Ir para o conteúdo principal

Artigo 12 min read

Empreendedorismo digital: prós das vendas on-line + 6 ideias

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Última atualização em 18 setembro 2023

Empreendedorismo digital consiste na criação de um modelo de negócio que oferece produtos e/ou serviços pela internet. 

Um curso on-line, um e-commerce, a criação de um aplicativo ou jogo virtual, a consultoria virtual, uma ferramenta SaaS, são algumas ideias de empreendedorismo digital.

De maneira geral, o modelo utiliza as plataformas virtuais para atender a demandas dos clientes e desenvolver uma empresa lucrativa. 

Na prática, criar um negócio digital vem se tornando muito vantajoso, especialmente devido ao tamanho da participação que a internet tem no nosso dia a dia.

Vale a pena ser um empreendedor digital?

Uma pesquisa da NordVPN mostrou que, no Brasil, as pessoas começam a se conectar às 8h33 da manhã e só se desconectam às 22h13

Ao somar o tempo dos sete dias da semana, isso significa que o brasileiro fica 91 horas on-line, indicando, em média, quatro dias inteiros da semana ou 197 dias por ano!

Mas como esse tempo se distribui? A mesma pesquisa também encontrou a resposta para essa pergunta:

  • streamings (como Netflix) recebem máxima atenção, somando mais de 13 horas semanais da atenção do público;
  • em seguida, o YouTube, com 12 horas e oito minutos por semana de reprodução de vídeos;
  • já as redes sociais, como WhatsApp, Facebook e Instagram, ocupam o terceiro lugar, recebendo atenção por 11 horas e 19 minutos. 

Além disso, o Brasil tem 2 dispositivos digitais para cada habitante (considerando computador, notebooks, tablets e smartphones), e mais de 1 smartphone por pessoa, levando a 230 milhões de celulares, de acordo com a pesquisa da FGV, Fundação Getúlio Vargas.

Ou seja, as pessoas realmente estão cada dia mais conectadas. Assim, estar presente nesse universo, por meio do empreendedorismo digital, pode ser um grande negócio.

Mas o que é preciso para ter um negócio digital relevante em meio à concorrência? Quais as tendências para esse setor? Descubra agora!

Quais as vantagens do empreendedorismo digital?

Um dos princípios básicos do marketing e da publicidade é colocar uma marca onde o cliente dela está. 

Isso era realizado com outdoors que ocupam grandes e movimentadas avenidas das cidades, em programas de rádios, ouvidos em casa ou enquanto as pessoas iam para o trabalho, e até na televisão, com anúncios milionários apresentados no intervalo da novela das 20h. 

As marcas sempre precisaram ir até seus clientes, apresentando a eles seus produtos e ofertas, chamando a atenção onde quer que eles estivessem. 

É claro que a transformação digital mudou a forma de fazer marketing, mas uma coisa não mudou: a necessidade de estar presente nos lugares em que potenciais compradores frequentam.

Como vimos na introdução deste artigo, é impossível pensar nisso sem considerar a construção de uma presença digital forte. 

Com esse objetivo, muitas empresas vêm migrando, não apenas as suas ações de divulgação, mas toda a sua operação para o digital. Ao fazer isso, elas têm acesso a múltiplos benefícios, como:

  • baixo custo inicial de abertura e manutenção;
  • flexibilidade e mobilidade, em termos de localização e horário de trabalho;
  • acesso facilitado ao mercado global;
  • menor burocracia;
  • facilidade de mensuração e análise de dados;
  • oportunidades de inovação contínua com menores riscos de erros ou perdas;
  • possibilidade de automatização de uma série de processos;
  • maior potencial de escalabilidade, a partir da ausência das restrições físicas de um negócio tradicional;
  • ampla participação na jornada de compra do cliente.

A seguir, destacamos alguns desses benefícios para que você entenda detalhadamente como aproveitá-los em seu negócio.

Participação na jornada de compra do cliente

Segundo uma pesquisa do Google, conduzida pela consultoria Offerwise, nove em cada dez brasileiros fazem pesquisas on-line antes de adquirir um produto.

Outro estudo, dessa vez da All in em parceria com a Opinion Box, mostrou que 87% dos consumidores brasileiros compram on-line, sendo que 31% têm costume de comprar mensalmente e 21% fazem compras on-line toda semana.

Esses números devem ser vistos como uma das vantagens do empreendedorismo digital, uma vez que cada vez mais as pessoas estão usando a internet como canal de compras de produtos e contratação de serviços.

Custo menor de investimento

Ainda que a atuação de maneira presencial e virtual simultaneamente seja uma forte tendência, é importante ressaltar que um negócio digital tende a gerar bem menos custos do que um negócio físico.

Isso porque a criação de um site e de redes sociais, por exemplo, geram gastos bem menores do que a montagem de uma infraestrutura necessária para atendimento presencial, independentemente do ramo de atuação.

Além disso, o empreendedor digital não precisa investir em recursos físicos para suprir as demandas dos compradores.

Por exemplo, imagine que você crie um curso on-line, que é uma das tendências do empreendedorismo digital, não será preciso imprimir o material didático. Ao contrário, tudo pode ser compartilhado por meio de arquivos virtuais em formatos como PDF, usando a internet. 

Lucratividade maior

O fato de ter menos despesas do que um empreendimento presencial também contribui para o empreendedorismo digital ser mais lucrativo.

Além disso, estamos falando de presença na internet, local onde as barreiras geográficas não existem. 

Ou seja, enquanto um negócio físico fica limitado ao público da região, um negócio digital pode atender clientes de qualquer lugar do país ou do mundo.

Leia também: Marketing Digital para vendas: 5 estratégias infalíveis!

Horário de atendimento ilimitado

Parte dessa lucratividade maior também pode ser atribuída a não haver limites de horário para o atendimento on-line.

Estar na internet é o mesmo que manter a sua empresa aberta 24 horas por dia, 7 dias da semana, incluindo finais de semana e feriados. 

Essa característica do empreendedorismo digital ajuda a aumentar o volume de vendas

Isso sem falar que o uso de ferramentas como chat com inteligência artificial garantem que seus clientes não fiquem sem suporte e atendimento, independentemente do horário.

Quais são os diferentes tipos de negócios on-line?

A seguir, listamos 6 ideias de empreendedorismo digital para você aplicar, que são bons exemplos de diferentes tipos de negócios on-line e que estão bombando: 

  • Internet das Coisas
  • Oferta de aprendizado
  • Marketing interativo
  • Software as a Service (SaaS)
  • Consultoria on-line
  • Marketplace

Será que alguma delas se adapta à sua realidade? Confira!

#1 Internet das Coisas

A Internet das Coisas, ou IoT, visa conectar objetos físicos ao mundo digital. É por meio dela que você consegue acender as luzes de uma casa com um comando no celular, por exemplo.

No empreendedorismo digital, a IoT pode colaborar de diversas maneiras para facilitar o fechamento de negócios, tais como:

  • permitir que o cliente “teste” ou “experimente” um produto ou serviço antes de comprar;
  • facilitar o envio de documentos;
  • oferecer meios de pagamentos mais rápidos e seguros.

#2 Oferta de aprendizado

Outra forte tendência no empreendedorismo digital é promover aos seus clientes novos aprendizados, ainda que cursos a distância não seja o foco da empresa.

A modalidade de ensino à distância avança, essa é a constatação é do Censo da Educação Superior de 2021, divulgado pelo Inep, que indica que em 10 anos houve o crescimento de 474% no oferecimento de cursos EAD.

Trazendo isso para um negócio digital, entendemos que cada vez mais as pessoas estão usando a internet como canal de aprendizado.

Considerando isso, as empresas podem criar cursos voltados para o seu ramo de atuação, com assuntos relevantes ao público, contribuindo para atrair público e aumentar sua presença digital.

Mesmo que você não tenha uma empresa, pode criar um curso sobre alguma de suas habilidades e conhecimento e vendê-lo on-line.

Faça uma lista das ferramentas e das habilidades que você possui e encontre um nicho em que poderia se dar bem como empreendedor ou empreendedora digital.

Para te ajudar a ter algumas ideias do que fazer, indicamos que leia o artigo, Quais os cursos mais procurados na internet? Confira a lista com o 7 principais”. 

#3 Marketing interativo

Trata-se de uma estratégia que visa incentivar a interação do público com a sua marca. Além de aumentar o engajamento, contribui para a atração, nutrição e conversão.

A ideia é promover um diálogo efetivo com o seu público, por meio de práticas e técnicas que levem a essa comunicação — por exemplo, envio de mensagem para o cliente, interação nas redes sociais etc.

#4 Software as a Service (SaaS)

Você lembra do tempo em que para acessar um software na empresa era preciso comprar e instalar um programa no computador? 

Hoje em dia pouco se vê esse tipo de programa, não é mesmo?

No lugar deles, as soluções SaaS ganharam espaço como softwares e aplicativos baseados na nuvem, acessíveis mediante assinatura, como a Zendesk, Slack e Trello.

Em vez de comprar e instalar o software localmente em seus computadores, os clientes acessam e utilizam os serviços pela web, geralmente por meio de um navegador da internet.

Os usuários geralmente pagam por uma assinatura mensal ou anual para acessar o software e seus recursos. 

Você também pode pensar em um sistema que atenda uma demanda do mercado, e inovar com o empreendedorismo digital.

#5 Consultoria on-line

Independentemente do setor em que trabalhe, a consultoria pode ser um caminho interessante para compartilhar algum conhecimento que você possui com outras pessoas. 

É possível criar consultorias on-line para outras empresas ou para pessoas físicas, e realizar todo o trabalho com a mediação pela internet.

Esse tipo de solução ganhou ainda mais força após a pandemia, quando muitos profissionais precisaram se adaptar ao trabalho remoto. 

É isso o que indica uma pesquisa da HostGator que descobriu que 58% dos negócios brasileiros passaram a investir na presença on-line durante a pandemia, e 64% deles perceberam um aumento nas vendas. 

O fim da pandemia, entretanto, não impediu o crescimento dessa tendência do empreendedorismo digital. 

Alguns exemplos de negócios incluem: 

  • consultoria de imagem;
  • consultoria de marketing;
  • consultoria administrativa e financeira e mais.

#6 Marketplace

Poderíamos falar sobre a possibilidade de abrir um e-commerce e é claro que esse é um ótimo caminho para se tornar um empreendedor digital de sucesso. 

Contudo, é provável que você já saiba que ter uma loja virtual é uma opção de negócio digital.

Por isso, nossa sugestão será o marketplace, que também envolve vendas on-line, mas de uma forma diferente. 

Nesse cenário, você pode ter um marketplace e reunir vendedores de produtos diversos, ou de um único nicho, ou optar por vender em uma das plataformas já existentes, como Mercado Livre ou Shopee

Dessa forma, você economiza ao não precisar se preocupar com a criação de um e-commerce, além de aproveitar os resultados dos investimentos em marketing que o sistema faz para levar compradores aos canais. 

Um marketplace funciona como um shopping virtual, em que várias marcas podem apresentar seus produtos a quem visita o local. 

Ele conecta compradores e vendedores, permitindo que transações comerciais ocorram em um único ambiente on-line.

Como vender on-line e criar um negócio digital?

Com todas essas possibilidades e vantagens, aprender como gerenciar um negócio on-line e se tornar um empreendedor digital de sucesso, é o próximo passo.

Se essa é a sua dúvida, saiba que um dos principais segredos para se destacar nesse ambiente é inovar

A oferta de soluções diferenciadas das entregues por seus concorrentes pode ser um importante atrativo para o seu negócio digital. Para isso, é preciso:

  • estudar seu mercado de atuação;
  • pesquisar as necessidades e dores do seu público-alvo;
  • acompanhar as ações das outras empresas, a fim de encontrar possíveis falhas que podem ser supridas pelo seu negócio.

Além disso, existem outras abordagens que ajudam a dar destaque no empreendedorismo digital.

Acompanhe a jornada do seu cliente

Estar atento à jornada do consumidor permite que você entregue exatamente o que ele precisa em cada etapa, e isso contribui para o potencial cliente evoluir até que tome sua decisão final de compra.

Esse acompanhamento também ajuda a melhorar a experiência do cliente, além de contribuir para aumentar a autoridade e a confiabilidade da marca.  

Preste um bom atendimento

E não se pode deixar de lado o bom atendimento ao cliente. Muitos empreendedores negligenciam esse ponto por não estarem em contato direto com o consumidor. No entanto, essa pode ser uma questão determinante entre o sucesso e o fracasso de um negócio.

Quer saber como atender bem? Então leia o nosso artigo “7 dicas para um bom atendimento ao cliente”.

Use ferramentas adequadas

O empreendedorismo digital está totalmente relacionado ao uso de tecnologias que otimizam as tarefas da empresa e que contribuem para melhorar o relacionamento com seus clientes.

Além de dar ênfase às ferramentas para atendimento virtual, o uso de soluções que aumentam a produtividade também é bem importante.

Um software de CRM de vendas, por exemplo, permite a centralização de todos os dados e interações com seus clientes em um único ambiente. 

Dessa forma, é possível acompanhar melhorar sua jornada e oferecer os produtos e serviços certos, na hora certa.

Então, nosso convite final para você se tornar um empreendedor digital de sucesso é que conheça a Zendesk e as soluções de atendimento e vendas que oferecemos aos nossos clientes.

Dê o primeiro passo e assista a uma demonstração de como nossa ferramenta funciona e entenda como ela ajudará o seu negócio a alavancar resultados e superar os desafios do empreendedorismo digital. 

Histórias relacionadas

Artigo
7 min read

SAC 3.0 e SAC 4.0: conceitos, diferenças e principais tendências

SAC 3.0 e SAC 4.0 são a evolução do serviço de atendimento ao cliente, com ferramentas e tecnologias que visam melhorar a experiência do consumidor.

Artigo
7 min read

WhatsApp no atendimento ao cliente: principais tendências

Usar o WhatsApp no atendimento ao cliente já não é novidade. Além do suporte multicanal, a tendência é integrar IA nos apps de mensagem. Saiba TUDO!

Artigo
7 min read

Melhores livros de atendimento ao cliente [Parte 2]: +7 dicas

Qual o melhor livro de atendimento ao cliente? Confira uma lista atualizada com mais 7 sugestões de leitura indispensáveis para o customer success.

Artigo
11 min read

10 livros para abrir a mente e por que eles realmente funcionam

Top 10 livros para abrir a mente: sugestões de leitura para expandir seu conhecimento, amadurecer a mente e melhorar, como pessoa e profissional.