Artigo

Estratégia de comunicação: o que é e por que ela é importante?

Por Douglas da Silva, Web Content & SEO Associate, LATAM

Publicado 9 Setembro 2020
Última atualização em 9 Setembro 2020

O sucesso de uma organização está totalmente associado ao modo como ela se comunica com seu público. Para tanto, é essencial que mantenha um diálogo aberto e transparente com ele. É aí que uma estratégia de comunicação bem-elaborada se faz fundamental. Afinal, ela atua como uma ponte entre a companhia e o seu público externo. 

Para entender, de forma aprofundada, a proposta da comunicação estratégica, compreender sua importância, descobrir seus benefícios e conhecer dicas de como se comunicar com seus clientes de modo eficaz, basta ler este post até o fim, que abordará: 

  1. Afinal, o que é uma estratégia de comunicação externa?
  2. Qual a importância da comunicação estratégica empresarial?
  3. Quais são objetivos de uma estratégia de comunicação empresarial? 
  4. O que uma boa estratégia de comunicação externa deve conter?
  5. Dicas para se conectar com seu público externo 
  6. Sugestões bônus para ter uma comunicação estratégica de sucesso

1. Afinal, o que é uma estratégia de comunicação externa?

Uma estratégia de comunicação externa nada mais é do que um conjunto de ações e métodos que uma companhia utiliza para se conectar com seu público. 

De forma simples, ela tem como base difundir tanto os conceitos relacionados à missão da companhia, como propagar informações sobre seus produtos e serviços. 

Nesse contexto, é importante destacar que o público não é composto só por consumidores da marca, mas também por acionistas, fornecedores, entidades governamentais e pela sociedade em geral. 

2. Qual a importância da comunicação estratégica empresarial?

Contar com um bom plano de comunicação estratégica empresarial é crucial para uma organização. Isso porque, é por meio dele, que se constrói a imagem de uma empresa e propaga sua identidade para, assim, gerar autoridade e conquistar credibilidade. 

Ou seja, uma estratégia de comunicação externa tem uma dimensão que vai além da propaganda, pois se refere aos valores que a companhia quer transmitir para sua audiência. 

Sendo assim, requer um plano que englobe campanhas institucionais, ações de branding, atividades de assessoria de imprensa, gestão de redes sociais e outras práticas. 

3. Quais são objetivos de uma estratégia de comunicação empresarial?

 Uma estratégia de comunicação externa tem objetivos amplos e ousados, como:  

  • Conquistar seus consumidores;
  • Impressionar seus investidores;
  • Divulgar os valores da corporação para a sociedade, 
  • Incrementar o faturamento da organização. 

Em razão disso, é imprescindível que a companhia tome alguns cuidados essenciais.  Entre eles, ficar atento ao seu modo de comunicar, pois um deslize em relação à voz e ao tom pode danificar a sua imagem e gerar prejuízos. 

Isso porque é a sua voz que gera identificação com seus clientes. Logo, errar nesse sentido pode fazer com que você perca clientes.

Além disso, um posicionamento equivocado pode acarretar perda de investimentos, assim como uma comunicação institucional falha perante a imprensa pode prejudicar a imagem e a reputação.

4. O que uma boa estratégia de comunicação externa deve conter?

Uma boa estratégia de comunicação externa deve:

  • Contar com uma análise profunda sobre o seus consumidores, tanto em relação a seus hábitos, como desejos, como em quais redes sociais eles estão presentes, assim como sua faixa etária e perfil socioeconômico;
  • Estar alinhada com as expectativas de seus acionistas e parceiros;
  • Apresentar conteúdos frequentes e alinhados com o tom de cada canal;
  • Trazer comunicados institucionais transparentes, embasados em dados e bem-escritos;
  • Apresentar uma identidade visual que transpareça o tom da marca e que seja criativa e persuasiva o bastante para chamar a atenção de sua audiência. 

5. Dicas para se conectar com seu público externo 

Para se conectar com seu público externo não há uma fórmula mágica a seguir. Porém, há algumas dicas úteis que você pode ter como base. Confira algumas delas. 

1. Dê atenção às técnicas de SEO e ao marketing de conteúdo 

Muito se engana quem pensa que marketing de conteúdo e técnicas de SEO configuram apenas uma estratégia para atrair visitantes para um blog. Essa prática vai muito além disso. 

Basta pensar que uma das primeiras atitudes - tanto de investidores como de quem busca por parceiros de negócios - é procurar no Google sobre a empresa para saber se ela tem uma boa presença digital. 

Além disso, de acordo com a Demanding Metric, o marketing de conteúdo custa 62% menos do que os esforços tradicionais de marketing, mas gera 3x a quantidade de leads.

Outros dados relevantes sobre o tema:

  • Segundo o Content Marketing Institute: as empresas que implementam estratégias de marketing de conteúdo obtêm taxas de conversão seis vezes mais altas do que aquelas que não;
  • Um levantamento da TMG apontou que 90% dos consumidores acreditam que as empresas que produzem conteúdo personalizado estão interessadas em construir relacionamentos de longo prazo com eles.

2. Promova eventos

Para quem está começando ou não dispõe de muito capital, promover um evento pode parecer uma estratégia fora de cogitação, ainda mais em tempos de crise. Entretanto, os eventos podem configurar ótimas oportunidades para firmar parcerias, atrair novos consumidores e fidelizar clientes. 

Um evento também representa uma excelente ocasião para demonstrar a boa postura de sua marca em frente a um cenário desafiador, causando uma ótima impressão em seus investidores. 

A grande vantagem de executar um evento é que, por meio dele, é possível passar a proposta de valor e a missão de sua empresa para o público externo de modo mais pessoal, e, assim, aumentar sua autoridade e influência. 

É válido enfatizar que nem todo evento precisa ser de grande porte. Isso porque se um almoço ou, até mesmo um café, for bem planejado e organizado, ele pode superar as expectativas. 

3. Utilize suas redes sociais com inteligência

As redes sociais configuram hoje uma das ferramentas de comunicação externas mais importantes para uma marca. 

Afinal, de acordo com estudo do We Are Social com a Hootsuite, cerca de 3 bilhões de pessoas ao redor do globo acessam suas redes pelos menos uma vez por mês. Além disso, o brasileiro médio passa cerca de 9 horas por dia conectado à internet e durante 70% desse tempo está em alguma rede social.

Em outras palavras, a empresa que não tiver uma boa presença online nas redes sociais pode ficar menos competitiva, não é mesmo? No entanto, não é preciso estar presente em todas elas. Antes de mais nada, é fundamental saber quais são as plataformas preferidas de sua audiência e também analisar se elas fazem sentido para o seu nicho. 

É comum que muitas companhias utilizem as redes sociais como ferramenta de publicidade. Porém, é preciso ir além. Afinal, de acordo com estudo da JD Power, 67% dos consumidores usam esses canais para fazer consultas de atendimento ao cliente.  Sendo assim, é imprescindível respondê-los com eficiência neles. 

Outro ponto que merece atenção especial é o tom que sua marca irá utilizar em suas redes. Isso porque por mais que sua empresa seja tradicional, ela não deve apresentar uma linguagem formal demais nesses canais. É preciso atingir um equilíbrio.

Dois bons exemplos de comunicação estratégia nas redes sociais de empresas brasileiras:

  • A Netflix representa um bom exemplo de estratégia de comunicação em redes sociais. Para tanto, a marca, além de aproveitar esses canais para divulgar seu conteúdo, também apresenta um diálogo personalizado com seus consumidores.
  • O Magazine Luiza também faz bonito nesse sentido. Afinal, que não conhece a Lu do MagaLu, certo? Essa personagem foi criada como uma assistente virtual de compras em 2003, mas hoje ela está nas redes sociais representando a marca com suas opiniões e, assim, influencia, de modo orgânico, o seu público. 

Para destacar e valorizar suas ações, é importante criar uma persona que represente sua marca, como é o caso da Lu. Outra opção é contratar um influenciador que espelhe os valores de sua empresa e que gere identificação com seu público externo. 

Acha que contratar um influenciador é só modinha? Pois talvez seja melhor pensar duas vezes. Isso porque 49% dos consumidores afirmam que as opiniões dos influenciadores interferem em suas decisões de compra. 

4. Envie comunicados periódicos à imprensa

Embora os press releases não sejam mais tão modernos, eles ainda exercem um papel importante dentro de uma estratégia de comunicação empresarial. Isso porque, por meio desses comunicados oficiais, é possível divulgar as últimas notícias sobre o negócio, como parcerias, fusões, participações em eventos sociais e lançamentos de produtos/serviços. 

Logo, além de manterem o seu público bem-informado, os press releases também mostram o crescimento de um negócio, assim como demonstram o quão envolvida sua empresa está com as causas e valores que defende. 

Para que esse serviço seja efetuado da maneira correta, você pode contratar uma assessoria de imprensa ou ter um jornalista  responsável por essa tarefa em sua companhia. 

6. Sugestões bônus para ter uma comunicação estratégica de sucesso

Confira, agora, mais duas sugestões para elevar a comunicação externa de sua organização. 

1. Não se esqueça da importância dos e-mails

De acordo com levantamento da PR Newswire, o e-mail é o canal de comunicação preferido de contato para 72% das pessoas. Outros dados importantes sobre o tema:

Ou seja, apostar no e-mail como estratégia de comunicação configura uma boa ideia, certo? Contudo, não basta apenas que sua companhia envie e-mails com foco em vendas, é essencial que esse canal seja valorizado para estreitar a relação cliente empresa. 

Para isso, além de ofertas, é importante enviar e-mails personalizados para seus consumidores. Nesse contexto, oferecer programas de fidelidade, a possibilidade de que seus clientes façam parte de um clube exclusivo e contar com outras medidas de marketing de fidelização representam boas alternativas. 

Para tanto, é importante segmentar seus contatos. Você pode fazer isso agrupando campanhas tanto para seus consumidores, como para seus acionistas e investidores. 

Nesse último caso, os e-mails têm outro contexto. Afinal, para seus parceiros, é relevante enviar conteúdo relacionado a balanços e a dados sobre a eficiência das estratégias aplicadas, por exemplo. 

2. Ofereça um atendimento ao cliente espetacular 

De acordo com relatório recente da Zendesk, depois do preço, o atendimento ao cliente é o aspecto mais importante para gerar lealdade. 

Nesse cenário, é fundamental oferecer a eles respostas rápidas em todos os canais e capacitar seus agentes a oferecem um atendimento humanizado. Isso porque sua empresa pode perder boas oportunidades de negócio se os seus consumidores se sentirem ignorados. 

Sem falar que um mau atendimento ao cliente pode prejudicar a credibilidade de uma marca em relação ao mercado. Afinal, além das pessoas dividirem suas más experiências em suas redes sociais, elas também fazem reclamações formais em sites como o Reclame Aqui. 

Desse modo, é fácil concluir que todas essas informações podem ser acessadas facilmente por seus investidores e parceiros. Logo, também podem prejudicar essas parceiras. 

Ou seja, valorizar o atendimento ao cliente em todos os canais para resolver seus problemas com agilidade e, de preferência, superando suas expectativas, representa também uma ótima estratégia de comunicação externa, não?

Para isso, um software de atendimento ao cliente pode ser uma ferramenta valiosa, uma vez que uma plataforma desse gênero coleta, armazena e organiza os dados mais importantes dos clientes. 

Logo, além de conseguir oferecer um atendimento personalizado e eficiente, esse recurso também contribui para criar e fortalecer o relacionamento com seus consumidores. Para isso, você pode contar com o Zendesk Support, que coloca todas as interações do atendimento ao cliente em um só lugar, elevando a comunicação e, assim, contribuindo para que sua empresa ofereça uma experiência de atendimento memorável.