Artigo | 14 min read

Estratégia de marketing para vendas: qual a melhor? +10 opções!

Por Zendesk

Última atualização em 7 dezembro 2023

O objetivo de toda estratégia de marketing para vendas é atrair a atenção do público que pretende alcançar, para os produtos ou serviços que a sua empresa oferece.

Dessa forma, é possível apresentar tudo o que o seu negócio pode entregar e, com isso, aumentar as chances de fechar bons negócios.

Porém, existem várias técnicas que podem ser utilizadas, tanto para o marketing on-line quanto para o off-line.

Quais seriam essas opções? Qual a melhor para o seu negócio? Confira!

2 estratégias de marketing para atrair clientes

Quando falamos sobre estratégias de marketing para atração de clientes e fechamento de vendas, duas são as que mais se destacam: inbound e outbound marketing.

Ao mesmo tempo que possuem diferenças fundamentais, que definem cada técnica, é possível trabalhar com as duas ao mesmo tempo, maximizando o seu potencial em atrair novos leads, pelos diferentes tipos de prospecção

Então, antes de falar sobre as melhores estratégias de marketing para vendas, vamos entender em detalhes sobre esses métodos que ajudam a alcançar novos públicos — e assim, consequentemente, aumentar as suas vendas.

Inbound Marketing

A primeira opção de estratégia de marketing para vendas que vamos apresentar é o Inbound Marketing. 

Traduzindo de maneira literal significa “marketing de entrada”, no entanto, essa técnica é mais conhecida como “marketing de atração”.

Essa proposta visa utilizar diferentes técnicas que ajudam a atrair o público para a sua marca. 

Dentro desse conceito, uma das abordagens mais utilizadas é o marketing de conteúdo. Consiste na criação de materiais para a web — por exemplo, posts em blogs e em redes sociais — que respondam às dúvidas dos consumidores para os quais a sua empresa pretende vender.

Por exemplo, imagine uma empresa que vende notebooks. Para atrair o público para o site, essa marca pode criar um blog post explicando as principais funcionalidades e benefícios da nova atualização do Windows.

Percebe que a ideia inicial não é vender o produto, mas sim trazer o potencial comprador para as suas páginas.

Ou seja, aplicando essa estratégia o leitor tem a resposta que precisa e, ao mesmo tempo, toma conhecimento de que a sua empresa pode entregar a ele o produto que precisa — nesse caso, um notebook.

Mas dentro dessa técnica de marketing para vendas outras abordagens podem ser utilizadas, tais como a criação de landing pages.

No caso, a sua empresa entrega um material mais completo em troca de dados importantes dos seus leads (como nome, e-mail e telefone) que podem ser trabalhados posteriormente pelo time de vendas.

Não deixe de ler: “Passo a passo: como fazer a captação de leads B2B e gerar mais oportunidades de negócio

Outbound Marketing

Apesar de, muitas vezes, ser considerado apenas como um “marketing de interrupção”, não podemos deixar essa técnica de lado quando falamos sobre estratégias de marketing para vendas.

Ele recebe esse nome alternativo por ter uma abordagem que interrompe a jornada ou rotina do cliente. Alguns exemplos para entender melhor o que é outbound marketing são: anúncios em rádio e televisão, publicidade em jornais e revistas e telemarketing ativo.

No mundo digital, as estratégias são mais voltadas para os links patrocinados, banners em sites, propagandas no Youtube, anúncios em redes sociais, entre outros.

Um dos principais benefícios é que as ações de outbound marketing ajudam a elevar o ROI de forma mais rápida do que as de inbound. Contudo, também costumam ter um investimento inicial mais elevado. 

Além disso, para que as estratégias de outbound marketing para vendas realmente funcione, a chave é ter um sistema de CRM para acompanhar todos os dados do processo de vendas. Basta atualizar o software com novas informações e, depois, gerar relatórios que permitam aprofundar o conhecimento sobre cada cliente.

Qual a melhor estratégia de marketing para vendas?

O mundo do marketing está repleto de diferentes abordagens. Também por isso, é bastante comum que as empresas tenham dúvidas de qual utilizar para alavancar as suas vendas.

Considerando isso, trouxemos algumas opções de estratégias de marketing para atrair clientes, ressaltando os objetivos de cada uma delas. Assim, fica mais fácil decidir qual a mais adequada para o seu negócio.

Quais são as estratégias usadas pelo marketing para vender? A nossa lista de técnicas para aumentar as vendas é composta por:

  1. Marketing de Nicho
  2. Marketing Social
  3. Marketing Viral
  4. Marketing de Fidelização
  5. Marketing de Produto
  6. Marketing Sazonal
  7. Marketing Preditivo
  8. Marketing Institucional
  9. E-mail marketing

Veja mais detalhes sobre cada uma dessas estratégias de marketing para vendas.

1. Marketing de Nicho

Outra boa estratégia de marketing de vendas que você pode utilizar na sua empresa é a voltada para nichos.

Consiste, basicamente, na divulgação dos seus produtos para um nicho de mercado específico. 

O principal benefício dessa técnica é que ela aumenta as chances de suprir as necessidades de um público em particular.

Para deixar o conceito mais claro, vamos usar um exemplo. Uma empresa do ramo alimentício que fabrica variados produtos. Entre eles, há uma linha específica para veganos.

Ao invés de criar uma campanha de marketing abrangente, que fale da marca e de todos os produtos fabricados, é criada uma direcionada para o consumidor vegano. Assim, as chances de vender para esses potenciais clientes aumenta, pois os itens ganham destaque.

2. Marketing Social

O marketing social é uma estratégia que visa a criação de campanhas que têm, como principal objetivo, ações sociais.

Ou seja, a ideia não é vender especificamente, mas sim chamar a atenção do público para situações que trazem benefícios para a sociedade de modo geral.

Para as marcas é uma maneira de se fazer presente entre os consumidores, bem como de melhorar a sua imagem perante eles.

No que diz respeito ao aumento das vendas, isso acontece especialmente quando o seu produto está atrelado a alguma causa social — por exemplo, “na compra deste produto 50% do valor será doado para a OMG X”.

Uma empresa que aplicou essa estratégia de marketing para vendas anos atrás foi a PEDIGREE®, com a campanha “Adotar é tudo de bom”. 

Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor o conceito.

3. Marketing Viral

Sabe quando você ouve comentários do tipo “tal vídeo viralizou”? Pois então, é justamente essa a ideia por trás dessa estratégia de marketing de vendas.

Consiste na criação de uma peça publicitária (imagem, vídeo, comercial etc) que incentive, de forma natural, as pessoas passarem o conteúdo adiante, “viralizando” assim a sua campanha.

Sejamos sinceros, não se trata de uma técnica fácil. Ou seja, o fato de a sua marca criar uma ação que tem tudo para “grudar” na mente do público não é certeza de que esse será mesmo o resultado.

Mas considerar a jornada do consumidor, criar algo de fácil absorção, inesperado e utilizar a linguagem certa são algumas técnicas que podem ajudar a sua campanha viralizar.

4. Marketing de Fidelização

Como o nome sugere, o marketing de fidelização tem como principal objetivo fidelizar os clientes já existentes na sua base.

A proposta principal é criar conexões com esse público, de modo que a relação cliente empresa se mantenha mais forte e por muito mais tempo.

Aqui, vale destacar que reter o cliente é uma forma significativa de reduzir gastos e aumentar os lucros de uma empresa.

Pesquisas apontam que conquistar um novo consumidor é 5 vezes mais caro do que manter um antigo. Além disso, conseguir aumentar as taxas de retenção de clientes em 5% pode elevar o faturamento de um negócio em até 95%.

Um dos motivos que levam a esse aumento é que clientes fiéis fazem compras com mais frequência (60%) e gastam mais que consumidores novos (67%).

Entenda tudo sobre essa estratégia neste artigo “Marketing de fidelização: como atrair e reter clientes?

5. Marketing de Produto

Esse é um tipo de marketing que tem, como foco principal, conectar produtos e pessoas. Ou seja, seu objetivo é encontrar, atrair e converter os consumidores ideais para um tipo de solução específica.

Neste caso, vale fazer uma distinção entre um termo parecido, que é a gestão de produtos. Esse conceito concentra-se no aprimoramento do produto, enquanto a estratégia de marketing é a voz da solução para o mercado.

Para ter uma campanha de sucesso, é fundamental que as áreas de marketing e vendas trabalhem em conjunto, tanto para padronizar a mensagem referente ao posicionamento do produto quanto para coletar feedbacks e criar materiais com foco no potencial cliente, facilitando o processo de compra.

Além disso, deve ter um alinhamento com os setores de Customer Success e suporte, com o objetivo de garantir que os profissionais que estão em contato direto com o cliente estejam por dentro do projeto, estruturando melhor toda a comunicação.

6. Marketing Sazonal

O objetivo do marketing sazonal é conseguir gerar mais vendas em determinada época do ano. Ou seja, são aquelas campanhas criadas especificamente para datas comemorativas, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Dias das Crianças, Natal etc.

Uma das melhores maneiras de utilizar essa estratégia de marketing de vendas é relacionar o seu produto/serviço à data. 

Porém, por conta dessa característica, nem todos os segmentos podem se beneficiar dessa abordagem. Por exemplo, não é válido para uma empresa do ramo automotivo criar uma campanha para o Dia das Crianças, já que esse não é o seu público-alvo.

7. Marketing Preditivo

Um dos pilares do Marketing 5.0, a base de funcionamento do marketing preditivo são os dados

Então, por meio de informações e algoritmos gerados por soluções tecnológicas, como Inteligência Artificial e Machine Learning, é possível analisar eventos passados e, com isso, prever acontecimentos futuros, a exemplo da mudança de comportamento dos clientes.

Além de contribuir para a obtenção de resultados melhores e mais significativos, isso ajuda a evitar falhas e perda de tempo e de dinheiro, bem como adotar medidas que possam comprometer negativamente a imagem da marca.

O marketing preditivo também atua em três frentes, que são a gestão de:

  • cliente: visa prever a fidelização do público (chances de churn) e novas oportunidades de negócios (aplicação dos conceitos upsell e cross sell);
  • produto: há uma percepção da possibilidade de um novo produto obter o sucesso esperado com o seu lançamento;
  • marca: busca entender quais abordagens aumentam a probabilidade das campanhas criadas alcançarem êxito, considerando critérios como conteúdo e formato que mais combina com o público, entre outros.

8. Marketing Institucional

A grande ideia por trás desse tipo de marketing é tornar a marca reconhecida pelos seus valores, missão e visão de empresa. 

Inclusive, é possível utilizar a técnica para formar, mudar ou manter um pensamento que o mercado possui de seu negócio, tornando seu foco a preservação de imagem ou até mesmo a melhoria dela.

Por essas questões, o marketing institucional também pode ser definido como uma estratégia de identidade da marca, independentemente do público que queira atingir. 

Portanto, seu principal objetivo é focar nas pessoas e passar a mensagem de que sua empresa é mais do que o produto e serviço ofertado e mostrar, de fato, todas as ações que a englobam.

A princípio, pode parecer que essa estratégia de marketing não seja tão voltada para vendas. Mas a verdade é que, cada vez mais, os usuários estão preocupados em consumir marcas com as quais se identificam. 

Para ver exemplos de grandes companhias que usam essa estratégia, confira: “O que é marketing institucional? Qual a sua importância?

9. E-mail marketing

O e-mail marketing pode ser visto como uma estratégia de vendas coringa. Isso porque ele serve para alavancar todas as que citamos até agora.

No entanto, uma boa prática dentro dessa abordagem é somente enviar e-mails para pessoas que, em algum momento, demonstraram interesse por seus produtos ou serviços.

Lembra da criação de landing pages que citamos no Inbound Marketing? Essa é uma excelente maneira de conseguir os endereços eletrônicos de potenciais compradores e, dessa forma, colocar essa estratégia em prática.

Guia definitivo para automação de emails de vendas

Baixe grátis

Como gerar mais resultados com a estratégia de marketing digital escolhida?

Seja qual for a estratégia de marketing de vendas escolhida, há alguns pontos que você precisa considerar para que ela traga mais resultados, tais como:

Conhecer bem o seu público-alvo

O primeiro passo para um bom planejamento é saber a quem se destina sua estratégia de vendas no marketing digital.

Isto é, antes de qualquer ação prática, você precisa conhecer seu público e entender quais são suas dores, preferências, desejos e necessidades.

A ferramenta mais utilizada para isso é a famosa persona, que nada mais é do que uma representação do seu “cliente ideal”. Ela é desenvolvida a partir de dados reais, como padrões de comportamento e informações demográficas dos seus clientes.

Crie conteúdos interessantes

O conteúdo é o principal elemento de uma estratégia, independentemente do tipo de marketing escolhido. Afinal, é por meio dele que você irá alcançar seu público, interagir, oferecer soluções para suas dores e, finalmente, posicionar-se no mercado.

Afinal, um bom conteúdo, mais do que atrair clientes, mostra que sua empresa realmente entende do que está falando. Ou seja, gera autoridade, o que é vital para que os consumidores estabeleçam uma relação de confiança com a sua marca.

Inclusive, para aprimorar ainda mais essa técnica, é interessante que o planejamento do conteúdo seja construído para diferentes estágios do funil de vendas. Essa é uma maneira de garantir que o material responda e respeite as necessidades do usuário de acordo com a sua jornada.

Faça um bom planejamento

Não existe fórmula mágica quando falamos sobre estratégia de marketing para vendas. O importante é que ela esteja sempre alinhada à forma como sua marca se posiciona no mercado, o tipo de produto/serviço que sua empresa oferece e o perfil do seu público-alvo.

Por exemplo, se você trabalha com um produto diferenciado, com valor elevado e alta qualidade, pode utilizar o apelo à exclusividade, aproveitando tais características para mostrar como sua marca se destaca da concorrência. Isso é comum no mercado de luxo, com marcas como Louis Vuitton, Dior e Gucci.

Por outro lado, quando falamos de itens mais populares, o foco da estratégia de marketing e vendas pode ter um apelo promocional, utilizando preços mais baixos para obter vantagem competitiva. Algo que pode ser observado com frequência nos setores de alimentação e varejo.

Para se aprofundar no tema, você pode ler este post: “Planejamento estratégico de marketing – como fazer + plano de marketing

Automatize os processos de marketing 

A automação de processos consiste em tornar automática tarefas repetitivas que, até então, eram feitas manualmente — o envio de e-mail marketing é bom exemplo de atividade desse setor que pode (e merece) ser automatizada.

Ao utilizar soluções próprias para realizar tarefas como essa, além de otimizar o tempo e aumentar a produtividade dos times, fica muito mais fácil obter dados que podem ajudar a acompanhar o comportamento dos consumidores e, com isso, identificar suas ações e necessidades futuras. 

Use a tecnologia nas estratégias de marketing e vendas

Agora que você já sabe mais sobre as principais estratégias de marketing para vendas, que tal conhecer também nossos produtos e implementar na sua empresa um sistema com qualidade padrão Zendesk, que oferece soluções voltadas à gestão de vendas e atendimento da sua empresa?

Tudo isso é feito por meio de softwares que permitem, entre outras coisas, a coleta e análise de indicadores e dados diversos, que vão facilitar a sua tomada de decisão e a aplicação de tudo o que falamos até aqui. 

O sistema de CRM para equipe de vendas pode ser usado antes e após a conclusão de um negócio. O software contribui, entre outras coisas, para otimizar os processos e etapas de vendas e analisar dados para melhoria e otimização das suas estratégias

Outra solução, o software de atendimento ao cliente, oferece funcionalidades para análise, monitoramento e definição de ações com base nas necessidades de seus clientes, além de dezenas de outros recursos, para otimizar os resultados do setor. 

Faça um teste gratuito das nossas soluções e descubra o que podemos fazer para te ajudar a melhorar o desempenho da sua empresa.

Software de CRM de vendas completo

O Zendesk Sell é um software de CRM para vendas que melhora a produtividade, os processos e a visibilidade do fluxo de trabalho de equipes de vendas

Software de CRM de vendas completo

O Zendesk Sell é um software de CRM para vendas que melhora a produtividade, os processos e a visibilidade do fluxo de trabalho de equipes de vendas

Experimente grátis