Artigo

SEO para vendas: saiba a importância para os negócios e como aplicar essa estratégia

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 20 November 2020
Última atualização em 20 November 2020

Vamos direto ao assunto: SEO para vendas é uma estratégia de marketing digital utilizada para colocar as páginas do seu site nos primeiros lugares das plataformas de pesquisa.

Parece interessante para você? E é! No Google, por exemplo, os 5 primeiros resultados apresentados recebem 67% de todos os cliques.

Além disso, é bem importante lembrar que, hoje em dia, praticamente todas as pessoas utilizam a internet como a primeira etapa do seu processo de compra.

Quer uma prova? Quando você precisa de um produto ou serviço, ou mesmo quando tem alguma dúvida que pessoas próximas não sabem responder, para onde você vai? Não vamos achar nada estranho se responder “Google”.

Assim como você, seus clientes têm a mesma atitude. Por isso, é tão importante utilizar o SEO para vendas como estratégia para destacar a sua empresa dos concorrentes.

Mas o que seria essa sigla tão falada no marketing digital? Como colocá-la em prática? Quais resultados essa abordagem pode trazer para o seu negócio? Confira essas e outras respostas agora!

O que é SEO para vendas?

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, traduzindo ao pé de letra “motor de otimização de busca”.

Consiste em uma série de estratégias que otimizam páginas da web (sites, blog, lojas virtuais etc), para que conquistem posições melhores nos resultados orgânicos nas plataformas de pesquisa.

Em outras palavras, o SEO para vendas é uma maneira de colocar as suas páginas nos primeiros lugares em sites como Google, Bing, Yahoo! e outros.

Qual a importância de se posicionar bem nos sites de busca?

Para que fique ainda mais clara a importância do SEO para vendas, vamos lhe apresentar alguns dados:

  • 51% de todo o tráfego recebido por um site vem da pesquisa orgânica, contra apenas 10% da pesquisa paga, 5% das redes sociais e 34% de outras fontes;
  • Somente 0,78% dos usuários de internet clicam em algum site que aparece na segunda página dos resultados;
  • 38,1% das empresas que adotam estratégias de SEO constatam crescimento orgânico das suas páginas.

Essa última pesquisa também apontou que;

  • 21% das empresas notam qualidade maior de tráfego;
  • 17,9% conquistam posições de ranqueamento melhor nas páginas de resultados de pesquisas, as SERPs.

Ou seja, o SEO para vendas é uma estratégia que realmente traz resultados quando o assunto é colocar a sua empresa em destaque nos sites de busca.

Além disso, quanto melhor for o seu posicionamento nessas pesquisas, mais credibilidade transmite para os potenciais clientes, o que também reforça o poder da sua marca e confere mais autoridade.

Como funciona o SEO para vendas?

Mas se SEO para vendas é um conjunto de estratégias, quais seriam essas abordagens? Bem, antes de falarmos sobre elas, é interessante começar explicando um pouco sobre os motores de busca e o seu funcionamento.

Motores de busca — ou sites de busca, buscadores, mecanismos de pesquisas — são sistemas que rastreiam, indexam e ranqueiam os conteúdos presentes na web. São eles que determinam a ordem que as páginas aparecem nas pesquisas.

Entre os motores de busca existentes, o Google é o que mais se destaca. Por isso, as otimizações dos sites, em sua grande maioria, são realizadas de modo que atendam às exigências dessa plataforma.

Para se ter uma ideia do “poder” do Google, ele é o provedor de pesquisa dominante no Brasil — 94,92% das buscas são realizadas nele, segundo a Statista.

No primeiro semestre deste ano, 97,4% de todas as pesquisas brasileiras foram realizadas no Google, contra apenas 1,27% no Bing.

De tempos em tempos esse importante motor de busca muda os critérios para o ranqueamento, mas, de modo geral, ele funciona da seguinte maneira:

  • Os Googlebots, robôs de rastreamento do Google, fazem uma “leitura” dos conteúdos das páginas do seu site.
  • Em seguida, realizam a indexação que, basicamente, consiste em armazenar tudo o que foi encontrado em uma espécie de biblioteca.
  • Nessa “biblioteca”, as páginas são organizadas e ordenadas com base nas informações levantadas durante a leitura feita pelos robôs, por exemplo, uso das palavras-chave, tempo que as páginas levam para carregar etc.
  • Por fim, quando um usuário faz uma pesquisa, o Google busca na sua biblioteca as páginas que melhor vão responder o seu questionamento.

Aqui, é interessante destacar que esse ranqueamento muda a todo o momento. Isso acontece porque os robôs das plataformas de pesquisa trabalham constantemente.

Assim, eles estão sempre fazendo a leitura das páginas, identificando aquelas que utilizaram as palavras-chave da melhor maneira, as que têm mais acesso, as que ficam mais tempo abertas etc.

Por isso, o SEO para vendas é uma estratégia que está sempre em movimento. 

Como atrair mais clientes com SEO para vendas?

Como você pôde constatar nos dados apresentados no início deste artigo, o SEO para vendas gera excelentes resultados. Mas, não vamos mentir, ele demanda tempo, comprometimento e paciência.

Ao contrário dos anúncios pagos que, imediatamente, colocam os seus links no topo das páginas de pesquisas, os resultados do SEO aparecem com o tempo. Justamente por esse motivo, muitas empresas ainda deixam essa estratégia de lado.

No entanto, é bem importante destacar que os conteúdos otimizados estarão sempre presentes na internet, ao contrário dos patrocinados que têm prazo pré-determinado.

Somado a isso, quanto mais eles são clicados e lidos, mais as suas páginas ganham posições nos rankings de pesquisas — ou seja, podemos dizer que é uma bola de neve bem positiva!

E qual seria o melhor caminho para ter conteúdos bem otimizados e se beneficiar de todos os resultados do SEO para venda?

Para começar a sua estratégia você pode seguir estes passos:

  1. Defina a sua persona
  2. Escolha bem as suas palavras-chave
  3. Crie conteúdos relevantes e atraentes
  4. Otimize os seus conteúdos e as suas páginas
  5. Atente-se às mudanças dos algoritmos
  6. Mensure os seus resultados

1. Defina a sua persona

O primeiro passo para uma estratégia de SEO para vendas de sucesso é definir a sua persona. Ou seja, determinar quem é o cliente ideal para o qual os conteúdos do seu site serão criados.

A persona consiste em um personagem semifictício que representa o consumidor perfeito para os produtos e/ou serviços que a sua empresa oferece. 

Sua criação é baseada no perfil dos seus potenciais compradores, tais como gênero, idade, local onde mora, necessidades, expectativas etc.

Por exemplo, imagine uma rede varejista de roupas femininas. Possivelmente, a persona dessa marca será uma mulher entre 20 e 30 anos, que busca peças para usar no seu dia a dia, mas também para presentear amigas e outras mulheres da sua família.

Considerando esse perfil, o site e os conteúdos devem ser criados utilizando uma linguagem que atinja e encante esse público, concorda? 

Essa visão ajuda a alcançar de uma forma mais direta o público certo para comprar os produtos oferecidos, otimizando tempo e eliminando investimentos desnecessários.

2. Escolha bem as suas palavras-chave

As palavras-chave são os termos digitados na barra de pesquisa do Google ou de outros buscadores. 

Elas podem ser palavras únicas e genéricas, as chamadas de head tail, ou expressões mais específicas, denominadas long tail.

Veja este exemplo: um gerente comercial que está em busca de um software de CRM para otimizar as tarefas do seu time pode pesquisar por:

  • CRM
  • Sistema para gerenciamento de clientes
  • Sistema de gestão de clientes
  • Software de CRM
  • O que é CRM
  • O que é CRM de vendas
  • Qual o melhor software de CRM
  • O que é CRM e como funciona
  • Qual o preço de um CRM

Ou seja, o potencial cliente pode utilizar inúmeras variações para encontrar um mesmo produto ou serviço, tudo depende da etapa do funil de vendas em que se encontra.

Entenda mais sobre esse assunto neste artigo “Funil de vendas: o que é e qual é sua importância?

Por isso, a escolha das palavras-chave é tão importante no processo de otimização das suas páginas. São elas que vão indicar aos usuários os seus conteúdos.

Na estratégia de SEO elas devem estar presentes em todas as páginas do seu site, ou seja, naquelas que apresentam a sua empresa, história, produtos e serviços (parte institucional), bem como nos conteúdos do seu blog.

A escolha das palavras-chave deve estar totalmente relacionada ao seu segmento e ao conteúdo que irá produzir. Além disso, devem ser vistas como uma oportunidade de atrair o público e de conquistar boas posições.

Considerando isso, é bem importante utilizar as palavras-chave que têm um bom volume de busca. 

Existem diversas ferramentas que ajudam a identificar quais são elas, incluindo o próprio Google. Olha o que acontece quando digitamos “software de CRM” no Google:

A própria plataforma dá outras sugestões de pesquisa — aqui, vai uma dica extra: essas possibilidades podem (e devem) ser incluídas no conteúdo que estiver produzindo se tiver relação com o contexto. Dessa forma, você aumenta as chances de as suas páginas serem encontradas.

No entanto, é importante destacar um detalhe. Em uma das últimas atualizações do Google (o BERT em 2019), foi incorporado um sistema de inteligência artificial com foco em linguagem natural.

Em outras palavras, o Google passou a priorizar a leitura humana na hora de ranquear os conteúdos.

Assim, mesmo que uma palavra-chave esteja em alta nas buscas, não adianta repeti-las indefinidamente ao longo da página, pois ele vai entender que a sua intenção é somente ranquear e não entregar valor ao cliente.

Fazendo isso, inclusive, ao invés de conquistar boas posições, seu site pode até ser penalizado. 

3. Crie conteúdos relevantes e atraentes

Aproveitando esse gancho, a criação de conteúdos relevantes e atraentes é uma boa prática dentro do SEO para vendas.

O que isso quer dizer? Quer dizer que os textos que compõem as suas páginas devem responder as principais dúvidas dos seus possíveis compradores.

Um ponto bem interessante é deixar claro, logo no início, qual serviço ou produto a sua empresa oferece. Dessa forma, a pessoa que está pesquisando já sabe “de cara” se a sua empresa pode ou não suprir as suas necessidades.

Veja a página inicial do site da Zendesk. Ao acessar o usuário já descobre a atividade da empresa (cria softwares de suporte, vendas e engajamento do cliente para todos), além de outras informações relevantes, como os resultados que podem ser obtidos (satisfação dos clientes) e o contato.

Quanto aos conteúdos criados para o blog da sua empresa, eles não devem falar apenas sobre o que é comercializado. 

Ou seja, se você trabalha, por exemplo, com venda de peças automotivas, a ideia não é relatar somente esses itens, mas sim criar artigos que atraiam as pessoas para as suas páginas.

Para deixar mais claro, imagine o seguinte: ao invés de criar um texto para o seu blog que fale o preço de um pneu, você pode entregar aos seus leitores um artigo que lista as 10 melhores marcas de pneus disponíveis no mercado.

Essa estratégia é chamada de marketing de conteúdo, e faz parte do SEO para vendas. Ela atrai o potencial comprador para o seu site que, ao mesmo tempo em que tira as dúvidas, conhece tudo o que a sua empresa tem a oferecer.

4. Otimize os seus conteúdos e as suas páginas

A otimização dos conteúdos nada mais é do que utilizar as palavras-chave nos lugares corretos. 

Assim, além de distribuí-las ao longo do texto, elas também devem estar presentes:

  • No título dos conteúdos;
  • Na meta descrição (descrição do conteúdo que aparece nos resultados das pesquisas);
  • Nas imagens;
  • na URL (endereço da sua página).

A URL, inclusive, deve ser amigável, ou seja, ter significado para o usuário e não ser muito extensa. 

Ou seja, ao invés de utilizar “www.suaempresa/blog/11555fafr67” o mais indicado é usar “www.suaempresa/blog/o-que-e-seo-para-vendas” 

Uma dica extra: no SEO para e-commerce é bem importante otimizar as imagens dos produtos e as suas descrições.

5. Atente-se às mudanças dos algoritmos

Como mencionado, os algoritmos dos sites de pesquisas mudam constantemente. Por conta disso, algumas abordagens utilizadas hoje podem não ter o mesmo resultado daqui algum tempo.

Portanto, para obter bons resultados com o SEO para vendas é fundamental se manter atualizado sobre essas mudanças e ajustar a sua estratégia sempre que necessário.

6. Mensure os seus resultados

Por fim, mas não menos importante, você deve acompanhar e mensurar os resultados da sua estratégia. Somente assim vai saber se os resultados alcançados estão dentro do esperado.

Não deixe de ler “Métricas de vendas: conheça as 13 mais importantes e o que é mensurado em cada uma

Uma das ferramentas que podem lhe ajudar nessa etapa é o Google Analytics. Entre as diversas funções, essa solução permite verificar o número de visitas recebidas no seu site, a origem do seu público e muito mais.

Quais benefícios e vantagens são conquistados com estratégias de SEO?

O SEO para vendas é uma estratégia que ajuda a sua empresa a:

  • Conquistar as melhores posições nos sites de pesquisa
  • Trazer visibilidade para a sua marca e fortalecer sua reputação
  • Aumentar seu volume de tráfego orgânico
  • Gerar mais leads
  • Influenciar decisões de compra
  • Converter mais

Quer conhecer outras estratégias para aumentar as suas vendas? Então leia este artigo “Motivação nas vendas: 5 dicas para ampliar a performance dos vendedores

Solução completa para vendas

A Sales Suite é solução de vendas moderna que reúne um conjunto de ferramentas para melhorar suas negociações.