Artigo | 15 min read

Inteligência artificial em vendas: exemplos, vantagens e mais!

Por Zendesk

Última atualização em 10 fevereiro 2024

Quando falamos em inteligência artificial (IA), assim como qualquer conceito futurista, pensamos em extremos cenários de ficção científica, com robôs que substituem os humanos e coisas do tipo. 

No entanto, isso desvia do fato de que tecnologias assim já são uma realidade, a exemplo da inteligência artificial em vendas. E a verdade é que a realidade é bem mais simples do que parece, ao menos na prática. 

O objetivo da IA é simular o raciocínio entre assimilar uma informação e reagir a ela. A questão é que, como o ser humano tende a repetir certos hábitos, sobretudo na forma como faz suas compras, a inteligência artificial se torna perfeita para o e-commerce.

E isso não é de hoje. A última década em especial viu uma série de avanços na área da inteligência artificial em vendas e no atendimento ao cliente. Não se trata de um cenário pré-apocalíptico em que as máquinas irão dominar os humanos.

No atual contexto, as IAs servem para tornar uma tarefa recorrente, repetitiva e demorada em algo muito mais ágil e quantitativo. Ou seja, são capazes de coletar uma enorme quantidade de dados, analisar os resultados, fornecer insights e responder a solicitações de clientes.

Não é apenas uma tendência para os negócios, mas já é a realidade. E aquelas empresas que demoram para incluir ferramentas com uso de IA em seu dia a dia podem sentir, cada vez mais, dificuldade de se destacar e de se relacionar com o público.

Contudo, onde aplicar inteligência artificial, sobretudo quando pensamos na área comercial? É sobre isso que falaremos neste conteúdo. Boa leitura!

Resumo

  • A inteligência artificial impulsiona as vendas, especialmente quando se trata de personalização de produtos e serviços, varejo e e-commerce. Em paralelo, pode-se aumentar a produtividade e agilidade no atendimento ao cliente.
  • As vantagens da inteligência artificial em vendas incluem: uso mais eficaz dos dados, automação de processos, maiores taxas de conversão, diminuição de falhas, atendimento mais eficaz, personalização da experiência oferecida etc.
  • Chatbots, como a Lu do Magalu, são robôs de atendimento com perguntas e respostas pré-programadas. Aliado ao machine learning, esse sistema programado com IA aprende com cada interação e se torna mais eficaz.

Conteúdos relacionados

Neste artigo, você aprenderá

O que é inteligência artificial?

Inteligência artificial refere-se à capacidade de uma máquina ou sistema de computador realizar tarefas que normalmente requerem inteligência humana. O que inclui a capacidade de aprender com experiências passadas, se adaptar a novas situações, raciocinar, compreender e processar linguagem natural. 

De maneira geral, o objetivo da IA é criar máquinas que possam executar tarefas que, de outra forma, exigiriam a inteligência humana. É muito usada, principalmente, para tarefas repetitivas. 

Ou seja, ao invés de uma pessoa especificamente estar ali fazendo essa atividade, utiliza-se a inteligência artificial para realizar, liberando o profissional para funções que exigem mais o seu conhecimento.

A IA tem aplicações em uma variedade de campos, como medicina, finanças, automação industrial, reconhecimento de padrões, jogos, entretenimento e muito mais. E, sem dúvidas, a área de vendas. 

Então, onde aplicar inteligência artificial na sua empresa? É o que veremos a seguir. Confira.

Como usar a inteligência artificial para vendas?

A inteligência artificial pode ser uma ferramenta poderosa para impulsionar as vendas, especialmente quando se trata de personalização de produtos e serviços, varejo e e-commerce. Aqui estão algumas maneiras de aproveitar a IA para otimizar essas áreas:

IA para personalização de produtos e serviços

A principal vantagem dessa aplicação é a possibilidade de proporcionar experiências mais relevantes e satisfatórias para os usuários. Tudo o que uma empresa quer – e precisa – quando o assunto é vender, não é mesmo? Então, veja algumas dicas de como fazer isso.

  • Análise de dados e perfil do cliente: a IA pode processar grandes conjuntos de dados para entender o comportamento passado do cliente, preferências e histórico de compras. Isso permite criar perfis detalhados de cada cliente.
  • Recomendações personalizadas: com base nos perfis do cliente, algoritmos de recomendação alimentados por IA podem sugerir produtos ou serviços específicos que são mais propensos a interessar a um cliente em particular.
  • Customização de produtos: em setores como varejo, moda e tecnologia, pode facilitar a personalização de produtos. Por exemplo, permitindo que os clientes escolham recursos específicos de um produto, como cor, tamanho, design, etc.
  • Chatbots e assistência virtual: chatbots alimentados por IA podem fornecer assistência personalizada aos clientes, respondendo a perguntas, oferecendo informações detalhadas sobre produtos e auxiliando no processo de compra.
  • Segmentação de mercado dinâmica: algoritmos de IA podem identificar segmentos dinâmicos com base em comportamentos em tempo real, permitindo ajustes rápidos nas estratégias de personalização para atender às demandas emergentes.
  • Previsão de tendências: a análise preditiva impulsionada por IA pode prever tendências de mercado, permitindo que as empresas ajustem suas ofertas de produtos e serviços de acordo.
  • Experiência do usuário personalizada: pode adaptar interfaces de usuário, recomendar conteúdo personalizado em sites e aplicativos, proporcionando uma experiência mais envolvente e relevante para cada usuário.
  • Aprendizado de máquina para otimização contínua: algoritmos de aprendizado de máquina podem melhorar continuamente a precisão das recomendações e personalizações à medida que mais dados são coletados, permitindo uma adaptação contínua às preferências do cliente.
  • Personalização em tempo real: pode personalizar a experiência do cliente em tempo real, ajustando ofertas e conteúdo com base em interações imediatas.
  • Avaliação de sentimentos: ferramentas de processamento de linguagem natural podem analisar o sentimento por trás das interações do cliente, ajudando as companhias a entenderem as preferências emocionais e adaptarem suas abordagens.

Aproveite e leia: Inteligência artificial e personalização: como trabalhar essa união?

Inteligência artificial no varejo

A aplicação da inteligência artificial no setor varejista tem se expandido rapidamente, trazendo benefícios significativos para as empresas e melhorando a experiência do cliente. 

Inclusive, de muitas maneiras se encontra com o uso mencionado anteriormente, para a personalização, como você verá a seguir. Entretanto, suas aplicações vão além disso. Confira algumas recomendações inteligentes no varejo para aplicar essa tecnologia.

  • Recomendação de produtos: sistemas de recomendação baseados em IA analisam o histórico de compras, preferências e comportamento do cliente para sugerir produtos relevantes, aumentando as chances de vendas adicionais.
  • Personalização da experiência do cliente: A IA é usada para personalizar a experiência de compra online, ajustando o conteúdo, preços e promoções de acordo com as preferências individuais do cliente.
  • Estoque e gerenciamento de cadeia de suprimentos: os algoritmos de IA são empregados para otimizar o estoque, prever a demanda, reduzir desperdícios e melhorar a eficiência da cadeia de suprimentos.
  • Análise preditiva: ajuda os varejistas a antecipar as tendências de mercado, comportamento do consumidor e demanda de produtos, permitindo uma melhor tomada de decisões.
  • Prevenção de fraudes: os algoritmos de aprendizado de máquina podem ser aplicados para detectar padrões de transações suspeitas e prevenir atividades fraudulentas, protegendo tanto os varejistas quanto os clientes.
  • Precificação dinâmica: ajustam automaticamente os preços com base em fatores como demanda, concorrência e condições de mercado em tempo real.
  • Chatbots e atendimento ao cliente: são usados para fornecer suporte ao cliente, responder a perguntas comuns, processar pedidos e melhorar a interação geral.

Leia também: Inteligência artificial no varejo: aplicações práticas e efetivas

Inteligência artificial para e-commerce

A utilização da inteligência artificial no e-commerce tem se tornado cada vez mais comum e impactante. Ao mesmo tempo, também está muito ligada aos usos do varejo, como as recomendações personalizadas, chatbots para vendas e análise preditiva. 

Entretanto, podemos dar mais algumas indicações de aplicações. Veja a seguir.

  • Busca visual e reconhecimento de imagem: ferramentas de busca visual permitem aos usuários tirar fotos de produtos desejados e encontrar itens semelhantes em um catálogo. O reconhecimento de imagem também pode ser usado para classificar automaticamente produtos com base em suas características visuais.
  • Processamento de linguagem natural (PNL): a tecnologia permite a compreensão e resposta a consultas de clientes de maneira mais natural. Os chatbots que utilizam PNL podem interpretar perguntas complexas e fornecer respostas relevantes.
  • Assistentes virtuais de compras: quando alimentados por IA, podem guiar os clientes durante o processo de compra, fornecendo informações sobre produtos, ajudando na seleção e oferecendo suporte personalizado.
  • Realidade aumentada (RA) para experimentação virtual: pode ser integrada à realidade aumentada para permitir que os clientes visualizem produtos virtualmente em seus próprios ambientes antes de fazer uma compra, como experimentar roupas ou móveis em suas casas.
  • Avaliação de crédito e fraude: sistemas de IA são usados para avaliar riscos de crédito e detectar atividades fraudulentas durante as transações financeiras, garantindo transações seguras.
  • Monitoramento de concorrência: podem analisar preços e estratégias de concorrentes, permitindo que os varejistas ajustem suas próprias estratégias de precificação e marketing em tempo real.
  • Gestão de devoluções: os algoritmos conseguem analisar padrões de devolução para identificar possíveis problemas de qualidade do produto, melhorando a eficiência na gestão de devoluções.
  • Avaliação de satisfação do cliente: a IA permite que seja analisado feedbacks de clientes, avaliações e comentários para entender melhor a satisfação do cliente e identificar áreas de melhoria.
  • Logística e roteirização: sistemas baseados em IA podem otimizar a cadeia de suprimentos, rastreamento de pedidos e roteirização de entrega, garantindo eficiência e redução de custos.

Esses exemplos ilustram a versatilidade da IA no contexto do comércio eletrônico, desde a melhoria da satisfação do consumidor até a otimização de processos internos. 

Lembre-se de que a implementação bem-sucedida da inteligência artificial para vendas requer uma abordagem cuidadosa, garantindo a privacidade dos dados do cliente e oferecendo uma experiência de usuário transparente e ética. Além disso, é fundamental monitorar e ajustar continuamente os sistemas para melhorar sua eficácia ao longo do tempo.

Inteligência sobre esforço em vendas

A que se deve tanta demanda por inteligência artificial em vendas, seja no mercado físico ou online?

Presente na maior parte das inovações tecnológicas esperadas na época desde 2017, seu objetivo principal de aumentar a produtividade e agilidade no atendimento ao cliente trazia um grande atrativo para o mercado.

A concorrência cresce, o consumidor cada vez mais pesquisa e demanda mais informações, sempre com muita pressa. Tudo isso torna quase impossível que uma equipe consiga atender todos os chamados com assertividade.

Alguns clientes têm dúvidas simples, outros apresentam reclamações ou exigem respostas mais completas. A dúvida era: como atender cada caso de forma humanizada, mas sem investir muitos recursos em uma interação de baixo retorno?

Aí entra a inteligência artificial em vendas, que automatiza esses atendimentos, avança para uma interação emulando o comportamento humano, totalmente personalizada, e promove uma sensação positiva para a experiência do cliente.

Além disso, permite que a equipe de vendas se concentre nas decisões estratégicas e que realmente exigem a interação humana, guardando importantes recursos para atividades realmente necessárias.

Vale lembrar ainda que, segundo o relatório de tendências de consumo feito pela Zendesk, 73% dos clientes esperam mais interações com a IA no dia a dia e acreditam que ela melhora a qualidade do atendimento que recebem.

O mesmo estudo ainda aponta que 41% dos consumidores acreditam que os agentes sintéticos (com base em IA) mudarão como eles compram de marcas no futuro.

Portanto, não é apenas o mercado que espera que as empresas utilizem IA cada vez mais, mas os próprios consumidores estão esperando por isso. Pensando nisso, podemos entender mais sobre as principais vantagens. Veja mais a seguir.

Principais vantagens da inteligência artificial em vendas

Com o ganho de tempo, disponibilidade 24h e respostas instantâneas às dúvidas mais comuns dos clientes, estima-se que 45% das atividades de atendimento poderiam ser automatizadas, de acordo com pesquisas do instituto McKinsey.

E a tendência é que o uso de inteligência artificial em vendas se torne cada vez mais convencional, com foco especial na otimização da customer experience.

Segundo a Gartner, nos próximos anos 47% das empresas irão usar chatbots para atendimento ao cliente, enquanto 40% pretendem utilizar assistentes virtuais de venda. Quem acha que essas tendências são muito estrangeiras, também se engana. 

Um dos principais cases do segmento no Brasil, a Lu, do Magazine Luiza. Ela bateu recordes, com uma taxa de 8,5 milhões de interações mensais, 1,4 milhão de atendimentos e mais de 6 mensagens trocadas com cada usuário.

Hoje, a figura dela não é apenas vista como uma identidade visual da marca. Inclusive, foi reconhecida internacionalmente pelo HypeAuditor e a ONG Virtual Humans como a terceira maior influenciadora virtual do mundo.

Ou seja, a inteligência artificial para e-commerce, que surgiu lá em 2003, já conquistou tanto a confiança de seus consumidores quanto de todo o mundo. Essa personagem já extrapolou os limites que, até então, eram conhecidos da IA para as vendas. Não à toa, outras marcas seguiram o mesmo caminho, como o Baianinho da Casas Bahia, a Dai da Dailus e a Nat da Natura.

O que podemos entender disso é que, atualmente, a Lu representa toda a nova identidade de atendimento da marca, atuando como influencer digital e transformando discretamente a tradicional Magazine Luiza na intimista e moderna Magalu.

Além disso, outros benefícios da inteligência artificial para vendas incluem:

  • uso mais eficaz dos dados;
  • facilitação da automação de processos;
  • maiores taxas de conversão em sites;
  • diminuição na ocorrência de falhas;
  • atendimento mais eficaz;
  • maior foco para as equipes de vendas;
  • maior agilidade para criar soluções;
  • personalização da experiência oferecida;
  • experiência do cliente mais positiva;
  • redução de custos.

Sem dúvidas, uma das grandes vantagens da inteligência artificial para vendas está na possibilidade de automatizar etapas cruciais para o movimento do consumidor pela jornada de compras, sem exigir uma intervenção direta da equipe.

Exemplos de inteligências artificiais em uso

Você deve estar se perguntando sobre como é usada a inteligência artificial em vendas na prática. São muitos os exemplos de IA em atividade, utilizando diferentes configurações para interagir com o cliente na hora certa.

De início, temos os previamente mencionados chatbots. Robôs de atendimento com perguntas e respostas pré-programadas, que servem para responder às dúvidas mais frequentes. Presentes nas lojas virtuais e até mesmo em redes sociais, como WhatsApp Business e Facebook.

O mais interessante desse sistema é quando aliado ao machine learning, que otimiza a inteligência artificial para aprender com os resultados de cada interação com os clientes, tornando o sistema cada vez mais eficaz.

Outra aplicação prática da inteligência artificial em vendas está presente nos aplicativos das marcas. A maioria das lojas virtuais e físicas estão lançando aplicativos próprios para interagir com os clientes, o que fica ainda mais interessante com um toque de IA.

Temos no Brasil o exemplo do Grupo Pão de Açúcar, que ao detectar que o cliente está em uma de suas lojas, entrega notificações de ofertas locais em tempo real, trabalhando a compra por impulso de um jeito totalmente digital e eficiente.

Por fim, uma apresentação bem acessível da inteligência artificial em vendas está presente em softwares CRM (Customer Relationship Management, ou gestão de relacionamento com clientes, em Português).

O CRM é uma ferramenta para organização, análise e estratégia de vendas. Nele são registradas as informações e histórico de interações com os leads. Entenda melhor sobre o que é o CRM no vídeo abaixo do Portal Administradores:


Integrar CRM e inteligência artificial proporciona um ganho exponencial na qualidade das suas vendas, que mantém o acesso facilitado às informações relevantes do cliente e permite direcionar seus esforços com total precisão.

Conheça a solução da Zendesk

Finalmente, você já conhece as vantagens da inteligência artificial em vendas e como aplicá-la. 

Então, não deixe de conhecer o Answer Bot – a inteligência artificial que a Zendesk criou pensando em quem busca auxílio desse recurso tecnológico sem complicação, perfeito para potencializar o atendimento ao cliente e as vendas da sua empresa.

E, para obter resultados ainda melhores, essa ferramenta pode ser integrada ao CRM da Zendesk. Assim, sua equipe ganha tempo e inteligência para otimizar os relacionamentos com os clientes e alavancar suas vendas.

Confira os diferenciais da Zendesk:

  • sem perda de tempo: evite gastar tempo com tarefas manuais e repetitivas, automatizando o contato com leads através de uma plataforma que integra todos os seus canais, incluindo e-mail, chat, redes sociais e chamadas;
  • segmentar e conquistar: pode-se segmentar listas de leads para obter mais informações e qualificar seus contatos, tudo para encontrar os melhores clientes em potencial;
  • atendimento moderno e ágil: em poucos cliques, é possível atender e direcionar o cliente para sanar suas dúvidas, solucionar problemas e garantir uma experiência totalmente positiva;
  • fácil de instalar: a implementação e configuração é feita em minutos, tudo para ganhar tempo e descobrir novas maneiras de garantir suas vendas.

Aproveite a solução com o melhor custo-benefício do mercado. Comece uma avaliação gratuita hoje mesmo!

Solução completa para vendas

A Sales Suite é solução de vendas moderna que reúne um conjunto de ferramentas para melhorar suas negociações.

Solução completa para vendas

A Sales Suite é solução de vendas moderna que reúne um conjunto de ferramentas para melhorar suas negociações.

Experimente grátis