Artigo

O que é cluster: como vender mais usando essa estratégia

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 19 Outubro 2020
Última atualização em 19 Outubro 2020

Entender o que é cluster é fundamental para criar experiências de atendimento significativas com seus clientes e, assim, gerar mais vendas para o negócio. Afinal, estabelecer um relacionamento verdadeiro com o consumidor é o que coloca uma empresa à frente de seus concorrentes.

Segundo o Relatório Zendesk de Tendências da Experiência do Cliente para 2020, mais de 75% dos clientes desejam um atendimento personalizado. Além disso, metade dos clientes poderá mudar para um concorrente após uma única experiência ruim com uma empresa, enquanto 80% deixará uma marca após várias experiências negativas com ela. 

Por isso, a seguir vamos mostrar todos os detalhes sobre o que é cluster, quais são os tipos de cluster, como essa estratégia pode impulsionar suas vendas por meio da realização de um atendimento personalizado e qual ferramenta usar para começar a organizar os seus clusters. Confira! 

O que é cluster?

Podemos dizer que o significado de cluster (“grupo”, em tradução livre) é que esta é uma estratégia de marketing para segmentar o público-alvo em grupos com características em comum e, através disso, melhorar os resultados da empresa. 

Assim, clusterizar os consumidores permite obter dados mais aprofundados sobre suas respectivas dores e demandas, otimizando o trabalho dos times de vendas e atendimento, já que eles poderão atuar de forma mais assertiva com cada um dos clientes.

Tipos de cluster

Os tipos de clusters variam muito de acordo com o que cada empresa deseja saber melhor, mas, de modo geral, abaixo estão alguns exemplos de clusters: 

  • Hobbies 
  • Interesses
  • Situação financeira
  • Momento de vida
  • Comportamentos

Dentre tantos outros. 

Explicaremos a seguir como a criação de uma persona pode facilitar a compreensão sobre quais são os tipos de cluster do seu negócio. 

A relação entre cluster e personas

O processo de clusterização pode ser considerado como parte do desenvolvimento das personas de uma marca, um personagem semi-ficcional que representa um “cliente ideal”, já que proporciona a obtenção de dados detalhados sobre o público-alvo de uma empresa. 

Com esses dados em mãos, é possível detalhar as características de desse público e, assim, segmentá-los em clusters. Por consequência, tais clusters mostrarão as informações necessárias para criar as personas da marca. 

Por exemplo: imagine que o público-alvo de uma empresa são mulheres entre 25 e 40 anos com formação superior e de classe média. Essa é uma informação bastante genérica e que não abrange as particularidades das demandas de cada consumidora. 

Agora, quando é feita a clusterização desse público-alvo, é possível identificar mulheres que, por exemplo:

  • São casadas
  • Gostam de viajar
  • Usam as redes sociais para comprar produtos
  • Têm filhos
  • Sonham em mudar de país
  • Gostam de ler e ver filmes

Assim, é possível começar a formar a persona ideal do seu negócio. Além disso, esse agrupamento de informações permitirá que um time de vendas ou atendimento entenda com mais assertividade quais são os desejos de cada consumidor ao organizar os clientes em diferentes tipos de cluster. 

Ou seja, a compreensão sobre o que é cluster, os tipos de cluster e a persona do negócio estão diretamente relacionados, por isso é importante pensar nessa estratégia além apenas da segmentação, mas sim tendo em vista toda a atuação da empresa com seus clientes. 

Como uma estratégia de cluster pode alavancar os resultados de uma empresa?

Hoje a experiência do cliente com uma empresa é um fator determinante para o sucesso de um negócio e a estratégia de cluster é importante justamente por isso. É possível oferecer um atendimento muito mais personalizado ao conhecer melhor quem é o seu consumidor, em qual momento de compra ele está, quais são suas dores e seus desejos. 

O cluster traz inovação no atendimento ao cliente e permite que o relacionamento entre marcas e consumidores seja fortalecido, o que, consequentemente, gera mais vendas para a empresa. 

É mais assertivo criar campanhas de produtos para todos os clientes de modo geral e fazer um atendimento genérico, ou oferecer uma solução no momento certo, na hora certa, e ainda proporcionar uma experiência de excelência durante o pós-venda? 

Por isso, a estratégia de cluster pode alavancar os resultados de uma empresa: o investimento em divulgação de soluções passa a ser mais segmentado, o time de atendimento ganha tempo ao atuar diretamente nas demandas específicas de cada cliente e, por consequência, as chances de vendas fechadas aumenta por conta da satisfação do consumidor com a empresa. 

O que é preciso fazer para começar uma estratégia de cluster?

Agora que você já sabe o que é cluster e como os resultados do seu negócio podem ser otimizados com ele, é hora de colocar essa estratégia em prática. Então, para organizar toda a sua base de contatos e começar sua clusterização é necessário ter uma ferramenta que ofereça as soluções que você precisa

Com a Sales Suite é possível fazer esse processo com agilidade para focar no que é mais importante: criar um relacionamento com o cliente. A solução da Zendesk centraliza todas as informações dos clientes em um só lugar, permite criar listas de leads segmentadas e também acrescentar mais dados ao cadastro dos contatos a qualquer momento para que os times de venda e atendimento sempre conversem com as pessoas certas, na hora certa. 

Lembre-se: a análise aprofundada dos dados de cada um dos seus consumidores é fundamental para que as segmentações sejam feitas da forma mais adequada ao seu negócio. Ao fazer esse levantamento com atenção e organizar todas as informações de acordo com os objetivos da empresa, maiores são as chances de suas vendas serem otimizadas por conta dos clusters. 

Saiba mais sobre a Sales Suite e veja como a ferramenta ajudará sua empresa a criar um cluster para alavancar as vendas do seu negócio.