Artigo | 12 min read

Criatividade em vendas: o que é e como ser criativo para vender mais

Por Zendesk

Última atualização em 21 fevereiro 2023

A criatividade em vendas é uma competência valiosa e cada vez mais indispensável para os vendedores que querem gerar mais conversões e fidelizar um número maior de clientes.

Bom profissionais de vendas precisam ser criativos para, por exemplo, realizar abordagens mais eficazes, contornar objeções, propor soluções que façam sentido para o cliente e pensar em argumentos que os convençam a fechar negócio mais rapidamente.

Exercitar a criatividade constantemente é fundamental para conseguir definir boas estratégias para aumentar as vendas e se destacar da concorrência.

Sem perder isso de vista, convidamos você a prosseguir com a leitura deste guia que vai te ensinar como ter ideias criativas e inovar na prática a partir de 11 dicas.

Continue com a gente e descubra nas próximas linhas como estimular a criatividade em vendas e potencializar os seus resultados.

  1. Exercite o seu raciocínio
  2. Enriqueça seu repertório cultural e busque informações
  3. Amplie as suas referências criativas
  4. Adapte as referências à sua realidade
  5. Não deixe de socializar e fazer networking
  6. Revisite o seu histórico de resultados
  7. Teste as suas ideias
  8. Atente-se às tendências do mercado
  9. Anote todos os insights que você tiver
  10. Trabalhe de forma colaborativa com o time de vendas
  11. Reserve momentos de descanso

O que é criatividade em vendas?

“Inventividade, inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar”. Essa é uma das definições de “criatividade” que você vai encontrar na internet após uma breve busca no Google.

Trata-se da capacidade que uma pessoa tem de pensar “fora da caixa”, criar algo e propor soluções que nunca foram pensadas antes, inovar métodos. E, ao contrário do que muitos acreditam, a criatividade pode ser desenvolvida de acordo com as experiências de cada pessoa e conhecimentos adquiridos ao longo da vida.

Aplicada a vendas, a criatividade permite resolver problemas de novas formas, adotar abordagens diferentes, deixar a imaginação fluir para o surgimento de ideias inovadoras e projetar um olhar diferente sobre situações, processos e métodos já estabelecidos.

Qual a importância da criatividade em vendas?

A criatividade em vendas é importante para que os vendedores consigam contornar situações de imprevisto e oferecer para os clientes soluções que ninguém ainda pensou.

Um vendedor que sabe como ser criativo é capaz de surpreender positivamente seus prospects e clientes e convencê-los de que comprar seu produto ou serviço é a melhor decisão a ser tomada.

Sem criatividade e inovação, o vendedor será só mais um de uma lista longa de profissionais que estão tentando fechar negócio com determinados clientes – principalmente quando falamos de vendas B2B.

Os argumentos de um vendedor criativo tendem a ser mais convincentes e persuasivos. O cliente lembra-se mais daquele que ousou pensar “fora da caixa” e elaborar um pitch de vendas inovador, marcante, que dialogue com as suas necessidades e expectativas.

Veja também: O que é elevator pitch? Aprenda a fazer o seu com 5 dicas

Ser criativo também favorece a fidelização de clientes. É possível criar boas campanhas, promoções e programas de fidelidade e enfatizar vantagens pouco mencionadas com foco em fazer com que os clientes optem por estender o relacionamento deles com a empresa.

Sem a criatividade em vendas, as estratégias, metodologias e processos podem ficar “batidos” demais e, com o tempo, se provar ineficazes. Isso leva à diminuição das conversões e ao enfraquecimento competitivo da companhia.

Criatividade em vendas: como ter ideias criativas e inovar na prática?

Depois de tudo o que você viu até aqui, está interessado em saber como estimular a criatividade e aplicá-la em ideias inovadoras no seu dia a dia de vendas?

Então continue a leitura e descubra a seguir 11 dicas indispensáveis que vão te ajudar a exercitar o pensamento criativo para definir poderosas estratégias para aumentar as vendas.

1 – Exercite o seu raciocínio

Exercitar a mente e colocar a cabeça para funcionar são práticas fundamentais para quem busca como estimular a criatividade.

Acontece que, no dia a dia, a gente se acostuma a executar tarefas cotidianas e pensar de forma praticamente automática. Na verdade, esse é um mecanismo do nosso cérebro para poupar energia.

Porém, se você quer ser mais criativo na sua rotina de vendas e usar essa habilidade a seu favor para gerar mais conversões, você deve tirar o seu cérebro do piloto automático.

Uma das formas de fazer isso é fazer exercícios que te desafiem a pensar de forma mais crítica e a encontrar novas soluções para problemas hipotéticos. É possível também fazer um levantamento das objeções mais comuns apresentadas por seus clientes sobre seus argumentos de vendas e encontrar formas criativas de contorná-las.

2 – Enriqueça seu repertório cultural e busque informações

A criatividade tem como base toda a bagagem cultural e informacional que acumulamos ao longo da nossa vida. Logo, quanto mais limitado for o nosso repertório, mais difícil fica propor ideias e soluções verdadeiramente criativas e inovadoras.

Tendo isso em vista, é muito importante que você se mantenha bem informado sobre o que acontece em escala local e global, principalmente no que se refere a assuntos que estão direta ou indiretamente ligados aos produtos e serviços que você vende ou ao perfil de clientes com os quais você quer fechar negócio.

Além disso, consuma produtos culturais, participe de eventos, viaje, conheça novos lugares, leia livros. Assim, você vai enriquecer seu repertório cultural, estimular sua criatividade e propor ideias totalmente únicas e fora da caixa.

3 – Amplie as suas referências criativas

Esta dica dialoga diretamente com o que acabamos de falar sobre repertório cultural e se manter bem informado e atualizado sobre o que acontece à nossa volta.

Ampliar as referências criativas significa encontrar novas fontes que sirvam de inspiração para as suas ideias.

Você pode, por exemplo, observar como os seus concorrentes se comportam e se inspirar em ações e estratégias de vendas que foram bem sucedidas por lá. O mesmo vale para empresas que não necessariamente atuam no mesmo nicho de mercado que o seu.

Para explorar o seu lado mais criativo, busque também conversar com colegas e outras pessoas que você acredita terem a criatividade mais aflorada. Elas podem te apontar o caminho para que você também consiga conceber ideias inovadoras.

4 – Adapte as referências à sua realidade

Ao procurar por referências que vão aguçar a sua criatividade, é fundamental que você tente adaptá-las à sua realidade e aos problemas que você busca solucionar.

As referências devem servir de inspiração e serem somadas à sua bagagem cultural e aos conhecimentos adquiridos durante toda a sua jornada profissional.

Se você apenas replicar os cases de sucesso da concorrência e reproduzir estratégias de terceiros, você será tudo menos criativo. Além disso, aquilo que deu certo para seus concorrentes pode não ser eficaz na hora de solucionar os seus problemas ou atender as demandas dos seus clientes.

Tudo o que você utilizar como referência precisa ser pensado de acordo com a sua rotina específica de vendas, buscando integrá-las às suas necessidades e, a partir disso, criar algo novo.

5 – Não deixe de socializar e fazer networking

É inerente à função de vendedor lidar com pessoas. Para aqueles que querem descobrir como ter ideias criativas e inovar na prática, que tal começar pelo networking e socialização?

Aumentar a sua rede de contatos e interagir com pessoas de diferentes perspectivas e backgrounds é extremamente valioso para exercitar o seu lado criativo e abrir a sua mente para o surgimento de novas ideias.

O simples diálogo com familiares, amigos, colegas vendedores, clientes e profissionais de outras áreas é capaz de favorecer a obtenção de insights criativos que te ajudarão a propor soluções inovadoras e conquistar mais oportunidades.

Sendo assim, seja mais curioso e busque saber qual a visão de outras pessoas sobre determinados temas. Estabeleça mais conexões por meio de eventos online e offline.

Veja também: Como fazer networking: 9 etapas para fechar novos negócios

6 – Revisite o seu histórico de resultados

É fácil se esquecer de tudo o que você já conquistou quando se está muito focado em criar algo novo e perseguir resultados mais desafiadores.

No entanto, para ser criativo, às vezes é necessário olhar para trás e revisitar todos os bons resultados que você alcançou até aqui e as boas ideias que você já teve.

O passado pode ser uma excelente referência que te ajudará a pensar em soluções inéditas. Ao avaliar o seu histórico, é possível que você pense em como determinado projeto, metodologia ou estratégia comercial poderia ter sido melhor. A partir disso, você pode reformular o que já foi feito e chegar a um resultado ainda melhor.

7 – Teste as suas ideias

Dificilmente você terá uma grande ideia criativa que será um sucesso logo na primeira vez em que você tentar colocá-la em prática.

O processo de estímulo à criatividade passa também pelo ritual de tentativa e erro. Você deve realizar experimentos e efetuar os ajustes que se mostrarem necessários até que você chegue a uma solução que seja, de fato, criativa e aplicável.

Não há como ser criativo sem testar variações de uma ideia inicial e fazer iterações que torne essa ideia mais adequada e coerente com a realidade.

Explorar a criatividade em vendas é também reconhecer que você pode não acertar de primeira. É preciso se manter perseverante até conseguir chegar a um produto (que pode ser uma abordagem diferente, uma metodologia, um processo, um fluxo de trabalho, um treinamento, etc) totalmente inovador.

8 – Atente-se às tendências do mercado

Ser criativo significa também estar um passo à frente dos demais. Para isso, você precisa ficar atento às principais tendências do seu mercado.

Ou seja:

  • Como o seu público tem se comportado e o que esperar desse comportamento no futuro?
  • Quais são as novidades tecnológicas emergentes que devem ganhar força nos próximos anos e que podem impactar suas vendas?
  • Existe o risco de surgir novos players no seu mercado? Quem são eles?

Você deve se fazer perguntas nesse sentido e investigar as respostas para elas de modo a se manter inteirado sobre o que está por vir e como se preparar para enfrentar essas possíveis mudanças com criatividade. 

Além disso, quando as principais tendências não escapam do seu radar, fica mais fácil traçar estratégias inovadoras e criativas para não perder relevância no mercado e acompanhar o fluxo de transformações.

Leia também: CX Trends 2023: A nova era das experiências marca o futuro do atendimento

9 – Anote todos os insights que você tiver

Um dos sentimentos mais frustrantes é quando temos uma ideia que consideramos muito boa e, por qualquer motivo que seja, não conseguimos lembrá-la e ela se perde na nossa cabeça.

Para evitar que você perca poderosos insights que podem se tornar grandes ideias criativas para a área de vendas, mantenha o registro de tudo.

Anote cada insight o quanto antes, seja em um papel rascunho, bloco de notas do computador ou celular, post-it; não importa. O importante é que, se no primeiro momento você vê potencial em uma ideia, não a perca de vista.

Pode ser que mais tarde, com a cabeça fria, você a descarte porque ela era inviável demais ou já foi feita antes. Mas também pode ser que essa ideia seja tão incrível e única que ajudará você e sua empresa a alcançarem resultados de excelência e sair na frente dos seus concorrentes.

10 – Trabalhe de forma colaborativa com o time de vendas

Para muitas pessoas, as ideias mais criativas são aquelas pensadas de forma colaborativa. 

No caso da criatividade em vendas, poder contar com diferentes pontos de vista de todos os vendedores que compõem a equipe é extremamente valioso para conceber ideias inovadoras.

Por meio desse exercício coletivo, a troca de insights pode ajudar o time a solucionar problemas com mais agilidade e criatividade.

Para isso, busque organizar encontros periódicos para realizar o famoso brainstorming em torno de temas específicos de interesse do setor de vendas.

Essa é uma prática que, além de estimular a criatividade, promove também o engajamento e motivação dos colaboradores. Eles se sentem importantes para os resultados do time (e, de fato, eles são).

Leia também: Como engajar equipe de vendas? 5 dicas práticas para aplicar

11 – Reserve momentos de descanso

Se você busca como estimular a criatividade, saiba que é preciso descansar a mente para que as ideias possam fluir melhor.

Dedicar horas e horas do seu dia tentando encontrar soluções criativas é bastante cansativo.

Além de dormir de 7 a 8 horas, faça pausas durante o dia para não pensar em “nada”. Tente meditar e esvaziar a mente por alguns minutos. Você vai conseguir enxergar os problemas com mais clareza e organizar seus insights.

E então, ficou claro para você como ter ideias criativas e inovar na prática? Para potencializar a criatividade em vendas, invista em um software de CRM, como o Zendesk Sell.

Um sistema de CRM permite que você maximize a produtividade, visualize o seu processo comercial com mais clareza e entregue as melhores experiências para os seus clientes.

Conheça o Zendesk Sell e faça uma avaliação gratuita da nossa ferramenta.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis