Artigo

OKR e KPI: a sopa de letrinhas que você precisa conhecer

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 8 março 2021
Última atualização em 8 março 2021

OKR e KPI são duas siglas muito presentes no dia a dia de uma empresa, mas você sabe quais são as diferenças entre elas e qual a importância de cada uma para um negócio?

É por isso que aqui vamos te explicar:

  • O que é OKR e KPI? 
  • Qual a diferença entre KPI e OKR? 
  • Por que é importante estabelecer OKRs e KPIs?
  • Como implementar OKRs? 
  • Quais são alguns exemplos de OKRs?
  • Como fazer um bom KPI?
  • Quais são alguns exemplos de KPIs?

Confira! 

O que é OKR e KPI? 

OKR significa Objectives and Key Results, ou seja, objetivos e resultados-chave. Como o próprio nome diz, são os objetivos e resultados esperados que servem como base dos resultados mensuráveis.

Ou seja, os OKRs de uma empresa permitem que todos estejam alinhados em relação a quais são os objetivos e resultados esperados para o negócio em um determinado período de tempo.

E o que é KPI? KPI é a sigla para Key Performance Indicators, que em português significa “indicador-chave de desempenho”. Assim, KPIs são métricas usadas para acompanhar os resultados de determinadas ações e/ou projetos em uma empresa. 

Em outras palavras, os KPIs são números mensuráveis que permitem obter insights a respeito da performance do negócio. Para isso, eles devem ser analisados constantemente para que seja possível entender o que está funcionando e o que precisa ser melhorado para que os resultados sejam alavancados.

Qual a diferença entre KPI e OKR? 

Um KPI sempre será um valor mensurável, uma métrica, enquanto o OKR será um objetivo e um resultado-chave. Por exemplo, “taxa de abandono” pode ser um KPI e “aumentar a retenção de clientes” (objetivo) “em 15%” (resultado-chave) pode ser o OKR.

Porém, apesar das diferenças entre OKR e KPI, ambas as metodologias são complementares: enquanto os KPIs mostram como está a performance do negócio, os OKRs determinam quais são os objetivos e resultados a serem alcançados. 

Para entender melhor as distinções entre as duas siglas, é importante saber qual a diferença entre métrica e indicador. 

Enquanto uma métrica é um número absoluto, um indicador é uma informação mais estratégica que permite avaliar o desempenho de um negócio. É justamente por isso que OKR e KPI caminham juntos.

Por que é importante estabelecer OKRs e KPIs?

Ao definir KPIs e OKRs, será possível fazer análises mais precisas sobre a performance de toda a empresa e suas respectivas áreas em um determinado período de tempo. Além disso, o acompanhamento dessas informações também permite fazer comparações para entender o que evoluiu e o que ainda precisa ser melhorado.

Aqui vale uma observação importante: embora seja ideal que os OKRs sejam os mesmos para toda a empresa, os KPIs devem ser específicos para cada time. Afinal, todos os colaboradores devem estar empenhados para alcançar os objetivos da empresa, mas cada área terá sua própria estratégia para atingir isso. 

Por isso, é natural que os KPIs do Marketing sejam diferentes dos KPIs de atendimento ao cliente, que por sua vez serão distintos dos KPIs de vendas. O essencial é que esses indicadores estejam alinhados com os OKRs do negócio.

Como implementar OKRs? 

Para definir e implementar OKRs, você deve se perguntar: “O que eu quero alcançar (objetivo)? Como posso mensurar se estou no caminho certo (resultados-chave)?”. Além disso, lembre-se que é importante ser sucinto ao estabelecer essas informações.

E mais: os OKRs devem ser claros para que toda a empresa compreenda quais são os objetivos do negócio. É por isso que eles são mais abrangentes, como “tornar-se uma marca referência no mercado”, pois eles servem como um ponto de referência para as metas que serão traçadas.

É isso que fará com que os OKRs sejam implementados com sucesso, uma vez que eles de fato “ditarão” os caminhos que devem ser seguidos. Além disso, todos os OKRs devem ter prazos para serem cumpridos e responsáveis por eles, seja uma pessoa, um time ou um setor inteiro.

Quais são alguns exemplos de OKRs?

“Aumentar a satisfação dos clientes com o atendimento da empresa” é um bom exemplo de OKR. O objetivo aqui é que os clientes fiquem mais satisfeitos com o atendimento realizado. 

Os resultados-chave que mostrarão que a empresa está no caminho certo para alcançar isso podem ser alcançar um NPS de 75 ou mais, que é a zona de excelência, em até 3 meses, e reduzir o tempo médio de espera para ser atendido em 15% em até 2 meses.

Outro exemplo de OKR é “tornar-se uma marca referência no mercado”. O objetivo é estar entre as melhores empresas do seu nicho de atuação e um exemplo de resultado-chave para isso é alcançar 60% do market share no período analisado.

Como fazer um bom KPI?

O primeiro passo para definir KPIs assertivos é estabelecer um planejamento estratégico, pois será a partir dele que você conseguirá escolher o que deve ser monitorado e o que de fato está alinhado aos OKRs da empresa.

Depois, você deverá criar suas metas e objetivos com base na metodologia SMART, ou seja, eles devem ser específicos (“specific”), mensuráveis (“measurable”), alcançáveis (“attainable”), relevantes (“relevant”) e temporais (“time based”). 

Por fim, é preciso definir qual será o período de monitoramento dessas informações e quais equipes serão responsáveis por cada KPI.

Quais são alguns exemplos de KPIs?

“Taxa de abandono” é um bom exemplo de KPI, pois esse deve ser um ponto importante de atenção das empresas, seja um abandono de carrinho ou de atendimento. Quando um cliente desiste de dar andamento à sua jornada com a empresa, isso mostra que há alguma falha no processo, por isso o aprimoramento desse KPI deve estar constantemente no radar.

O “CAC”, sigla para “Custo de Aquisição por Cliente”, é outro exemplo de KPI. Esse indicador serve para medir quanto custa adquirir um cliente, então quanto menor for esse número, melhor para a empresa.

Para te ajudar a alcançar seus OKRs e alavancar seus KPIs, você pode contar com o software de suporte ao cliente da Zendesk, que otimiza a gestão de todos os atendimentos realizados e mantém a sua empresa em sincronia. Faça um teste agora mesmo!

Software de suporte ao cliente

O software de suporte ao cliente da Zendesk é fácil de usar e oferece uma melhor experiência de atendimento.