Artigo

O que é COBIT? Para que serve? Quais os benefícios?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 21 Mai 2021
Última atualização em 14 março 2022

O que é COBIT? A sigla de Control Objectives for Information and Related Technology. Em português, o termo pode ser traduzido para Objetivos de Controle para Informação e Tecnologia Relacionada. Estamos falando de um conjunto de boas práticas e recomendações de governança de TI que contribui para a segurança e qualidade das operações da área.

O domínio dessas boas práticas por parte do profissional é atestado por meio da certificação COBIT, que é conhecida no mundo todo. Inclusive, é uma importante garantia de qualidade da execução de projetos e segurança para empresas que possuem um setor de tecnologia.

Isso sem contar que a certificação é uma importante aliada do profissional de tecnologia, que além de ampliar seus conhecimentos em gestão de TI, destaca-se no mercado de trabalho como um gestor de domínio amplo e consolidado. 

A seguir vamos nos dedicar a explicar:

  • o que é COBIT;
  • diferenças entre ITIL e COBIT;
  • funcionalidades e princípios do COBIT;
  • benefícios do COBIT para uma empresa;
  • para quem é destinada a certificação;
  • como conquistar a certificação.

Acompanhe! 

O que é COBIT?

COBIT é um modelo de gestão de governança de TI que funciona a partir da aplicação de um framework (um método) baseado em 4 fundamentos e 5 princípios. Ele é capaz de proporcionar uma visão holística do negócio, facilitando a gestão eficiente de TI de maneira que o setor possa contribuir para o crescimento de toda a organização. 

Esse framework permite que os gestores vejam a tecnologia como parte de todas as áreas da empresa e não apenas do setor de TI em si. 

Estamos falando de um framework que permite que a organização faça a governança corporativa pensando nos serviços gerenciados de TI, na informação e nas tecnologias que a suportam.  

Sem dúvida, uma das áreas que mais cresce no mercado corporativo é a área de TI. Sejam empresas especializadas em serviços de tecnologia ou empresas que usam a tecnologia a favor do desenvolvimento do core business do negócio, a TI está cada vez mais presente como fator indispensável dentro das organizações. 

“Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades”. Você já deve ter ouvido essa clássica frase popularizada pelos quadrinhos do Homem-Aranha escritos por Stan Lee. 

Acredite se quiser, ela pode ser muito bem empregada quando falamos da importância que o setor de TI tem hoje dentro das empresas e do tamanho da responsabilidade que carrega. 

Uma falha no setor pode ser um risco para a segurança da empresa, dos seus dados, dos clientes e da sua reputação, bem como de toda a capacidade competitiva da organização. 

E essa é uma das razões para a adoção do framework. Ele contribui para que o profissional de TI seja capaz de otimizar e ampliar o alcance e o poder da governança de TI. 

Para a compreensão integral do que é COBIT se faz necessária a avaliação do conceito de governança de TI, que é responsável por:

  • administrar informações, 
  • controlar os serviços de TI,
  • garantir que a tecnologia seja uma aliada para os colaboradores, 
  • garantir a segurança das informações,
  • administrar os dados, 
  • gerenciar problemas, 
  • fazer a gestão de TI.

Em suma, a certificação comprova o domínio, por parte do profissional, do conjunto de boas práticas de governança de TI.

Estamos falando de um framework e de uma certificação mundialmente conhecida, cada vez mais relevante para profissionais e empresas que buscam a excelência na aplicação da TI no desenvolvimento de seus negócios e na segurança de suas informações. 

Ele foi idealizado de acordo com as exigências do Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission, ou simplesmente COSO, um padrão de controles internos adotado por empresas do mundo todo como um modelo de gestão de riscos dentro da área de tecnologia.

O que é ITIL e COBIT? 

O COBIT pode ser integrado a outros frameworks para ampliar os resultados que podem ser alcançados com a TI, dentro da empresa. 

O ITIL — Information Technology Infrastructure Library, ou Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação — é um exemplo de framework que pode ser adotado em parceria com ele. 

Esse modelo está relacionado à capacidade de gerenciamento de processos e procedimentos operacionais dentro da área de TI. 

O objetivo desse framework é otimizar a forma como a TI oferece suporte ao negócio principal da empresa.

Juntos, facilitam a gestão de TI tornando o setor um ponto de apoio estratégico e indispensável para alcançar os objetivos das demais áreas do negócio.

Enquanto a ITIL oferece orientações de boas práticas para gestão e execução de serviços de TI em busca da geração de valor para o negócio, o COBIT orienta a implementação de planos de ação que otimizam os processos e etapas relacionadas à governança de TI de uma empresa. 

Em suma, essa aplicação busca promover o uso da TI dentro das empresas, a partir de uma visão holística, ou seja, uma visão do todo, com foco em atender às necessidades das áreas estratégicas e core business da empresa. 

Tudo isso é feito por meio da aplicação de ferramentas e serviços de TI, que tornaram os processos, tarefas e serviços mais eficazes e competitivos dentro do mercado. 

Onde encontrar o framework COBIT 5 em português? No site da ISACA é possível acessar o material gratuitamente. 

Leia também: Gerenciamento de incidentes ITIL: o que é por que ele é tão importante?

4 funcionalidades e 5 princípios do COBIT 5

Voltando a falar sobre o que é COBIT, atualmente, estamos na quinta versão do framework, que é formado por quatro funcionalidades, são elas:

  1. Planejar e organizar;
  2. Adquirir e implementar;
  3. Entregar e suportar;
  4. Monitorar e avaliar.

Já os princípios são cinco:

  1. Satisfazer as partes interessadas;
  2. Cobrir a organização de ponta a ponta;
  3. Aplicar um framework integrado e único;
  4. Possibilitar uma visão holística;
  5. Separar governança e gerenciamento.

Entenda cada um desses princípios a seguir!

Satisfazer as partes interessadas

Podemos entender “partes interessadas” como todos os demais setores da organização. Logo, o primeiro princípio é garantir que a TI esteja alinhada às demais áreas da empresa, contribuindo para a governança dos objetivos estratégicos de cada setor e processo. 

Em outras palavras, o objetivo é contribuir para a geração de valor por meio do uso da TI. Nesse sentido, os gestores da empresa devem entender como a TI pode orientar as metas da empresa e como os objetivos do negócio devem orientar o desenvolvimento da Tecnologia da Informação dentro da organização. 

Cobrir a organização de ponta a ponta

Este princípio considera todos os processos da empresa, não apenas na função de TI, mas observando toda a informação e tecnologias relacionadas como ativos organizacionais estratégicos. 

Nesse sentido, é papel dos gestores de cada setor gerenciar os ativos de TI assim como o fazem para outros ativos, como os recursos financeiros e humanos.

Isso deve acontecer dentro de todos os setores e departamentos da empresa, garantindo o melhor uso desses ativos para o alcance dos objetivos da organização. 

O framework compreende o gerenciamento de TI como um ativo essencial para a geração de valor.

Aplicar um framework integrado e único

Ao invés do uso isolado de diferentes métodos de gestão e frameworks, é proposta a integração de todos esses modelos ao COBIT. Além do ITIL, como já apresentamos, também é aconselhado, por exemplo, a integração de métodos de gestão como o ISSO.

Nesse sentido, teremos um único framework abrangente para a governança empresarial e de TI.

Possibilitar uma visão holística

Este quarto princípio nos apresenta a ideia de visão global da organização para a aplicação das ferramentas e processos de TI. 

A visão holística é uma visão integral e totalizante da empresa e é indispensável para uma organização que busca desenvolver uma gestão dentro do framework. Nesse sentido, esse princípio propõe a visão que inclui:

  • estruturas;
  • setores;
  • processos;
  • funções;
  • atividades;
  • planos de ação;
  • recursos humanos e financeiros;
  • cultura da empresa;
  • clima organizacional e mais.

Separar governança e gerenciamento

O último dos princípios define e estabelece a diferenciação da governança de TI e o gerenciamento de TI.

Os processos de gerenciamento de TI asseguram que os objetivos da empresa sejam atingidos por meio do uso estratégico das informações a partir da aplicação da tecnologia.  

A governança de TI funciona a partir do controle da tecnologia, geralmente realizado pela diretoria e/ou gestores das empresas.

Quais são os benefícios desse framework?

Além de fornecer governança para o setor de tecnologia, o COBIT 5 também ajuda sua organização a gerenciar riscos e recursos de forma eficaz. Sua implementação pode contribuir para a conquista das principais características de sucesso, estabelecendo controles em seu departamento de TI.

A vantagem mais óbvia da implementação do framework é que ele alinha as metas de TI e de negócios. Com as constantes demandas, as empresas devem ser capazes de gerenciar seus recursos de TI de forma eficaz para impulsionar a estratégia da empresa.

Como resultado, o framework ajuda as organizações a criarem o máximo de valor de seus investimentos em TI, mantendo um equilíbrio entre riscos e benefícios. A chave é começar o processo de implementação o quanto antes.

Vamos conhecer esses benefícios com mais detalhes? Confira a seguir:

  • Eficiência e produtividade do time de TI;
  • Ajuda o time de TI alcançar os objetivos de negócio;
  • Alinhamento ao compliance padrão.

Eficiência e produtividade do time de TI

O COBIT 5 é um framework que se concentra na camada estratégica da empresa. Suas matrizes RACI podem melhorar a transparência e tornar as funções de controle de processo mais claras.

No entanto, pode ser um desafio fazer com que as pessoas usem a sua estrutura logo de início. O melhor caminho para começar pode ser por meio de projetos pequenos. Dessa forma, ele pode ser usado como uma estrutura para abordar objetivos de negócios específicos.

Por conta dessas características, ele pode aumentar a eficiência e a produtividade de uma equipe de TI quando implementado corretamente. Afinal, seu objetivo é aumentar a eficiência geral de uma organização, simplificando suas operações.

Ao maximizar a eficiência e reduzir o desperdício, a equipe de TI pode se tornar mais eficaz, gerando resultados de maior qualidade.

Outra vantagem é que ele ajuda as empresas a manter a conformidade com vários regulamentos e padrões. Assim, elas podem evitar perdas financeiras desnecessárias e aprimorar seus sistemas de segurança.

Ajuda para o time de TI alcançar os objetivos do negócio

Um dos principais objetivos do framework é ajudar as organizações a alinhar as metas de TI às dos líderes de negócios. Ele faz isso criando vínculos entre os objetivos de tecnologia e de negócios e de TI, funcionando como um processo para preencher essas lacunas.

Também ajuda a promover a colaboração entre a equipe de TI e outros departamentos internos e externos.

Além disso, fornece uma estrutura para avaliar o desempenho atual da equipe de tecnologia, o que possibilita identificar oportunidades de otimização que podem contribuir para a conquista das metas.

Alinhamento ao compliance padrão

As empresas que implementam os procedimentos COBIT podem ter certeza de que seus sistemas de informação atenderão aos padrões da indústria. Esses procedimentos beneficiam todas as partes interessadas, incluindo funcionários, clientes e fornecedores.

Essa metodologia é amplamente adotada e é uma boa maneira de garantir que os sistemas de informação de uma empresa estejam em conformidade.

Quem deve buscar a certificação COBIT?

A certificação comprova que o profissional compreende o que é e sabe aplicar o framework para a gestão de governança em TI de maneira holística, seguindo todos os demais princípios do modelo. 

Em outras palavras, garante que o profissional é capaz de usar o framework para otimizar o uso da Tecnologia da Informação em toda a empresa.

A partir disso, é capaz de contribuir para o alcance geral de metas e objetivos, indo muito além das “paredes” do setor de TI e agindo de forma a otimizar os resultados de toda a empresa, a partir do uso da Tecnologia da Informação. 

Nesse sentido, a busca pela certificação é aconselhada a profissionais de TI em diversos estágios da carreira, que desejam atuar dentro de organizações que usam a tecnologia de maneira estratégica para ampliar sua eficiência e resultados em todas as áreas. 

A certificação COBIT é ideal para gestores de TI que desejam controlar serviços da área, sejam eles oferecidos por profissionais que atuam internamente, ou seja, que fazem parte do setor de TI interno da organização, ou para a gestão de empresas e profissionais terceirizados. 

Essa certificação contribui para que o profissional tenha melhores chances no mercado de trabalho, pois comprova suas habilidades, oferecendo maior valor para as empresas contratantes. 

Como conseguir a certificação?

O exame para a certificação COBIT é aplicado pela ISACA, que também é a responsável por organizar o framework em questão. Entretanto, também existem outras organizações que aplicam a prova, como a APMG International. 

De maneira geral é possível se “graduar” em três níveis de certificação:

  • COBIT 5 Foundation;
  • COBIT 5 Implementation;
  • COBIT 5 Assessor.

A certificação Foundation é o título que garante aos profissionais a versão mais atualizada do framework e pode ser conquistada em uma prova online realizada em português. Para os outros níveis, a prova só está disponível em inglês.

A prova da certificação é paga (em média R$800 por teste) composta de 50 questões objetivas, que devem ser respondidas em até 40 minutos. 

O candidato precisa atingir 50% de aproveitamento para obter a aprovação e receber o certificado. 

A certificação não possui prazo de validade e o exame testa conhecimentos gerais e básicos do candidato em governança de TI com a utilização do framework.

Para se preparar para o exame é importante buscar conhecimento em leituras e simulados (você encontra tudo na internet). Uma preparação bem feita vai garantir que você não tenha que fazer a prova mais de uma vez.

Como falamos acima, é possível consultar o framework gratuitamente, no site da ISACA.

Como o setor de tecnologia pode se tornar ainda mais eficaz?

Cada vez mais a área de TI desperta mais interesse e isso faz com que o mercado de trabalho, mesmo amplo, se torne mais competitivo. 

Essa certificação é uma das formas de se destacar. Além de garantir amplo conhecimento e domínio de conceitos, estruturas e termos técnicos, contribui para a contratação em bons cargos, sendo um fator importante, principalmente, para quem deseja ser gerente de TI.

A tecnologia está em todas as áreas da empresa, seja em sistemas que otimizam processos, na mensuração de resultados, no atendimento ao cliente, na gestão de contas e mais. 

Há muito tempo o setor de TI deixou de ser o responsável por consertar computadores pifados, formatar máquinas e arrumar a internet. Estamos em uma realidade em que sem tecnologia dificilmente uma empresa sobrevive a um mercado altamente competitivo, rápido e tecnológico.

A internet agiliza atividades, melhora processos, identifica gargalos, permite correções rápidas e assertivas, aumenta a produtividade da empresa e de todos os setores. 

Tudo isso faz com que a empresa evolua muito mais rápido, do faria sem o apoio dessas soluções. 

Ferramentas, soluções e sistemas são indispensáveis para a gestão financeira, gestão de clientes e gestão de todas as áreas da organização. 

Governar tudo isso, garantindo que todas as áreas “conversem” e possam aproveitar a tecnologia para evoluir, é um processo ao qual a sua empresa deve se organizar para seguir. 

Para fazer isso de maneira ainda mais eficaz, é fundamental contar com ferramentas inteligentes, que tornam o trabalho ainda mais integrado e eficiente. A Zendesk, por exemplo, oferece soluções diversas para a gestão de clientes, seja no processo de vendas ou atendimento. 

Entre as soluções estão o Software de Help Desk da Zendesk que organiza e agiliza o atendimento ao cliente, melhorando a experiência dele com a empresa. 

Além disso, a Zendesk também oferece soluções como a Zendesk Sell, uma ferramenta que permite que seu time transforme conversas em conversões, e que também oferece uma visão completa sobre o pipeline de vendas, mantendo sua equipe focada nos leads e nas oportunidades de maior valor. 

E uma solução para atendimento pós-venda: o Zendesk Support Suite, uma ferramenta completa para criar uma experiência de atendimento completa para seus clientes.

Ficou interessado? Então, assista ao vídeo abaixo para conhecer mais sobre nossas soluções e faça uma avaliação grátis!

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.

Experimente grátis