Black Friday e cadastrem seu e-mail. Em seguida, um fluxo de e-mails será enviado para estimular o desejo dos clientes pelas promoções da data.

7. Diversifique os meios e as condições de pagamento

Os meios de pagamento são os recursos que os clientes podem usar para pagar uma compra, por exemplo, cartão de crédito e boleto. Já as condições de pagamento se tratam de benefícios como parcelamento em até 12 vezes sem juros.

Diversificar essas opções é uma boa maneira de aumentar a taxa de conversão durante a semana da Black Friday. Diversas pessoas irão acessar o site e cada uma pode preferir meios e condições de pagamento distintas.

Com a diversificação, há uma cobertura mais ampla de perfis de consumidores. Entretanto, ofereça apenas os benefícios que estiverem dentro da realidade do negócio para que não haja prejuízos.

Leia também: Transações online: como melhorar a experiência do usuário?

8. Faça testes

A realização de testes é essencial para que seu negócio fique extremamente preparado e reduza a probabilidade de falhas. Mas quais testes devem ser realizados? Todos que forem viáveis, como os seguintes:

  • “estressar” o servidor para identificar se ele aguenta um alto volume de visitas;
  • rodar anúncios para avaliar se estão chegando aos públicos adequados;
  • tentar “furar” a segurança para examinar a sua qualidade.

O objetivo dos testes é simular situações que irão acontecer durante a Black Friday. Desse modo, é possível identificar problemas que precisam ser solucionados e melhorias que podem ser implementadas.

Dicas para atender bem os clientes na Black Friday

O que determina o sucesso das vendas de uma empresa que adere à semana da Black Friday vai muito além do preço baixo. 

Um fator que costuma ser decisivo no processo de escolha dos consumidores é o atendimento e a experiência que cada marca oferece.

E, como sabemos, a semana da Black Friday promete uma intensa demanda de visitas às lojas onlines e físicas, interações com suporte ao cliente e, claro, compras nos principais canais de comunicação.

E para lidar com esse volume de procura, as empresas precisam começar a se preparar com muita antecedência e investir na estrutura necessária, principalmente de atendimento ao cliente, para deixar uma marca positiva na vida dos clientes.

Por isso, reunimos mais seis dicas que podem te ajudar a atender bem seus clientes durante a semana da Black Friday 2023. Veja:

  • capacite os agentes;
  • proporcione uma experiência de atendimento omnichannel;
  • aposte no autoatendimento;
  • ofereça atendimento personalizado;
  • não negligencie o pós-venda;
  • invista em um software de suporte.

9. Capacite os agentes

Para atender bem os seus clientes durante a semana da Black Friday, é importante contar com profissionais capacitados e bem treinados. 

Portanto, ofereça treinamento para os atendentes e vendedores sobre regras de compliance, script de vendas e os “DOs” e “DON’Ts” do atendimento ao cliente.

Mais do que nunca, eles precisam estar bem treinados e preparados para demandas comuns ao período, como dúvidas sobre detalhes das promoções, falha na entrega ou cobrança de algum produto/serviços, etc.

Além disso, o treinamento deve ser voltado para atendimentos rápidos e objetivos para assim desafogar possíveis filas de espera com soluções já rápidas e, quando possíveis, já na ponta da língua do agente.

10. Proporcione uma experiência de atendimento omnichannel

Quer mais dicas para atender bem o cliente na Black Friday? Então aposte na experiência omnichannel

Ela ocorre quando a empresa oferece diferentes canais de compra e atendimento que funcionam de maneira integrada. 

Dessa forma, o cliente pode, por exemplo, iniciar uma compra pelo site e retirar o pedido na loja. Essa estratégia torna a experiência mais confortável e satisfatória.

Além disso, um sistema omnichannel de atendimento desafoga possíveis filas de espera e demora, já que vários agentes em canais diferentes estão preparados para solucionar as demandas do público.

11. Aposte no autoatendimento

Vamos de mais dicas de atendimento ao cliente para a semana da Black Friday? Outra dica para tornar solicitações de atendimento mais rápidas e efetivas é o atendimento automatizado por meio de chatbots.

Nesse período, a demanda aumenta consideravelmente. Tendo isso em vista, apostar no autoatendimento é uma forma de desafogar os atendentes e reduzir os custos com a contratação de pessoal.

Por meio de chatbots com inteligência artificial, é possível oferecer um atendimento ágil e de qualidade aos seus consumidores. Além de, claro, tirar todo o peso das tarefas dos ombros dos agentes.

12. Ofereça atendimento personalizado

Oferecer um atendimento personalizado pode fazer toda a diferença nos seus resultados. Busque fazer com que cada cliente se sinta único e especial. 

Um sistema de CRM pode te ajudar nisso. Assim, o agente tem acesso aos dados e histórico de interações do consumidor com a marca.

Isso permite criar um senso de continuidade no atendimento, sem que o cliente frustre-se em ter que repetir informações pessoais e explicar sua mesma demanda toda vez que entrar em contato.

Conhecer seu público a fundo, em resumo, é fundamental para promover a melhor experiência do cliente possível.

13. Não negligencie o pós-venda

A semana da Black Friday é uma grande oportunidade para atrair novos clientes. Portanto, após uma venda ser concluída, entre em contato com os clientes para saber como está sendo a experiência deles com o produto ou serviço adquirido.

Use essa oportunidade em que os consumidores estarão mais dispostos a fazer negócio com sua empresa para conhecê-los melhor e oferecer experiências exclusivas e personalizadas.

Afinal, o Black Friday pode ser a porta de entrada para um relacionamento sólido e duradouro que só aumente o ticket médio desse cliente com o passar do tempo.

Por meio de boas estratégias de relacionamento pós-venda, você conseguirá fidelizar os clientes e fazer com que eles comprem na sua loja em outras épocas do ano.

14. Invista em um software de suporte

O software de suporte é uma ferramenta essencial para aplicar a maior parte das dicas anteriores. Ele fornece recursos como centralização de canais, criação de chatbots, automação de tarefas repetitivas e muito mais.

Ou seja, é uma solução completa que auxilia no oferecimento de uma boa experiência de atendimento durante a semana da Black Friday.

Mas qual ferramenta escolher? A nossa recomendação é a solução de atendimento da Zendesk, um software que oferece o equilíbrio certo entre simplicidade e sofisticação. Assim, as empresas são capazes de fornecer uma experiência satisfatória e contínua durante a jornada do cliente.

Que tal conhecer seu funcionamento na prática? Comece uma avaliação gratuita ou veja demonstrações de uso!

Confira o vídeo abaixo e saiba mais detalhes sobre a ferramenta de atendimento da Zendesk:

Tirou todas as suas dúvidas sobre a semana da Black Friday 2023 e já se sente pronto para desenvolver uma estratégia de sucesso para seu negócio nesse período? Maravilha!

Histórias relacionadas

Artigo
10 min read

Equipe CSC: quais as principais vantagens da estrutura?

Descubra o que é uma equipe CSC, como um Centro de Serviços Compartilhados pode ajudar sua empresa + 4 passos para implementar a estrutura.

Artigo
7 min read

Quais são as competências do profissional de atendimento?

Conheça quais são as 10 principais competências do profissional de atendimento ao cliente e saiba como desenvolvê-las nos colaboradores.

Artigo
12 min read

Como o mau atendimento ao cliente pode afetar sua empresa?

Demora para ser atendido, poucos canais de contato etc. O que resulta em um mau atendimento ao cliente? Confira os motivos e como evitá-los.

Artigo
7 min read

4 dinâmicas para entrosamento de equipe para motivar seu time

Quer aumentar o engajamento dos colaboradores? Conheça as melhores dinâmicas para entrosamento de equipe, eleve a motivação e tenha mais resultado!