Ir para o conteúdo principal

11 min read

Por que e como implementar a integração de sistemas na indústria 4.0?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Última atualização em 13 dezembro 2022

A integração do sistema na indústria 4.0 é o processo que une todos os componentes virtuais e físicos em uma única infraestrutura coesa para garantir que todas as partes individuais de uma organização funcione como um todo.

Neste artigo, explicaremos as principais informações dessa modernidade para a cadeia de suprimento. Para isso, cobrimos os seguintes tópicos.

  • O que é integração de sistemas na indústria 4.0? 

  • Qual é o objetivo da integração de sistemas na indústria 4.0?

  • Quais são os tipos de integração de sistemas na indústria 4.0? 

  • Quais são os benefícios da integração de sistemas para a indústria?

  • Quais são os benefícios da integração entre os sistemas para os clientes? 

  • Como fazer a integração de sistemas na empresa? 

Leia mais também em: Quais são os tipos de inovação? Veja exemplos para te inspirar

O que é integração de sistemas na indústria 4.0? 

Uma das bases da indústria 4.0 é a integração de sistemas cujo foco é conectar os segmentos de uma empresa para coletar dados e informações relevantes. Os insumos podem ser analisados para sugerir melhorias contínuas em toda a cadeia produtiva, bem como, nos segmentos de suporte. 

A troca rápida de informações permite tomar decisões mais assertivas e sem burocracia. Assim, é possível:

  • otimizar recursos;

  • reduzir perdas;

  • focar no desenvolvimento do negócio;

  • buscar a exploração de novos mercados. 

A ausência de uma integração de sistemas faz com que uma empresa colete informações de forma manual, registrando em um caderno ou planilhas. Esse processo analógico é considerado, em grande parte dos casos, ineficaz e sujeito a falhas. 

Além disso, a sua equipe demora mais tempo para verificar se um determinado produto ou serviço atendeu as expectativas do cliente. 

Outro ponto negativo é que é necessário verificar se os fornecedores e distribuidores estão alinhados com a produção. 

Integração Horizontal

O objetivo da integração horizontal é conectar todas as áreas e sistemas da cadeia produtiva de uma determinada indústria:

O papel desse tipo de integração é auxiliar os segmentos a atuarem com mais harmonia e sincronização, garantindo mais otimização de recursos durante o processo. 

O controle de entrega e acompanhamento de distribuição também permite ter mais assertividade em relação ao cumprimento dos prazos, além de gerar dados para que preveem entregas mais precisas. 

Essa modernidade ajuda a gerar valor para o consumidor, uma vez que o processo industrial atua com mais organização, qualidade e compromisso em relação aos prazos. 

Na fábrica, a conexão impacta diretamente na redução de perdas à medida que as demandas dos fornecedores são adaptadas às necessidades dos consumidores, evitando gastos desnecessários ao longo do processo. 

A qualidade dos produtos também influencia na confiança do cliente, garantindo um diferencial competitivo para a indústria. 

Integração vertical 

O objetivo da integração vertical é fazer com que uma informação transite por todos os segmentos dentro de uma companhia. O processo se inicia no chão de fábrica com as máquinas e a linha de produção. Depois, ele passa por outras etapas:

  • produção: integra o monitoramento dos processos, o controle e a supervisão;
  • setor operacional: integração do planejamento, da gestão de qualidade e eficiência dos equipamentos;
  • setor corporativo: envolve a gestão de pedidos, planejamento e gerenciamento de processos.

A integração vertical também prevê a relação dos sistemas específicos aplicados em cada fase dos processos de fábrica, conectando as informações entre eles. Assim, as demandas são executadas sem intervenção manual, reduzindo o tempo de tomada de decisão, além de ajudar na gestão industrial. 

Leia mais também em:

Qual é o objetivo da integração de sistemas na indústria 4.0?

Na prática, o objetivo da integração é montar um quebra-cabeça. Existem diversos segmentos de uma organização que precisam se encaixar em uma arquitetura bem coordenada e coesa para que as atividades sejam aplicadas com eficiência.

É um processo que conecta as funções de uma organização de vários sistemas, simplificando sistemas diferentes, incluindo hardware, software (personalizado ou pronto para uso) e comunicações existentes.

Quais são os tipos de integração de sistemas na indústria 4.0? 

O mercado permite integrar o sistema de três formas. 

  • Banco a banco;

  • Trocas e compartilhamento de dados eletrônicos;

  • API.

Banco a banco

Trata-se do modelo mais básico de integração de sistemas. A operação ocorre por meio do compartilhamento de um mesmo banco de dados entre sistemas variados. Para isso, é utilizado um software de extração de dados.

Para colocá-lo em ação, a sua empresa precisa ter um especialista em database administrator (DBA). Por ser uma alternativa mais simples, ela dependerá das metas do seu negócio com a integração. 

Trocas e compartilhamento de dados eletrônicos

É mais complexa que a primeira opção. Você deve investir em uma plataforma ou software que funcionará como uma espécie de tradutor universal.

Para ter sucesso com esse tipo de integração, use uma boa gestão do mecanismo de integração, que seja capaz de importar e exportar dados de um sistema para o outro. 

Em outras palavras, o software traduz as mensagens de cada ferramenta integrada e encaminha o conteúdo para a outra solução. O fluxo é contínuo e padronizado de dados entre os sistemas.

API (Application Programming)

Por fim, e não menos importante, a solução por API é moderna e bastante utilizada pelas empresas. Ela oferece uma ótima performance na comunicação entre as tecnologias, velocidade e troca de dados. 

Essa dinâmica só é possível porque a API permite que as informações transitem de um software para o outro em tempo real. Então, ela atua como uma ponte, que cria conexão entre as aplicações. 

Quais são os benefícios da integração de sistemas para a indústria?

A implementação de uma integração de sistemas oferece vários benefícios e prepara as empresas não só para o presente, mas também para o futuro. 

Antes de decidir sobre uma plataforma de integração, é importante conhecer melhor as vantagens desse recurso para as organizações. Confira!

Redução de custos 

Um sistema de gestão integrada impacta na produtividade da equipe. As demandas podem ser aplicadas com mais qualidade, diminuindo a quantidade de processos ou a repetição de atividades. Com isso, os projetos ficam mais econômicos, reduzindo os custos do orçamento. 

Aumento da produtividade 

O compartilhamento de dados de setor para setor permite que a linha de produção execute as demandas com menos tempo. Dessa forma, ela pode se concentrar em outras tarefas mais estratégicas. 

Segurança de dados

As ameaças à integridade de dados e informações podem surgir por vários motivos. Você deve garantir a confidencialidade e segurança dos mesmos. Os recursos tecnológicos precisam obedecer aos padrões de autenticação e criptografia para garantir a segurança dentro da integração dos sistemas. 

Gerenciamento de estoque 

Foi-se o tempo em que o gerenciamento de estoque era uma tarefa complicada. Com a integração de sistemas, o processo fica mais fácil e rápido. 

Você pode monitorar a ausência ou o excesso de algum produto ou equipamento em estoque. É possível verificar ainda a necessidade de compras conforme a demanda, reduzindo o capital e o espaço de armazenamento. 

Integração entre setores

Quando a indústria aplica a integração entre setores, a fábrica tem mais capacidade para atender as demandas dos consumidores. E o melhor: com mais qualidade, rapidez e eficiência. 

Esse cenário só é possível porque a integração de sistemas permite desenvolver fluxos de trabalhos mais rápidos e estratégicos para cada situação, que atendem as necessidades da empresa e do mercado. 

Tomada de decisões mais assertivas 

Um dos principais benefícios da integração de sistemas é a possibilidade de utilizar gráficos e dados disponíveis em tempo real. Assim, você pode analisar a performance de cada funcionário e ajudá-lo nas tomadas de decisões. 

Gestão automatizada

Com essa metodologia de trabalho, o líder ganha uma visão 360º de todas as áreas da empresa, impedindo a queda na produtividade e eficiência da equipe. Os erros são identificados e resolvidos sem burocracia e sem interromper o fluxo de trabalho.

Confira também: 

Quais são os benefícios da integração entre os sistemas para os clientes? 

Ao observar toda a cadeia de valor, o líder tem acesso a diversas informações que influenciam na entrega do produto aos consumidores. Isso permite que sejam desenvolvidas soluções com mais qualidade. A regra é clara: quanto melhor for a entrega, maior será a satisfação do cliente. 

Como fazer a integração de sistemas na empresa? 

A integração de sistemas não pode ser feita de qualquer forma em uma empresa. Siga as orientações abaixo para ter sucesso neste processo. Confira! 

1- Estabeleça objetivos 

Definir uma meta inicial é vital para avaliar o sucesso da integração de sistemas na sua empresa. Para cada companhia, há uma necessidade diferente como: 

  • economizar tempo;

  • melhorar os processos; 

  • economizar dinheiro;

É importante destacar que todas as alternativas são possíveis, de acordo com o desenvolvimento da integração. Porém, é fundamental iniciar com um foco para estabelecer as expectativas da companhia e do time. 

Assim, todos os envolvidos terão a possibilidade de aproveitar a integração dos sistemas. 

2- Faça configurações personalizadas 

Essa etapa depende das tecnologias que a sua companhia utiliza e dos dados que estão agregados ao negócio. 

Com as informações em mãos, você pode fazer configurações alinhadas com as metas que foram definidas na primeira etapa. 

É fundamental ter um bom relacionamento com a equipe de TI para que os colaboradores indiquem as melhores configurações para a sua empresa. 

3- Prepare os colaboradores para a transição 

Os membros do seu time são fundamentais para a integração dos sistemas. Isso porque, grande parte dos dados serão administrados pelos funcionários da empresa. 

Você deve analisar se os colaboradores precisam fazer alguma demanda diferente do seu trabalho atual. Em caso positivo, treine todos os membros para que eles se adaptem às mudanças. 

Como todo período de aprendizado, o excesso de informações internas mexe com a rotina dos colaboradores. Para que essa etapa ocorra com eficiência, reserve um período para tirar todas as dúvidas dos funcionários. 

Leia também:

Como potencializar os resultados da integração de sistemas? 

Quando escolhemos a tecnologia correta, é mais fácil implementar a integração de sistemas em sua empresa. 

Você pode contar com soluções, como o Sell. É um CRM de vendas que maximiza a produtividade, mantém a visibilidade do pipeline e aumenta a receita.

Confira, a seguir, as ferramentas de produtividade que fazem parte desse sistema. 

  • integração com e-mail: sincronize seu e-mail atual com o Sell e trabalhe de maneira mais eficiente com alertas, modelos e monitoramento automático;
  • ferramentas de engajamento de vendas: faça listas de clientes potenciais direcionadas e crie sequências de e-mail personalizadas para o acompanhamento automático de leads;
  • executor de tarefas: trabalhe sem interrupções por meio de atividades rotineiras de vendas, como alcance e acompanhamento, para otimizar seu dia.

A ferramenta também impacta na experiência do cliente.

  • plataforma centralizada: gerencie seus leads, contatos e informação da conta em uma plataforma para obter total contexto do cliente antes de sua chamada ou reunião;
  • visualização completa do cliente: integre o Zendesk Sell e Support para trocar dados e insights importantes entre suas equipes de vendas e de suporte.

Os relatórios também ajudam na tomada de decisão.

  • previsão precisa: antecipe o volume de oportunidades e preveja o crescimento de receita para melhorar sua estratégia de vendas, planejamento e gerenciamento de equipes;
  • análise do pipeline: análise a progressão de leads e oportunidades e identifique rapidamente gargalos em cada etapa de seu pipeline;

Histórias relacionadas

Artigo
12 min read

Como identificar o perfil do cliente ideal? Guia completo

Descubra como identificar o perfil do cliente ideal para a sua empresa, a importância dessa definição e como ela afeta os resultados do seu negócio.

Artigo
12 min read

O que é copywriting e como funciona? Descubra!

Veja o que é copywriting e como funciona + técnicas de persuasão em vendas, uso correto de gatilhos mentais e como implementar tudo isso na sua empresa.

Artigo
12 min read

Taxa de conversão: 7 maneiras de melhorar a métrica!

Veja o que é taxa de conversão, qual a importância e impacto dessa métrica para sua empresa + 7 dicas para melhorar esse índice!

Artigo
15 min read

Processo comercial de vendas: como criar? [Passo a passo]

Qual a importância do processo comercial de vendas? Descubra quais são as etapas e veja dicas para otimizar o da sua empresa. Saiba mais!